Dicas de economia doméstica para fazer seu orçamento render

dicas-economia-domestica

Você já colocou em prática alguma das dicas de economia doméstica?  A economia doméstica é a chave para que o orçamento familiar não ultrapasse o limite no fim do mês. Em meio à pandemia da Covid-19, esse tipo de organização financeira se tornou ainda mais essencial, visto que muitas pessoas perderam o emprego. 

Porém, não é fácil se organizar mês a mês com hábitos de economia doméstica que proporcionem uma estabilidade financeira.

Contudo, a adoção de algumas medidas pode fazer com que haja uma grande diferença no orçamento diante de altos e baixos. Economizar não é fácil, mas se a família tiver disciplina e foco na economia doméstica é possível reduzir os gastos.

Neste artigo vamos falar sobre diversas medidas para que você e sua família consigam colocar a economia doméstica em evidência. Entre os principais pontos que vamos citar estão:

  • Corte de gastos desnecessários;
  • Renegociação de dívidas;
  • Não comprar por impulso;
  • Pesquisar preços;
  • Fazer refeições em casa;
  • Evitar o uso de cartão de crédito e muito mais.

Quer aprender dicas de economia doméstica? Continue esse artigo e gaste seu dinheiro com responsabilidade.

15 dicas de economia doméstica para se planejar

Ficar sem dívidas, poupar dinheiro e planejar o futuro. Esse é o desejo da maioria das pessoas com o seu orçamento mensal. 

Contudo, não é possível alcançar a saúde financeira sem uma economia doméstica. Por isso, selecionamos 15 medidas para lhe ajudar a reduzir os gastos e poupar dinheiro. Confira!

1. Corte os gastos desnecessários

Sabe aquele serviço de TV a mais ou aquela conta de telefone que pesa no orçamento? Então a primeira dica de economia doméstica é fazer o corte de custos. 

Sendo assim, é necessário listar o que é essencial para você e o que pode ser “irrelevante” nesse momento. Já que assim fica mais fácil classificar as coisas por ordem de importância e, consequentemente, cortar os gastos supérfluos.

Aprenda como separar gastos no post: Gastos essenciais e supérfluos: o que são e as diferenças ????

2. Renegocie as dívidas

É impossível poupar se você tem dívidas acumuladas todos os meses. Portanto, outra dica de economia doméstica é fazer a renegociação das dívidas. Seja para reduzir os juros das contas em questão ou até mesmo o valor da dívida em pagamentos à vista.

Parcelamentos facilitados também podem aliviar o seu orçamento. Nesse caso é importante usar de forma consciente o décimo terceiro salário ou o adiantamento das férias para cobrir qualquer dívida e evitar que esse seja um peso no seu orçamento por um longo período.

3. Pesquise os preços dos produtos

Se lembra daquelas anotações de qual mercado ou loja determinado item ou marca está mais barato? Pois saiba que isso pode fazer toda a diferença e serve como uma das principais dicas de economia doméstica da lista.

Diante de um mercado onde o serviço online tem muita força, a facilidade em pesquisar e comparar preços é muito grande.

E não só isso. Em muitos casos, é mais barato fazer uma compra em determinado site do que em uma loja física. Por isso, pesquise tudo o que você precisa antes de realmente efetivar uma compra. Isso se chama economia.

4. Faça um levantamento das despesas

Uma das melhores dicas de economia doméstica é fazer um levantamento das despesas. Levantar despesas quer dizer anotar tudo, cada centavo do que você gasta todos os meses.

Isso é importante, pois permite uma visão macro de onde seu dinheiro está sendo gasto. Inclusive oferecendo possibilidades para que sejam feitos cortes nos gastos considerados desnecessários.

5. Busque opções mais baratas de serviços e produtos

Colocar dicas de economia doméstica em prática é um caminho regado de sacrifícios e de muita análise do mercado, lojas físicas e online para que você consiga gastar menos nas compras. 

Nesse tipo de plano de orçamento onde a palavra “economizar” é quem dita o ritmo, buscar opções mais baratas de produtos e serviços é indispensável.

É comum na ida ao mercado você encontrar o mesmo produto de marcas distintas e com valores bem diferentes. Optar pelo mais barato e menos tradicional faz a diferença no orçamento e vai ajudar você a poupar dinheiro.

6. Opte por refeições em casa

Comer fora pode representar um gasto mensal de R$ 766,48, segundo dados de uma pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Benefício ao Trabalhador (ABBT).

Então aqui a dica de economia doméstica é fazer refeições em casa para gerar uma grande economia em seu orçamento familiar.

Aliás, os gastos com alimentação fora de casa são um dos pontos em que as pessoas mais gastam, e nem se dão conta de que esse pode ser o grande peso no orçamento mensal. Logo, se você quer economizar, evite comer fora e priorize as refeições feitas em casa.

7. Pechinche

Os descontos também podem fazer grande diferença na economia doméstica. Seja por meio de cupons, pesquisa de preços, negociação do valor praticado pela loja ou com fretes grátis, é possível gastar muito menos nas compras.

Atualmente sites como Buscapé e Zoom oferecem a comparação de preços dos produtos e podem contribuir nesse sentido de encontrar bons descontos.

Assim, você tem uma visão melhor sobre qual loja oferece o preço mais baixo. Economizar passa necessariamente por uma habilidade de negociar valores e isso entra no campo de conseguir pedir descontos e pechinchar.

como-economizar-em-casa

8. Evite comprar por impulso

Um estudo do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), revelou que seis a cada dez consumidores brasileiros realizam uma compra por impulso.

Esse é um dos grandes empecilhos que fazem seu salário durar menos do que deveria. A questão é que muitos desses produtos não são essenciais e tendem a comprometer o orçamento mensal.

Diante disso, a dica de economia doméstica é simples: fugir de sites que oferecem produtos que você não precisa naquele momento. Ou então, evite se inscrever em sites que enviam e-mails com promoções diárias para que você não caia na tentação de gastar por impulso.

9. Liste os produtos que você precisa comprar no mês

Ter uma listinha de produtos que você realmente precisa no mês pode evitar que você gaste por impulso. Apenas 28% dos brasileiros são considerados como consumidores conscientes como mostrou uma pesquisa do SPC Brasil.

Muitos se encaixam nesse perfil por comprarem mais do que necessário e muitas vezes o que não é necessário. 

Em idas ao supermercado é importante ter uma lista do que comprar para você ter um norte. Uma vez que assim você evita comprar o que não precisa naquele momento.

Fazer uma lista de produtos também ajuda a fazer a famosa pesquisa de preços que é fundamental na economia doméstica como citamos em tópico anterior.

10. Reduza os gastos com eletricidade

Outra dica de economia doméstica é a redução nos gastos com eletricidade. Nesse caso, pequenos detalhes podem fazer toda a diferença na sua conta ao final do mês.

Medidas simples como as que citaremos abaixo são essenciais para reduzir o preço da sua conta de luz:

  • Não deixar luzes acesas em ambientes que você não está;
  • Diminuir o tempo no banho;
  • Trocar as lâmpadas da casa pelas mais econômicas como as de LED;
  • Usar a capacidade máxima da máquina de lavar para utilizá-la menos vezes.

11. Diminua o uso de cartão de crédito

39% dos consumidores que utilizam cartão de crédito não realizam a gestão ou controle de seus gastos. Isso fez com que 46% desses brasileiros tivessem seu nome sujo, revelou o CNDL/SPC Brasil.

Para não entrar para as estatísticas, a dica de economia doméstica é evitar o uso de cartão de crédito. Não faça dívidas que você não conseguirá arcar futuramente.

Busque sempre comprar as coisas à vista e que estejam dentro do seu orçamento. Afinal, assim é mais fácil de conseguir poupar dinheiro e controlar seus gastos.

> Aprenda 8 dicas de como controlar gastos no cartão de crédito neste outro post do blog.

12. Reduza os gastos com transporte

A pesquisa do IBGE sobre Orçamentos Familiares (POF) retratou um cenário onde os gastos com transporte superou os de alimentação no país. Esse tipo de despesa preencheu 18% do orçamento mensal das famílias.

Nesse sentido, uma dica de economia doméstica eficiente é evitar gastos com Uber, por exemplo, e só utilizá-lo em casos de extrema necessidade.

Em meio ao isolamento social, inclusive, é possível fazer uma avaliação do que você vinha gastando e o quanto tem economizado neste sentido.

Quando as coisas voltarem ao normal você pode continuar evitando esse tipo de despesa e priorizar outros meios de transporte.

13. Desapegue de itens que você não usa

Desfazer-se do que você não quer ou não usa mais está dentro na lista de dicas de economia doméstica. Isso porque é possível ganhar um dinheiro extra com esse modelo de venda.

Esse tipo de apoio pode ser importante e até um suporte ao seu orçamento. Sites como Enjoei e OLX permitem a criação de anúncios gratuitos e são ideais para quem deseja passar para frente uma roupa, um eletrodoméstico, alguns móveis, entre outros itens.

 14. Aposte em alternativas para renda extra

Em meio a pandemia, muitas pessoas têm buscado uma alternativa para complementar seu orçamento. Buscar opções de renda extra faz parte de um plano de economia doméstica.

Visto que esse tipo de complemento a renda mensal ajuda a não comprometer os ganhos principais e até mesmo contribui para poupar dinheiro.

Atualmente, existem diversas pessoas que buscam essa renda extra, seja montando o próprio negócio ou buscando freelas em sites como 99freelas.

Trabalhos que vão desde a culinária, artesanato até mesmo comunicação. Muitos deles podem ser feitos sem que as pessoas precisem sair de casa, já que o isolamento social se tornou uma realidade.

Falamos sobre essas oportunidades no nosso artigo“10 maneiras de ganhar uma RENDA EXTRA online.  

15. Busque cursos sobre educação financeira

Para aplicar essas dicas de economia doméstica é preciso ter ao menos um pouco do entendimento de educação financeira. Hoje existem diversos cursos gratuitos com especialistas da área para ajudar as pessoas a conseguirem se planejar para poupar dinheiro.

Assim, entender a importância do orçamento familiar é fundamental para que a economia doméstica seja efetiva.

Logo, assista vídeos, seminários, palestras, leia livros da área, pois assim será mais fácil criar uma estratégia que realmente funcione para você.

A economia doméstica e sua função no orçamento mensal

Essas dicas de economia doméstica são imprescindíveis para quem deseja não só sair do vermelho, mas também poupar dinheiro. Dado que quando se planeja algo nesses moldes você tem um controle maior sobre seu orçamento.

Um controle maior dos gastos faz com que as pessoas deem mais valor ao dinheiro e consigam manter a saúde financeira em dia, evitando dívidas, estresse financeiro, nome sujo e até processos.

Sendo assim, a economia doméstica não tem um impacto apenas financeiro, mas influencia também na qualidade de vida. 

Pois, se você não tem pendências e consegue colocar seu dinheiro e suas contas sob controle pode viver o presente mais tranquilamente e até planejar o futuro com mais calma.

Ajude seus funcionários a não se endividarem e trabalharem melhor

As empresas têm um papel fundamental na saúde financeira dos seus funcionários. Entre os benefícios que a empresa oferece, pode existir um voltado especialmente para ajudar a equipe quando ela precisa de dinheiro antes do 5º dia útil.

Conheça a ferramenta Xerpay e saiba como funciona o sistema que implementa o pagamento sob demanda, ou seja, os colaboradores de uma empresa podem antecipar parte de seus salários quando precisarem.

Essa ferramenta está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação no trabalho.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Gostou do nosso artigo? Assine nossa newsletter e fique por dentro dos melhores conteúdos na área de gestão de pessoas e financeira do mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar