A qualidade de vida no trabalho é composta por vários fatores e pode variar entre os colaboradores dentro de uma mesma equipe.

Ela está relacionada não só às condições de trabalho, mas também às expectativas dos seus funcionários e sua satisfação individual de exercer as tarefas.

Pensando nisso, podemos observar que a empresa deve oferecer as melhores condições de trabalho possíveis, mas também cabe ao profissional fazer a sua parte para ter um ambiente laboral mais agradável.

Trazemos então 6 dicas de qualidade de vida no trabalho para os colaboradores. Acompanhe!

 

O que é qualidade de vida no trabalho?

Podemos definir qualidade de vida no trabalho como a satisfação que um colaborador tem ao exercer suas funções e com o local de atuação.

Essa satisfação tem relação direta com a produtividade e engajamento do profissional, e que pode trazer como consequência o desenvolvimento ou em outro extremo, doenças e o desligamento da empresa.

 

Quais são os prejuízos que a falta de qualidade de vida traz para as pessoas?

As consequências de um estilo de vida que não prioriza o bem-estar podem até demorar um pouco para chegar, mas elas vêm.

Segundo a Associação Internacional do Controle do Estresse, o Brasil é o segundo país mais estressado do mundo, perdendo apenas para o Japão.

O principal motivo do aparecimento em massa da doença é a pressão profissional, que afeta 69% da população.

A jornada de trabalho está mais longa (cerca de 12 horas por dia), a cobrança por resultados maior, além do medo de assaltos, furtos e preocupações com a crise financeira e política do país.

Essa situação afeta de maneira voluntária e involuntária a relação com o corpo. É natural que muitas vezes essas pessoas deixem de se alimentar adequadamente ou negligenciem horas de descanso.

Em outros casos, as situações de extrema pressão fazem com que o apetite e o sono sejam afetados como consequência. Além do surgimento de problemas de digestão, respiração e concentração, dores nos músculos e articulações, entre outras complicações.

A situação pode chegar a quadros mais graves como a ocorrência de infartos, depressão e síndrome de burnout.

 

Como garantir mais qualidade de vida no dia a dia?

Para evitar esse tipo de problema e garantir a saúde e bem-estar, o funcionário pode tomar algumas medidas preventivas para diminuir o estresse. Conheça algumas dicas de qualidade de vida no trabalho.

 

1. Aprenda a dizer não

Na tentativa de parecer produtivos e dedicados, alguns profissionais abraçam uma série de tarefas e não conseguem concluí-las em tempo hábil, ficando sobrecarregados.

É importante saber dizer não quando perceber que algum projeto não poderá ser concluído.

Saber como se posicionar nesses casos não significa que você vai se recusar a ajudar os colegas ou não fazer nada que não seja da sua alçada. Mas assumir essas responsabilidades apenas se realmente tiver tempo disponível para isso.

 

2. Não leve trabalho para casa

Respeitar o horário de descanso é fundamental para recobrar as energias e ter motivação no dia seguinte.

Se o seu volume de trabalho está exaustivo, converse com seu líder e estudem juntos maneiras de aliviar essa carga.

Em alguns casos, você pode estar sobrecarregado e precisando de alguém com quem possa dividir as demandas.

Levar tarefas para casa vai prejudicar a sua organização pessoal e pode até mesmo afetar o relacionamento com a família.

 

3. Valorize a sua vida pessoal

Um erro comum em muitos profissionais que querem ascender rápido na carreira é ocupar os fins de semana e horários de folga com assuntos relacionados ao trabalho.

A sua vida pessoal não deve ser deixada de lado, afinal, é uma importante fonte de energia e manter o equilíbrio é fundamental para a saúde.

Reserve um tempo para visitar amigos e parentes, para viajar ou parar ver aquele lançamento do cinema. Selecione as atividades que dão prazer e não deixe de praticá-las.

 

4. Evite fofocas

Conversas fúteis, confusões e indiretas só geram problemas e mal estar no ambiente de trabalho.

Esse clima de inimizade e competição acaba deixando a rotina insuportável e prejudica muito o desenvolvimento de projetos e o trabalho em equipe.

Procure se afastar de pessoas com esse perfil e fazer a sua parte para promover um clima de trabalho harmonioso, praticando o diálogo e a colaboração.

Esse comportamento vai transparecer uma postura extremamente profissional e tirar você de possíveis zonas de conflito.

 

5. Não procrastine nas tarefas

Muitas vezes é uma dica difícil de ser seguida, afinal com o cansaço e o alto volume de tarefas a produtividade pode ser prejudicada. Mas evite ao máximo postergar tarefas, principalmente as mais complexas.

A procrastinação só serve para acumular trabalho, aumentar a ansiedade e prejudicar o cumprimento de prazos, afetando diretamente a sua qualidade de vida no trabalho.

 

6. Cuide da própria saúde

Procure priorizar os pequenos cuidados com você.

Nosso corpo é como uma máquina, e cuidar da manutenção dessa máquina é importante para que ela continue funcionando bem.

Pratique exercícios físicos, faça meditação ou práticas de relaxamento, cuide da sua alimentação, beba muita água e descanse o suficiente.

Cuidar da própria saúde é indispensável para manter a qualidade de vida e ter um bom desempenho no trabalho.

 

Com essas dicas de qualidade de vida no trabalho, com certeza você vai conseguir evoluir como profissional sem sacrificar o corpo ou a mente.

A vida deve ser equilibrada para que você consiga se sentir realizado e fazer todo esse esforço valer a pena.

É importante que o RH incentive essas práticas e dê condições para que elas sejam implantadas na vida do colaborador. Nenhuma dessas dicas pode ser desenvolvida se a empresa não priorizar o bem-estar do profissional.

 

Se você quer receber mais dicas para ajudar com o desempenho no trabalho e na gestão de pessoas, siga os nossos perfis no Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.