dia do orgulho lgbtq+ na empresa

Ações para o Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa

O dia 28 de junho de 1970 ficou marcado, historicamente, como o Dia do Orgulho LGBTQ+ em resposta a uma ação violenta de policiais à comunidade, nos Estados Unidos, no ano anterior. Desde então, o Orgulho Gay fortaleceu-se como um movimento de união e exaltação à diversidade. Algo que pode — e deve — ser organizado dentro do ambiente corporativo também. E algumas ações para o Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa têm tudo para agregar esse sentimento de proximidade entre todos, sem distinções.

 

O Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa é uma maneira de hastear a bandeira da diversidade, interna e externamente, e fortalecer esse sentimento de união sem distinções.

Afinal de contas, ainda vivemos em um momento de fronteiras, nesse sentido. E nada mais coeso do que posicionar-se a respeito do assunto, para que essas barreiras sejam demolidas gradativamente.

Para contribuir com as inspirações do seu setor de RH, para o próximo Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa, reunimos algumas dicas interessantes. Confira, e veja como celebrar a diversidade e, com isso, engajar cada vez mais os seus colaboradores!

O que significa LGBTQ+?

A sigla é usada para reunir a classe de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e queers. Um movimento que se pauta, essencialmente, em três questões:

  • fazer com que as pessoas se orgulhem de suas respectivas orientações sexuais e identidades de gênero;
  • reforçar a certeza de que a diversidade é uma dádiva;
  • consolidar a noção de que a orientação sexual e identidade de gêneros não são questões que se alteram de maneira intencional. Ou seja: é intrínseca à individualidade de cada pessoa.

Entretanto, uma série de motivos influenciou o meio corporativo a pensar em como planejar ações para o Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa — e entenderemos isso logo abaixo!

 

O que é o movimento LGBTQ?

Por meio do Dia do Orgulho LGBTQ+, as pessoas passaram a celebrar a diversidade como uma maneira de valorizar o amor e, também, como um meio de protesto.

Tudo porque, em 1969, uma forte onda de discriminação e perseguição aos gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis acometeu os Estados Unidos, culminando em uma violenta invasão a um bar, pela força policial: o Stonewall Inn.

Após o episódio, iniciou-se uma formal luta pelos direitos da comunidade LGBT+. Com isso, em junho do ano seguinte, a primeira parada do Orgulho Gay foi organizada, tendo a cidade de Nova Iorque como palco.

No Brasil, a luta pela valorização da diversidade só teve o mesmo efeito de impacto a partir de 1995 — época em que ocorreu a primeira parada. E, por mais que muitas conquistas tenham se acumulado, no período, há um longo caminho ainda pela frente.

O que considerar no Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa?

O Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa deve ser, sim, uma comemoração. Uma maneira de posicionar-se contra as ideias adversas que ainda perduram por aí, e segregam toda e qualquer tipo de valorização da individualidade.

Inclusive, uma cultura organizacional e um código de conduta focados na diversidade possui mais atrativos corporativos, sabia? Por exemplo: isso mostra uma consciência aberta às novas ideias e um ambiente acolhedor, capaz de promover o respeito a todos. 

Para tanto, a organização tem que construir os seus pilares institucionais não apenas em teorias, mas em ações também. Coibir qualquer tipo de assédio e bullying, por exemplo, é uma prática fundamental — bem como o alinhamento de perfis profissionais com a identidade da empresa. Isso ajuda a reduzir as contratações equivocadas, por exemplo.

Só que essa é a primeira parte para o planejamento de um Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa. Confira, a seguir, outras sugestões para que a sua empresa embarque, de vez, no assunto!

 

Promova a inclusão

Como o seu setor de RH lida com a diversidade, atualmente? Faça uma avaliação preliminar e certifique-se de estender essa questão para toda a empresa, já que a performance de um profissional deve ser testada com base no seu desempenho, e não em particularidades de suas vidas pessoais.

 

Conscientize a todos

Campanhas de conscientização são relevantes em todo tipo de ambiente: mesmo aqueles que já trabalhem, ativamente na inclusão de todos. Afinal, existem sempre novas abordagens e assuntos que colocam à tona a questão, e alguns profissionais podem não estar a par.

E isso vale não apenas para ações internas, mas externas também. Desde mensagens de apoios a posicionamentos públicos contra ações de repressão contra a comunidade LGBTQ+. Dessa maneira, a sua empresa mostra que está, sim, colocando-se à frente de uma questão que ainda é um sinônimo de luta e resistência.

 

Use o marketing em seu benefício

Não há problema em usar as redes sociais para celebrar o Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa. Atenção, apenas, ao tom de voz, abordagem e até mesmo o humor utilizados na campanha.

Afinal de contas, a mensagem deve ser clara, objetiva e verdadeira, mas também deve conservar o DNA da empresa; a sua identidade. Qualquer tipo de posicionamento artificial pode ser facilmente percebido, o que minimiza o poder e a autenticidade da sua mensagem.

 

Estenda o Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa para o resto do ano

Inclusão, apoio e resistência: esses são os grandes sinônimos de ações para o Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa. Só que, mais importante do que aplicar essas ações no mês de junho, é elementar que essas situações de valorização se estendam ao resto do ano.

Ou seja: não transformar um assunto de tamanha importância em uma campanha sazonal, mas em uma estrutura inerente ao DNA da empresa, ao perfil dos colaboradores e, por fim, em toda a rotina e fluxo produtivo da organização.

E, caso você ainda queira saber um pouco mais sobre o assunto, estendendo-se às ações aqui vistas sobre o Dia do Orgulho LGBTQ+ na empresa, entenda como é importante a diversidade nas empresas!

 

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.