Desemprego na crise

Como lidar com desemprego na crise? 10 dicas que todo mundo pode aplicar

Você está se perguntando como lidar com desemprego na crise? Algumas estratégias podem te ajudar como:

  • faça um planejamento financeiro pessoal,
  • reduza gastos,
  • atualize-se e desenvolve profissionalmente,
  • mantenha o bem-estar psicológico e emocional,
  • avalie novas perspectivas na carreira,
  • faça uma autoavaliação,
  • aposte na sua rede de contatos,
  • opte por trabalhos freelancer,
  • dê atenção às redes sociais de maneira profissional;
  • procure ajuda profissional.

Leia também: Economia doméstica: como reduzir os gastos da sua casa

O número de desempregados no Brasil é de 12,3 milhões de pessoas, segundo dados de março de 2020 do IBGE. O desemprego na crise deve aumentar esse número nos próximos meses e para amenizar essa situação o brasileiro precisa de estratégias para saber como lidar com ele.

O primeiro segredo é não entrar em pânico para ter como lidar com desemprego na crise. Considerar essa situação como provisória pode ajudar nesse desafio.

Afinal, para ter como lidar com desemprego na crise é preciso considerar diversos aspectos, como:

  • financeiro,
  • emocional,
  • profissional.

Conseguir colocar esses três pontos em evidência pode ajudar em diversos aspectos.

Interessou-se pelo assunto? Siga em frente neste artigo e boa leitura.

Dicas para superar o desemprego na crise

O desemprego pode trazer um cenário muitas vezes assustador. A falta de dinheiro causa estresse financeiro e a falta de uma rotina de trabalho pode trazer diversos malefícios a vida pessoal e profissional.

No entanto, existem diversas formas de lidar com desemprego na crise. Confira abaixo algumas dicas para você evitar se desesperar nesse momento para conseguir superar o problema.

#1 Planejamento financeiro e diminuição de gastos

Conseguir equilibrar os gastos é um dos primeiros passos para lidar com desemprego. Priorize o que é necessário, como custos com alimentação.

O segredo nesse momento é segurar as pontas e poupar, evitando gastos desnecessários.

Inclusive a diminuição de gastos foi tema do nosso artigo “Como cortar gastos: 9 dicas para eliminar contas desnecessárias”.

Entre as dicas práticas para isso:

  • evite os empréstimos (se possível),
  • faça a negociação de dívidas que estão em aberto,
  • não utilize o cartão de crédito.

Mais do que válido, os esforços financeiros são necessários.

Até porque em tempos de crise é impossível prever o tempo em que será possível retornar ao mercado de trabalho.

#2 Atualização e desenvolvimento profissional

Saber como lidar com desemprego passa também por uma consciência de que ficar parado não é a solução.

Quem se entrega a situação de crise acaba não só perdendo mais espaço no mercado, mas regride na carreira.

Desse modo, o importante é não ficar parado, mesmo que sem emprego.

Busque cursos grátis, principalmente em EaD e aproveite esse momento para se atualizar e investir em desenvolvimento profissional. Atualmente, existem muito cursos de qualidade gratuitos ou com baixos custos na internet.

Adquira novas habilidades para quando uma nova oportunidade surgir você esteja pronto para agarrar a vaga com unhas e dentes.

Na crise a exigência do mercado se torna maior e quem estiver mais preparado tem maiores chances de conquistar um novo emprego.

#3 Manter o bem-estar psicológico e emocional

Um estudo da Associação Americana de Psicologia (APA) revelou que o desemprego pode duplicar o risco de:

  • depressão,
  • baixa autoestima,
  • crises de ansiedade.

Nesse caso é essencial manter a calma para ter como lidar com o desemprego sem um estresse e uma angústia exagerada.

Esse é o momento de não deixar ser tomado por pensamentos e ideias ruins.

Valorize suas qualidades, atualize seu currículo e não fique parado.

Tente ficar perto de pessoas que lhe fazem bem e faça coisas que o distraiam. Principalmente prepare-se para quando a oportunidade surgir.

#4 Buscar atividades temporárias

Considerar atividades temporárias é uma das possibilidades para lidar com desemprego na crise.

Conseguir um dinheiro extra nesse momento pode ajudar a superar essa fase.

Os chamados “bicos” podem suprir a falta de vagas em um mercado em que as oportunidades estão em baixa. A informalidade em trabalhos com foco em artesanato, alimentação e até mesmo transporte, como o Uber, são possibilidades temporárias, mas que podem ser eficazes.

Em tempos de crise, principalmente de isolamento social, considere as entregas via delivery para o seu serviço.

Você pode buscar renda extra de diferentes formas. Confira algumas dicas no vídeo abaixo.

#5 Avaliar novas perspectivas na carreira

Outra questão para saber como lidar com desemprego é ter flexibilidade profissional. Isso quer dizer, estar aberto a novas oportunidades de mercado.

Seja para mudar de área, função ou até aceitar uma vaga que esteja abaixo de seu currículo e qualificação.

Aceitar o novo é uma boa opção para sair do desemprego na crise. Contudo, isso depende de uma mudança de mentalidade, de enxergar não apenas determinada área, mas expandir o leque, nem que seja para nesse momento específico encontrar uma nova oportunidade.

#6 Fazer uma autoavaliação

O momento do desemprego também é importante para uma reflexão e uma autoavaliação profissional.

Assim, o profissional tem mais chances de identificar pontos fortes e principalmente fracos para ter como melhorá-los.

Para lidar com o desemprego na crise, portanto, passa também por uma extrema necessidade de reconhecer os próprios erros para ter suas capacidades potencializadas nesse período e voltar melhor para o mercado.

Muitas pessoas estão no mesmo barco que você, em busca de um emprego, e estar preparado para superar a concorrência é essencial para superar esse momento.

Leia mais: 6 erros comuns que os candidatos cometem nas entrevistas

#7 Apostar na sua rede de contatos

Indicações e o famoso networking podem ter bons efeitos em como lidar com desemprego.

Muitas pessoas acabam se fechando e não contam a ninguém sobre a atual situação.

Entretanto, compartilhar isso com a família e amigos pode abrir portas.

Quem sabe alguém pode ter alguma vaga para sugerir ou até mesmo indicar você.

É necessário acreditar e dar chance para as mais diversas possibilidades nesse momento.

Visto que um novo emprego pode vir de onde você menos esperar e a indicação pode ser o que você precisa.

#8 Optar por trabalhos freelancer

Uma boa alternativa para ter como lidar com desemprego na crise é aproveitar as oportunidades freelancer, com trabalhos realizados em casa.

O desemprego traz insegurança financeira e muitas pessoas não sabem como ter um rendimento extra para pagar as contas.

Sites diversos oferecem oportunidades para freelancers, onde é possível vender seu conhecimento e trabalho. Portanto, avalie suas habilidades e no que você é bom e onde pode oferecer seus serviços.

Você é expert em algum idioma? Ofereça serviços de tradução.

Sabe como editar um vídeo? Procure vagas para editar projetos e trabalhos de Youtubers.

É bom com escrita? Sites como 99Freelas oferecem diversas oportunidades em produção de conteúdo.

Para saber como lidar com desemprego considerar os freelas é uma chance de abrir novas portas e até mesmo transformar esse trabalho em algo fixo.

#9 Dar atenção às redes sociais

As redes sociais já têm um papel extremamente importante nos processos de seleção atuais.

Quanto mais nos momentos de crise, onde os recrutadores estão ainda mais de olho no que os seus “candidatos” estão postando.

Dessa forma, para ter como lidar com desemprego, principalmente na crise atual, e a busca por novas oportunidades, zele por suas redes sociais e pelo que você posta. É importante não só cuidar, mas mantê-las atualizadas, principalmente o LinkedIn.

Esse espaço ganhou ainda mais força com o isolamento social e um perfil atualizado e atrativo pode chamar a atenção de alguma empresa e dos recrutadores.

Se você não sabe como usar e destacar seu perfil do LinkedIn, indicamos que assista ao vídeo abaixo.

#10 Procurar ajuda profissional

Como citamos anteriormente é comum que o desemprego gere estresses na vida de quem não tem um salário garantido para suprir suas necessidades.

Se isso começar a gerar traumas e a sensação de impotência for dominante, o tratamento médico e psicológico é a melhor opção.

Mesmo em tempos de isolamento social, profissionais da área de psicologia e psiquiatria mantém seus atendimentos online e podem ser de grande valia. Esse suporte inclusive pode ser necessário para fazê-lo sair da crise.

Quem tem pensamentos ruins o tempo todo consegue criar uma mentalidade de fracasso e acaba não conseguindo reconhecer seus talentos.

Neste sentido um profissional especializado pode oferecer ferramentas para que a esperança e o ânimo sejam os principais aliados nesse momento difícil.

É importante colocar em mente que o momento do desemprego é apenas uma fase e que com empenho e dedicação é possível superá-lo o mais rápido possível.

Mesmo com essas dicas, algumas pessoas, infelizmente, precisam recorrer a empréstimos. Se esse for o seu caso, antes, acesse nosso artigo, Empréstimo pessoal online: o que é , como usar e vantagens do crédito!” e dê esse passo de forma segura.

Lidando com os impactos da crise

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, mais de 25 milhões de pessoas ficarão sem emprego na crise. Por isso, saber como lidar com desemprego é primordial nesse momento.

Considerar que essa situação não impacta apenas a vida financeira também pode fazer a diferença. Pois assim, é possível encontrar alternativas para lidar com questões emocionais e profissionais.

Dentro desses três pontos existem importantes cenários em que se torna possível saber como lidar com desemprego. Pontos que se relacionam:

  • ao planejamento financeiro,
  • à atualização profissional,
  • ao bem-estar psicológico.

Dividir esses aspectos e não levá-los em conta juntos pode desestabilizar a forma como o profissional precisa lidar com a situação.

Em meio a um cenário de desemprego é importante não se desesperar e principalmente não ficar parado.

Quando falamos de não ficar parado estamos nos referindo a buscar alternativas que façam com que a sua vida se movimente. Seja fazendo freelas, cursos gratuitos ou até por meio de uma autoavaliação.

Saber como lidar com desemprego na crise é fundamental, ainda mais em um mercado tão volátil como o que vivemos.

Se você gostou do nosso artigo, compartilhe nas redes sociais e ajude mais pessoas a conseguirem lidar com o desemprego.

Esse artigo foi escrito pelo Xerpay, um aplicativo que permite que os colaboradores de empresas antecipem parte de seus salários quando quiserem de forma simples e instantânea. Gostou? Então conheça mais sobre esse novo modelo de pagamento sob demanda.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.