Demitiu a funcionária e ela está grávida? Saiba como fazer a reintegração

funcionária grávida

Apesar de a empresa ter o direito de demitir um funcionário sem motivos aparentes, alguns fatores podem impedir que isso aconteça. A gravidez de uma funcionária é um deles, e pode acontecer de ela ser descoberta pela empresa somente depois da demissão já ter sido terminada. Se esse for o caso, será necessário reintegrá-la, ou seja, colocá-la de volta no trabalho. Veja abaixo como agir:

 

Pague os dias não trabalhados

Todo o período da funcionária sem trabalhar precisará ser pago, já que ela foi impedida de atuar pela própria empresa. Como a demissão aconteceu, desconte apenas o valor que foi pago a ela com a rescisão (até 30% da remuneração total).

 

Peça a devolução do FGTS

Se a funcionária demitida já tiver retirado o dinheiro do FGTS, inclusive a multa de 40%, peça que ela devolva o valor à Caixa após preencher a RDF – Retificação com devolução de FGTS – e entregar em uma agência. Você também precisará fazer uma RDT – retificação de dados do trabalhador – corrigindo os seus dados de vínculo empregatício.

 

Coloque a funcionária para trabalhar novamente

Assim que tudo estiver acertado, a trabalhadora deverá voltar ao trabalho sem nenhum problema. Não será preciso pagar multas por conta da confusão.

 

Evite problemas no futuro

Apesar de não ser algo grave, a demissão de uma funcionária grávida costuma causar dores de cabeça desnecessárias e pode até mesmo criar um passivo gerador de danos morais caso ela acredite que foi constrangida. Uma maneira de incentivar que a gravidez seja anunciada o mais rápido possível é oferecer alguns benefícios, como o Kit Enxoval e o Kit Neném, e oferecer estes kits apenas a quem comunicar sobre gravidez o quanto antes. Isso é uma prática comum de muitas empresas, com custo relativamente baixo e que pode ajudar a sua empresa a melhorar o clima com as funcionárias grávidas!

Se interessou pelo assunto? Nós também temos um eBook que fala mais detalhes sobre como lidar com funcionárias grávidas! Clique aqui para baixar grátis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *