Inscreva-se

Custos de turnover: quais são os impactos da rotatividade na empresa?
Admissão

Custos de turnover: quais são os impactos da rotatividade na empresa?

Turnover é um indicador que balanceia a média de entrada e saída de colaboradores em um dado período. Para o RH, o sinal de alerta é ligado quando há uma desproporção nesse número, gerando excesso nos custos de turnover.

Os principais custos de turnover são:

  • despesas com as rescisões de cada colaborador desligado da empresa;
  • custos em recrutamento externo (como a publicação de anúncios ou a contratação de headhunters) ou interno, além do processo de seleção;
  • investimento em treinamentos e na integração dos recém-contratados;
  • baixa produtividade, devido ao processo de integração, que se traduz em resultados menos promissores durante um período.

A elevada rotatividade — ou turnover — de profissionais em uma empresa não preocupa apenas pelos problemas relacionados às demissões em determinado período, sabia?

Pois além da perda de talentos internos e o tempo de integração das novas contratações, a empresa é impactada negativamente por conta dos custos de turnover.

E, acredite: são cifras que vêm de diversas direções. Elas prejudicam os investimentos em curto e médio prazo quando o índice de turnover é negligenciado pelo setor de RH.

É por conta disso que, ao longo deste artigo, nós vamos apresentar para você os custos de turnover e quais são as causas envolvidas nos principais gastos quando a empresa ignora o monitoramento dos índices de rotatividade na empresa. Boa leitura!

 

O conceito de turnover

Em poucas palavras, trata-se de um indicador que balanceia a média de colaboradores que se demitiram — ou foram demitidos — e o número de admitidos no mesmo período.

O índice é algo considerado natural. Afinal de contas, não há organização que sobreviva sem uma contratação ou demissão, ocasionalmente. O que deve ligar o sinal de alerta para a equipe de RH é a desproporção nesse número.

Para especialistas do ramo, um turnover ideal gira em torno de até 5%. Acima disso existe a necessidade de avaliar as causas dessa rotatividade elevada e minimizá-las.

Até por isso, recomendamos a leitura deste artigo, que explica detalhadamente como calcular o índice de turnover na sua empresa!

 

Os impactos do turnover

Antes de explorarmos os custos de turnover, convém colocar sob perspectiva todos os impactos relacionados à alta rotatividade de recursos humanos na empresa.

Um deles é a necessidade de recorrer ao mercado, constantemente, em busca de mão de obra qualificada para repor as perdas. Além do tempo investido em treinamento e integração.

Além disso, todo profissional que sai de uma empresa leva consigo a expertise, a afinidade e os conhecimentos técnicos naquele fluxo de trabalho. Algo que um recém-contratado dificilmente vai suprir em curto prazo.

Então, podemos dizer que a produtividade dessa equipe também é influenciada negativamente até que recupere o ritmo.

Recomendamos que você baixe esse eBook gratuito. Nele você aprenderá a criar estratégicas eficazes para reter talentos e melhorar o índice de turnover na sua empresa. Responda o formulário e receba:


Os custos de turnover

Com um pouco de atenção dá para perceber que todas as situações acima exploradas custam — direta ou indiretamente — à empresa. Quando ocorrem muitas demissões imprevistas, em pouco tempo, esse custo é sentido na saúde financeira da empresa.

Quer saber de quais maneiras? Veja, a seguir, os principais custos de turnover:

  • despesas com as rescisões de cada colaborador desligado da empresa;
  • custos em recrutamento externo (como a publicação de anúncios ou a contratação de headhunters) ou interno, além do processo de seleção;
  • investimento em treinamentos e na integração dos recém-contratados;
  • baixa produtividade, devido ao processo de integração, que se traduz em resultados menos promissores durante um período.

Só que, em um ambiente corporativo, o prejuízo não é só alguma coisa monetária. Indiretamente, os custos de turnover são mensuráveis pelo tempo também.

Pense, por exemplo, no quanto o setor de RH vai investir no processo de seleção, treinamento, integração, feedbacks e cálculos com as rescisões?

Quando o índice de turnover está acima do aceitável, muitos profissionais estão se dedicando a uma tarefa que, além de custosa, pode ser considerada desnecessária.

E é aí que entra a relevante ação dos profissionais de RH em reconhecer o problema ou as situações que estejam movimentando as entradas e saídas na empresa, para solucioná-los.

 

O controle do turnover na empresa

Uma série de fatores pode fazer com que o índice de turnover vá às alturas, como:

Entre outras situações que podem se configurar na motivação da empresa em demitir um ou mais colaboradores, ou no desejo deles em buscar novas oportunidades.

A questão é: como o RH pode desempenhar um papel importante em reduzir o turnover?

 

Melhorias no processo de contratação

O primeiro passo é a partir da identificação de todo o processo de admissão da empresa. Quando bem-estruturado, ele está alinhado ao perfil exigido para ocupar cada vaga.

Do contrário, as contratações se tornam apostas, e não investimentos. Algumas alternativas para qualificar essa atividade:

  • padronize as entrevistas de acordo com as exigências para cada cargo (algo que pode ser feito em parceria com o gestor de cada equipe);
  • avaliar, internamente, quais são os cargos com mais rotatividade e quais são os pontos em que eles mais deixam a desejar, visando minimizar isso no processo de contratação;
  • estabelecer testes ou dinâmicas em grupo que simulem as responsabilidades que o candidato teria se assumisse aquela posição.

 

Inspire e motive as equipes

Ações motivacionais são boas soluções para reduzir os custos de turnover na empresa. Sem falar na presença de líderes que engajem, envolvam e inspirem os seus colaboradores.

Isso é importante para evitar a insatisfação coletiva, algo que gera excessivos — e desnecessários — custos para a organização.

Por sua vez, essas ações se traduzem em resultados melhores. Pois é consenso que uma equipe motivada produz mais e melhor.

 

Realize entrevistas demissionais

O índice de turnover acontece mais por decisão dos colaboradores? Então, por meio de entrevistas de desligamento é possível identificar as causas para isso.

Consequentemente, o RH da empresa está munido de informações relevantes para avaliar o elevado índice de turnover. Algo que faz toda a diferença para reduzi-lo.

E lembre-se que o turnover, em si, não é uma sombra que paira sobre as empresas. Reduzi-lo a zero é algo impossível e nem um pouco recomendável, inclusive. Afinal, a renovação é mais que bem-vinda, muitas vezes, para dar fôlego à empresa — e também aos profissionais.

Por isso, atenção apenas para que os custos de turnover não se tornem uma regra, no orçamento mensal, em vez de ser a exceção aceitável em uma rotina corporativa.

 

Agora, para saber mais a respeito de outras questões relevantes para o seu dia a dia no RH, assine a nossa newsletter (preenchendo seu endereço de e-mail no canto inferior direito do nosso blog) para receber todas as nossas novidades em primeira mão!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *