Cursos de finanças

10 cursos de finanças gratuitos: o que você precisa saber antes de se inscrever

Você já imaginou se desde criança tivesse orientações sobre como administrar o seu próprio dinheiro? Ou até mesmo se tivesse participado de cursos de finanças para controlar seus gastos e gerir melhor quanto você ganha?

Não há dúvidas de que sua saúde financeira atual seria bem melhor. Porém, a boa notícia é que ainda há tempo para se organizar financeiramente, uma vez que a saúde financeira é fundamental para o seu futuro.

Neste sentido muitas instituições têm oferecido cursos gratuitos sobre finanças para ajudar as pessoas a se planejarem financeiramente.

Já que boa parte dos brasileiros não tem a mínima noção de educação financeira e comprometem seus ganhos todos os meses.

Uma pesquisa do SPC Brasil em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que 45,8% dos brasileiros não controlam o orçamento, até mesmo por não saberem como fazer.

Pensando em tirar você desta lista, neste artigo vamos:

  • falar sobre a importância dos cursos de finanças;
  • apresentar as vantagens para quem opta por fazer um curso de finanças;
  • listar os principais erros cometidos pela falta da educação financeira;
  • apresentar os principais cursos de finanças gratuitos.

Quer organizar suas finanças da forma correta? Leia esse artigo e conheça os cursos gratuitos de educação financeira te vão te ajudar a ser mais assertivo no seu controle orçamentário.

O que é educação financeira?

A educação financeira nada mais é do que um conjunto de habilidades capaz de contribuir para que a pessoa que a possua controle seu dinheiro da forma correta.

Isto é, quem possui uma educação financeira busca administrar as finanças sempre com o objetivo de prosperar e acumular patrimônio.

Ou seja, ela tem gastos de forma responsável e está sempre fazendo contas para não comprometer o orçamento.

Valorizando assim não só o seu dinheiro no presente, mas potencializando o rendimento dele pensando no futuro.

A educação financeira normalmente é adquirida por meio dos cursos de finanças que oferecem técnicas para que a pessoa seja capaz de medir riscos e avaliar seus gastos e investimentos, sempre vislumbrando a saúde financeira.

Quais os objetivos dos cursos de finanças?

O endividamento das famílias cresceu 64,1% em 2019, indicou uma pesquisa do Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Os gastos desenfreados e a falta de planejamento familiar dentro da economia doméstica, são os principais fatores que causam esse problema e é exatamente nesse ponto que os cursos de finanças agem.

A proposta é que você dê o real valor ao seu dinheiro. Para isso, são propostas mudanças de hábitos de consumo e de investimento para que ao invés de você perder dinheiro todos os meses, você ganhe ou pelo menos preserve e poupe o que faturou.

Entre os principais objetivos dos cursos de finanças podemos destacar:

  • melhor avaliação dos riscos de investimento;
  • identificar problemas financeiros e criar soluções;
  • fazer um uso mais adequado do dinheiro;
  • construir da forma correta o orçamento familiar;
  • planejar o futuro de maneira segura;
  • oferecer estratégias para economizar e poupar dinheiro.

Quais os erros cometidos pela falta de educação financeira?

48,1% dos brasileiros acreditam que sabem se organizar financeiramente, embora 29,3% reconhecem que fazem as contas apenas de cabeça, indicou a pesquisa da CNDL e SPC.

Essa falta de planejamento e organização faz com que muitos cometam erros básicos pela falta da educação financeira e que podem trazer inúmeros prejuízos ao orçamento familiar e pessoal.

Sendo assim, listamos a seguir os principais erros cometidos pela falta de educação financeira, que poderão ser resolvidos com os cursos sobre finanças:

  • Compras parceladas
  • Falta de pesquisa
  • Compras por impulso
  • Revisão de gastos

Compras parceladas

Uma pesquisa do Guiabolso revelou que 1/3 da população tinha comprometido 51% da própria renda em função de compras parceladas. Aliás, esse é um dos principais erros cometidos pela falta de educação financeira.

Isso porque, o consumidor que não se organiza financeiramente visualiza apenas o valor da parcela e não o total da compra, comprometendo seu orçamento durante meses ou até anos.

Nesse caso, os cursos de finanças podem auxiliar sobre a melhor forma de comprar e quanto utilizar o crédito como alternativa viável.

Falta de pesquisa

Um erro bastante comum para quem nunca se interessou por educação financeira ou por cursos de finanças é não realizar a importante pesquisa de preços.

Ela se torna fundamental para quem deseja não só pagar mais barato, mas também economizar e consequentemente conseguir juntar dinheiro.

Já que, quanto menos você gasta em algum produto, melhor para as suas finanças.

Portanto, antes de realizar qualquer compra pesquise e compare os valores dos produtos em duas ou três lojas.

A pesquisa de preços é fundamental na educação financeira.

Compras por impulso

Quem nunca comprou algo sem necessidade que atire a primeira pedra. Aliás, no Brasil 60% da população admite ter feito compras por impulso, mostrou o CNDL e SPC Brasil.

Esse tipo de compra pode não só comprometer seu orçamento mensal, mas deixá-lo endividado sem necessidade.

Leia também: Estou endividado, e agora? GUIA completo de como sair do endividamento e voltar a “respirar”

Nos cursos de finanças é recomendado que você pense milhares de vezes antes de efetuar uma compra, principalmente se o valor for alto. Sugere-se também que se evite ao máximo o uso do cartão de crédito.

O ideal é que você se pergunte sempre: “eu realmente preciso disso?” antes de comprar algo.

Revisão de gastos

O corte de gastos é parte importante para quem deseja economizar e poupar dinheiro todos os meses.

Por isso, um dos pontos em que os cursos de finanças podem ajudar está no conjunto de técnicas que eles oferecem para o planejamento e revisão dos gastos.

O ideal é que mensalmente ou semanalmente seja feita uma planilha sobre o quanto você gastou. Desde gastos com contas fixas como luz, água e internet como as variáveis como comer fora, idas ao cinema e etc.

Tudo precisa estar na ponta do lápis para que você possa ter uma visão macro sobre seus ganhos e gastos para que seja possível economizar.

Seja diminuindo o número de vezes em que você pede comida ou come fora, cortando o plano de TV ou até evitando deslocamentos de carro.

Cursos de finanças gratuitos: quais as opções disponíveis?

Agora que conhecemos a importância dos cursos de finanças para manter a saúde financeira em dia, vamos listar abaixo alguns dos principais cursos gratuitos de educação financeira pessoal:

  1. Senai
  2. FGV
  3. Mercado de Ações – B3
  4. Tesouro direto
  5. ANBIMA
  6. Comissão de Valores Mobiliários (CVM)
  7. Sebrae
  8. Banco Central do Brasil
  9. Associação Brasileira de Planejadores Financeiros
  10. Serasa Experian

Senai

O Senai está na lista por ser considerado o maior complexo de educação profissional da América Latina e um dos cinco maiores do mundo.

Ele oferece inúmeros cursos gratuitos e um deles é focado na importância da educação financeira para obter maior qualidade de vida e motivação no dia a dia, trata-se do curso “Competência transversal – Finanças pessoais”.

  • Carga horária: 14 horas
  • O que será abordado: gestão das dívidas, possibilidades de investimento no mercado, descoberta sobre seu perfil financeiro e planejamento das finanças pessoais.

FGV

Presente em mais de 110 cidades do Brasil, a FGV é referência no setor de ensino no país, oferecendo desde cursos de MBA e Pós até os cursos EAD gratuitos.

O curso gratuito de educação financeira tem o nome de “Fundamento de Finanças” e é ideal para quem precisa de uma visão inicial sobre administração financeira e tomadas de decisão.

  • Carga horária: 5 horas
  • O que será abordado: comportamento do investidor, fluxo de caixa, lucro e riqueza, investimentos e questões fundamentais relacionadas aos fundamentos das finanças.

Mercado de Ações – B3

Já pensou em dar um direcionamento melhor para suas finanças investindo no mercado de ações?

A B3 possui uma plataforma de educação financeira com diversos cursos de finanças.

O espaço oferece desde vídeos explicativos a artigos, infográficos e e-books.

O cadastro é rápido e fácil, permitindo não só que você obtenha dicas para organizar suas finanças, mas também aprenda como começar a investir o seu dinheiro.

Tesouro direto

O Tesouro Direto passou a ser um dos investimentos tido como queridinho de quem quer ir além da poupança.

Pensando nisso o próprio site do Tesouro Direto, em parceria com a escola de Administração Fazendária (Esaf), organizou cursos de finanças em três módulos:

  • básico,
  • intermediário,
  • avançado sobre como investir no Tesouro Direto.

Ele é indicado tanto para quem já conhece sobre esse tipo de investimento e quer se especializar como para quem é iniciante e deseja aprender a investir.

ANBIMA

A Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (ANBIMA) oferece em seu site inúmeros cursos de finanças gratuitos para os mais diferentes tipos de perfis.

Existem desde cursos mais básicos como:

Assim, é possível não só ter um suporte para manter suas finanças em dia como conhecer os riscos do mercado e as melhores possibilidades de investimento.

Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

A CVM dispõe de diversos cursos de finanças gratuitos e um deles, o “Educação Financeira para Jovens”, é um convite para que as pessoas reflitam sobre o consumo consciente e a importância das finanças no futuro.

O curso aborda assuntos como:

  • orientação ao planejamento financeiro;
  • diferenças entre investir e poupar;
  • equilíbrio financeiro;
  • cultura da poupança.

Sebrae

Um dos cursos de finanças de destaque do Sebrae é o de “Gestão Financeira”. Apesar do foco no empreendedor os quatro módulos de curso gratuito sobre finanças têm como objetivo contribuir para que as pessoas consiga potencializar seus resultados financeiros.

Isso tudo por meio de estratégias de análise e controle do orçamento.

  • Carga horária: 3 horas
  • O que será abordado: fluxo de caixa, análise e controle de estoques, giro de caixa e gestão financeira.

Banco Central do Brasil

O Banco Central do Brasil oferece dois cursos de finanças gratuitos que buscam permitir às pessoas uma visão mais ampla sobre o gasto consciente e a relação com o dinheiro.

Formação de Multiplicadores da Série “Eu e Meu Dinheiro e “Gestão de Finanças Pessoais” contribuem para a construção de um orçamento familiar e pessoal da forma correta.

  • “Gestão de Finanças Pessoais”
  • Carga horária: 20 horas
  • O que será abordado: orçamento pessoal e familiar, investimento e poupança, crédito e endividamento e a relação com o dinheiro.
  • Formação de Multiplicadores da Série “Eu e Meu Dinheiro”
  • Carga horária: 10 horas
  • O que será abordado: uso do crédito, a importância de poupar, consumo consciente e orçamento familiar.

Associação Brasileira de Planejadores Financeiros

A Planejar desenvolveu um curso gratuito na área de finanças para quem deseja adquirir experiência no sentido de organização dos próprios gastos.

Com uma linguagem simples a ideia é que o curso alcance mesmo quem não tenha conhecimento sobre análise e estratégia na área de finanças pessoais.

  • Carga horária: 16 horas
  • O que será abordado: gestão financeira, fluxo de caixa, finanças comportamentais, análise e estratégia de orçamento.

Serasa Experian

O curso básico de orientação financeira da Serasa Experian apresenta de forma interativa a educação financeira e seus fundamentos básicos.

O objetivo do curso é que ajude não só o público em geral, mas também os pequenos empreendedores.

Ao longo do curso você aprenderá sobre:

  • Orçamento doméstico;
  • Pagamento de dívidas;
  • Priorização de pagamentos;
  • Divisão de ganhos e despesas.

O vídeo abaixo já vai te dar poderosos insights! Confira!

Qual a importância dos cursos de finanças?

Os cursos de finanças muito mais do que alternativos se tornaram essenciais para quem deseja criar construir um orçamento de forma efetiva.

Cuidar das finanças não apenas influencia no presente, mas é impacta diretamente na construção do futuro.

Contudo, para manter a saúde financeira é necessário conhecer o básico sobre gerenciamento do dinheiro. E não só isso, apenas quem sabe o real valor de suas finanças consegue prosperar e acumular patrimônio.

O melhor de tudo é que muitos cursos de finanças oferecem as ferramentas ideais para quem deseja poupar e aprender como investir no mercado de maneira assertiva.

Ao longo desse conteúdo apresentamos diversas opções de cursos gratuitos sobre finanças voltados para a gestão financeira pessoal e investimentos.

Cursos de finanças que não só dão um apoio e expõem a importância da educação financeira, mas apresentam situações do dia a dia para que todos possam se identificar.

Aliados do controle financeiro

Uma das formas de controlar e planejar suas finanças é fugindo das armadilhas financeiras como o cheque especial e  cartão de crédito.

A questão do endividamento pessoal também é uma preocupação para empresas. Afinal, funcionários endividados podem afetar diretamente a produtividade e a qualidade do ambiente de trabalho. Não é possível mais ignorar o bem estar financeiro dos colaboradores. É preciso estar com eles “nessa”.

Por isso, se você trabalha ou é dono de uma empresa saiba que a organização pode contribuir muito para ajudar seus colaboradores quitarem suas dívidas e a colocarem em prática o planejamento financeiro pessoal traçado.

Cuidar da saúde financeira dos colaboradores vai garantir:

  • mais produtividade;
  • menores taxas de turnover;
  • menos estresse no trabalho, além de trazer muitos outros benefícios.

Por isso, que tal levar uma dica super estratégica para a gerência da empresa? O Xerpay é um sistema que permite empresas adotarem o modelo de salário on demand.

A integração é rápida e simples. Assim que seus funcionários se cadastrarem, eles podem fazer saques imediatamente.

Fale com um especialista e descubra ainda mais ganhos que a sua empresa pode ter ao oferecer um benefício como o Xerpay.

Quer ficar por dentro dos melhores conteúdos de educação financeira? Assine a nossa newsletter e saiba como investir seu dinheiro da forma correta.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.