cultura de crescimento

Cultura de crescimento: descubra por que adotá-la na empresa

Desenvolver uma cultura de crescimento é um dos caminhos mais efetivos para uma empresa se destacar no mercado. Afinal, a cultura organizacional representa os principais valores da companhia, sendo de suma importância para construir sua identidade e guiar o comportamento dos colaboradores.

Logo, se a empresa tem no DNA a busca por resultados acima da média, as chances de se sobressair em relação aos concorrentes são muito maiores. Pensando nisso, reunimos neste post tudo o que você precisa saber para criar esse ambiente na sua organização. Confira a seguir!

 

O que é a cultura de crescimento?

Cultura de crescimento é um tipo de cultura organizacional voltado para a expansão dos negócios. Nela, todos os processos têm foco em conquistar uma fatia maior do mercado e estabelecer a empresa como uma das maiores em seu ramo de atuação.

Esse crescimento deve ser constante, ou seja, se manter no mesmo nível mês a mês. Se você observar um pico de crescimento em algum momento, seja cauteloso, pois provavelmente ele não é sustentável. Descubra os reais motivos do faturamento mais alto e pense em maneiras de fazer com que ele se repita mais vezes.

Na busca por números excepcionais, muitas empresas criam uma cultura que prioriza apenas a alta performance. Porém, a corrida desenfreada pelo desempenho perfeito gera fatores que minam a produtividade dos colaboradores. A pressão desequilibrada aumenta o estresse, sobrecarrega a equipe e cria instabilidade profissional.

Em vez de almejar apenas resultados a curto prazo, a cultura de crescimento olha mais adiante. Além da busca por metas, é preciso cuidar de perto da evolução de cada funcionário, observando suas dificuldades e necessidades. Assim, a equipe se torna mais engajada, passando a entregar excelentes resultados ao longo do tempo.

 

Quais são os principais valores da cultura de crescimento?

Tudo na cultura de crescimento envolve criar um ambiente que estimule a produtividade, a criatividade e o compartilhamento de experiências.

Para isso, há alguns valores básicos que devem ser seguidos por todos os líderes e colaboradores. Confira a seguir quais são essas características.

 

Segurança

Um erro comum a muitos profissionais é tentar acusar outra pessoa sempre que algo dá errado. Isso gera insegurança, pois todos se sentem pressionados e ficam com medo de represálias.

Na cultura de crescimento, todos os membros da empresa devem estar preparados para tomar responsabilidade por suas próprias falhas.

Essa atitude deve começar pelos líderes, que servem de exemplo para os demais colaboradores. Se os gestores agem com justiça e transparência, os subordinados tendem a replicar esse comportamento. Assim, o time passa a ter mais autonomia, responsabilidade e conquistar resultados melhores no dia a dia.

 

Aprendizado contínuo

Uma das principais características da cultura de crescimento é estimular o aprendizado contínuo.

Estabeleça uma gestão aberta, com espaço para questionamentos, sejam eles quais forem. Ninguém deve ser julgado por uma pergunta, por mais óbvia que ela pareça. Assim, todos se sentem à vontade para tirar dúvidas e melhorar o próprio desempenho.

Além disso, cuide da evolução profissional dos funcionários. Ofereça treinamentos que potencializam suas virtudes e os ajude a desenvolver novas habilidades. Dessa forma, todos saem ganhando: o colaborador, que aumenta suas chances de crescer na carreira; e a empresa, que passa a contar com uma equipe mais preparada.

 

Inovação

Inovar é fundamental para uma empresa crescer. Por isso, a busca por novas experiências, ousadia e coragem deve fazer parte da rotina da organização.

Parece fácil na teoria, mas são poucos os gestores conseguem colocar isso em prática. Isso porque pensar fora da caixa envolve correr riscos, e a maioria das empresas é muito pouco tolerante a erros.

No entanto, para conquistar um crescimento efetivo, é preciso mudar esse padrão. Permita que os profissionais apresentem e testem suas ideias. Dê a eles todo o apoio necessário para que desenvolvam seus projetos da melhor forma possível. Muitos não trarão resultado nenhum, mas aquele que der certo pode fazer a empresa mudar de patamar.

 

Feedbacks

Os feedbacks são um dos grandes pilares da cultura de crescimento. Tenha em mente que não basta uma avaliação de desempenho formal e periódica, como é comum em grandes empresas. Para surtirem efeito, os feedbacks precisam ser contínuos.

Elogie, faça críticas construtivas e ajude os colaboradores a evoluírem todos os dias. Não espere uma data no ano ou a cada seis meses para dizer aos funcionários quais são suas falhas e acertos. Assim a evolução se torna mais rápida, tanto para os profissionais quanto para a empresa.

Além disso, não são apenas os gestores que devem dar feedbacks. Permita que os funcionários também façam avaliações sobre seus líderes e pares. Com isso, todos assumem o compromisso de ajudar no desenvolvimento das pessoas e da organização.

 

Empatia

Uma verdadeira cultura de crescimento também envolve se prestar atenção em como as pessoas se sentem e se comportam. Por isso, considere sempre as necessidades pessoais dos colaboradores, além das profissionais.

Seja flexível, escute o que os colaboradores têm a dizer e procure não sobrecarregar a equipe. Os líderes devem estar sempre abertos ao diálogo e a ajudar os funcionários no que eles precisarem. Isso faz com que o time tenha mais confiança nos gestores e se sinta mais seguro para desempenhar um bom trabalho.

 

Clima positivo

O crescimento da empresa está diretamente relacionado à produtividade da equipe. Como vimos ao longo do artigo, são muitos os fatores que influenciam o desempenho, e um dos principais é a qualidade do clima organizacional.

Não é novidade o fato de que colaboradores satisfeitos com o ambiente de trabalho produzem mais e melhor.

Por isso, implemente ações que mantenham o clima na empresa sempre em alta. Promova happy hours, eventos de reconhecimento e estimule o bom relacionamento entre todos os membros da equipe. Assim você garante bons resultados e crescimento constante para a organização.

Para isso, é sempre bom aplicar uma pesquisa de clima organizacional! Assim a empresa é mais assertiva nas estratégias e resultados. Selecionamos um material que auxiliará você nisso, clique aqui.

 

Agora que você já sabe como desenvolver uma cultura de crescimento, que tal colocar o que aprendeu em prática?

Tenha em mente que a performance não deve ser o único foco da empresa no dia a dia, e sim a satisfação e engajamento da equipe. Dessa forma, você garante uma evolução muito mais eficiente e duradoura!

 

Gostou do artigo? Deixe um comentário com suas dúvidas e opiniões! Conta para a gente como funciona a cultura da sua empresa!

 

 

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.