Escrevi errado na Carteira de Trabalho. E agora?

carteira de trabalho

Anotações na Carteira de Trabalho devem sempre ser feitas com muita atenção. Já que a CTPS é um documento oficial, quaisquer erros podem prejudicar o trabalhador caso ele precise dessas informações no futuro ao trocar de emprego.

Mesmo assim, é claro que acidentes acontecem. Seja por você ter centenas de CTPS para atualizar no mesmo dia ou por simples descuido, pode ser que algum número saia errado ou alguma informação seja colocada no campo errado. Como consertar da maneira correta?

Primeiro, vamos falar do que você não deve fazer caso haja erro:

  1. Não risque a informação: a CTPS não pode conter rasuras.
  2. Não use corretivos, “branquinho” ou borracha de caneta: isso danifica a página e também conta como uma rasura
  3. Não grampeie papel com a correção: essa é infelizmente uma prática muito comum nas empresas para corrigir erros. Ela não é permitida pois só anotações feitas nas páginas da CTPS são consideradas como válidas oficialmente. Muitos órgãos do governo não aceitam informações corrigidas desta maneira como sendo válidas. Fora que um papel solto e grampeado é muito fácil de ser perdido.
  4. Não cole etiqueta sobre o erro: tampar uma informação com outra pode deixar a entender que houve fraude na informação.

Vamos supor que uma anotação de valor de salário foi feita errada. Siga os passos abaixo para corrigir de um jeito que não trará problemas para o trabalhador depois:

  1. Abra a CTPS na parte de Anotações Gerais e veja qual é o número de página que tem espaço para escrever.
  2. Anote o número da página em algum lugar para lembrar dele.
  3. Vá para a página onde há o erro e coloque um asterisco * sobre a informação errada.
  4. Escreva perto do asterisco: “vide página [X]” – troque [X] pela página das Anotações Gerais que tem espaço para escrever
    1. Exemplo: sobre o valor de salário escrito errado, escreva um asterisco e a frase “vide página 45” que é a página em que vamos colocar a correção
  5. Anote o número desta página onde ocorreu o erro para lembrar dela.
  6. Vá até a página das Anotações Gerais e escreva o que será corrigido, no seguinte formato: “Lê-se corretamente na página [Y] no termo [nome do campo que contém o erro] a informação [informação correta]”, sendo:
    1. [Y] a página onde houve o erro
    2. [nome do campo que contém o erro] aqui escreva qual informação está sendo corrigida, como por exemplo Valor de Salário, Data de Saída, Nome da Empresa ou seja qual for o lugar em que o erro ocorreu. Pode escrever exatamente com o mesmo nome que a informação tem na CTPS
    3. [informação correta] aqui escreva qual é a informação correta
    4. Ou seja, nosso exemplo ficaria algo como: “Lê-se corretamente na página 23 no termo salário a informação R$3000”

Pronto! A correção está feita. Lembre-se de devolver a Carteira de Trabalho para o funcionário em até 48 horas após ele ter lhe entregue o documento e peça que assine um termo de devolução.

 

Se a Carteira de Trabalho não tiver mais espaço?

Caso a carteira esteja sem nenhum espaço disponível nas Anotações Gerais para a correção, será necessário pedir que o funcionário tire uma Carteira de Trabalho de Continuação. Ele pode agendar pelo telefone ao ligar em 158 ou no site do Ministério do Trabalho em http://saaweb.mte.gov.br/

Quando você receber a nova carteira, faça a anotação do dado na carteira nova normalmente.

Se tiver mais alguma dúvida, deixe nos comentários!

 

(Visited 1 times, 1 visits today)

2 thoughts on “Escrevi errado na Carteira de Trabalho. E agora?

  1. Rosana Responder

    Se a CTPS não tiver mais espaço quando receber a outra, eu como empregador, devo carimbar no campo do empregador registro da empresa? Ou não há necessidade?

    • Carolina Garcia Responder

      Caso o funcionário tenha uma CTPS e nela esteja preenchida toda a parte de registro, é só comunicar ao funcionário que compareça ao poupa tempo ou ministério do trabalho e peça uma nova CTPS. Com a Nova CTPS em mão se faz o registro normal da empresa, não precisa registrar em outra parte da carteira antiga e na carteira nova, deve registrar na carteira nova o contrato do empregador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *