A contratação errada é um problema grave, nas organizações, pois interfere na produtividade coletiva, de cada equipe, e pode evoluir para sintomas crônicos se essas questões não forem diagnosticadas, e solucionadas, rapidamente. Entre as principais consequências, destacamos as seguintes:

  1. Desalinhamento no perfil de contratação;
  2. Impacto na harmonia da equipe;
  3. Reflexo no nível de excelência promovido pela empresa;
  4. Tempo extra no desenvolvimento de profissionais;
  5. A contratação errada dificulta a atração e retenção de talentos;
  6. Sua cultura organizacional é impactada.

 

Quem já construiu um castelo de cartas sabe a tristeza que se acumula em vê-las desmoronar por conta do posicionamento errado de uma delas, sobre a pilha.

E quer saber? Mesmo quem nunca fez essa atividade pode se identificar com o sentimento. Especialmente, se já saboreou as consequências de uma contratação errada.

Isso porque os problemas relacionados a essa decisão equivocada se acumulam e podem colocar muita coisa a perder, e não apenas a pecinha que foi colocada fora de lugar.

Quer saber quais são essas consequências para que o seu setor de RH se inspire em planejar melhor os seus processos seletivos? Confira, então, quais são os 6 problemas de contratação errada na empresa!

>> Produzimos um livro digital que apresenta um passo a passo para a produção de um planejamento de recrutamento e seleção assertivo. Clique aqui e acesse agora mesmo!

6 consequências da contratação errada que impactam toda a empresa

1. Desalinhamento no perfil de contratação

Vamos começar pelo mais óbvio: a contratação errada, sem critérios, cria um mal-estar imediato na composição da empresa, que é a possibilidade de ter um profissional sem o perfil para o cargo — ou mesmo para a empresa.

É só pensar na seguinte situação: para um cargo específico de liderança, o RH precisaria de alguém agregador, ágil e com um conhecimento prático em softwares específicos. E a pessoa contratada é quase o extremo oposto de todas as qualidades citadas anteriormente.

Dá para entender o quanto isso é prejudicial em curto e médio prazo? Tudo o que havia sido planejado é impactado negativamente com a chegada de um profissional que não entende ou age de acordo com o previsto.

Para tanto, o RH tem que planejar, detalhadamente, uma série de critérios a serem analisados e exigidos ao selecionar os currículos dos candidatos. Saiba, antecipadamente, o perfil da empresa e, em seguida, aquele que melhor se adapta aos cargos da organização.

 

2. Impacto na harmonia da equipe

Uma contratação errada pode interferir, também, na harmonia existente na equipe. Comportamento desagregador, por exemplo, ou individualista em um local que preze pela colaboração pode contaminar a todos, com o tempo.

Sem falar em um perfil mais técnico dentro de uma área especificamente criativa. Volta, aqui, o cuidado em desenhar os perfis para cada área e, especificamente, para cada cargo. Do contrário, ocorrem essas desavenças que podem não apenas minar a produtividade coletiva, mas induzir à desmotivação crônica e, até mesmo, aos pedidos de demissão.

 

3. Reflexo no nível de excelência promovido pela empresa

Os problemas de uma contratação errada também se expandem para além dos limites da empresa. Afinal de contas, isso se reflete também na qualidade do serviço prestado ou dos produtos oferecidos.

Vale destacar, aqui, que o custo médio para atrair novos clientes tende a ser maior do que o investimento necessário para trabalhar com a fidelização de clientes.

Ou seja: por conta de uma contratação errada, a sua empresa pode perder os clientes fiéis e gastar ainda mais para recuperar os lucros menores, gradualmente. O pior é que, muitas vezes, demoramos a perceber que o problema partiu desa atividade tão corriqueira na empresa.

 

4. Tempo extra no desenvolvimento de profissionais

Demitir profissionais constantemente é uma péssima atitude profissional por diversos motivos. Por exemplo:

Sem falar que, se essa se tornar uma prática comum, para a empresa, a percepção de marca vai ser negativa entre os profissionais. Afinal de contas, quem vai querer ingressar em uma organização notoriamente conhecida por demitir os seus colaboradores.

Nessas situações, muitos empreendimentos optam por lapidar os profissionais para averiguar a possibilidade de conciliar os perfis. Não dá para apontar qual decisão pode surtir o efeito esperado. Mesmo porque a resposta certa seria: qualifique o processo seletivo da sua empresa e evite que os seus profissionais tenham que decidir pela alternativa “menos pior”.

 

5. A contratação errada dificulta a atração e retenção de talentos

Mencionado acima, vale reforçar que as empresas que desvalorizam os seus recursos humanos podem se ver diante de um cenário corriqueiro de demissões e elevados níveis de rotatividade.

Como vimos, isso é custoso em demasia, promove uma percepção negativa, no mercado, e desqualifica os talentos da sua empresa, prejudicando também a qualidade dos seus serviços ou produtos.

Um acúmulo de problemas, portanto, como acontece quando inserimos a carta de baralho de maneira estabanada sobre o frágil castelo.

 

6. Sua cultura organizacional é impactada

Por fim, vale destacar o quanto a contratação errada influencia também no geral da organização: sua cultura. É por meio dela que o consumidor percebe a “personalidade” da marca e se relaciona com ela.

Quando as contratações erradas se acumulam, esse DNA se perde, e pode espantar o consumidor. Mais que isso: internamente, as pessoas podem parar de se reconhecer nos valores e na missão da empresa.

O resultado disso já foi relatado sequencialmente: baixa motivação e produtividade, custos com rescisões, perda de valor no mercado…  São muitas questões que, direta ou indiretamente, influenciam de imediato na harmonia da empresa.

 

Evite a contratação errada qualificando seu RH

Como vimos, a grande solução para evitar uma contratação errada é a qualificação do setor de RH — a área de recrutamento e seleção, especificamente.

Por meio disso, é necessário avaliar o perfil da organização e, a partir daí, definir quais são os perfis comportamentais e as competências e habilidades exigidas para o preenchimento de cada cargo.

Como resultado, seus profissionais vão saber, exatamente, o que buscar em um candidato, nos processos seletivos.

 

E para você? Quais são os grandes desafios e impactos que uma contratação errada causa na organização da empresa? Compartilhe a sua opinião conosco, no campo de comentários!