consulta de CNPJ

Consulta de CNPJ: aprenda onde e como fazer de maneira descomplicada

A consulta de CNPJ é uma tarefa importante para toda empresa, uma vez que permite descobrir se a situação do empreendimento está mesmo regularizada. 

Quando o CNPJ apresenta problemas legais, os proprietários da empresa não conseguem realizar as suas atividades profissionais. Por isso, é fundamental que todos os negócios verifiquem a situação do CNPJ em algum momento. 

A partir disso, é possível identificar se uma empresa está ativa ou inativa, além de pendências financeiras.

Que tal aprender, neste post, como consultar o CNPJ? É uma prática rápida e gratuita. 

Boa leitura!

O que é CNPJ?

O CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) é o número de identificação das empresas na Receita Federal (RF), órgão pertencente ao Ministério da Fazenda. A RF é subordinada ao local que fiscaliza e cuida da administração dos tributos federais, que são os impostos.

Para que um empreendimento seja reconhecido e formalizado, é obrigatório criar um CNPJ. Assim como o número de CPF, que identifica as pessoas, todo negócio precisa ter um número de identificação.

Sendo assim, o CNPJ é a prova de que uma empresa é real. Com ele, você garante a credibilidade do seu negócio perante aos clientes. 

Para consultar a situação de uma empresa, você deve seguir estes passos:

 acesse o site da Receita Federal;

  • digite o CNPJ desejado no campo solicitado;
  • verifique a situação cadastral da empresa.

O CNPJ pode enquadrar diversas categorias de empresa ou negócio. O MEI (Microempreendedor Individual), por exemplo, é a categoria voltada para empreendedores de pequeno porte, cujo faturamento anual não ultrapassa a faixa dos 80 mil reais. 

Quem é MEI, por exemplo, recebe um número de CNPJ, embora não seja considerado uma empresa.

No caso das outras categorias, como Microempresa, também gera-se um número CNPJ.

O CNPJ é constituído por um número único, composto de 14 dígitos no total. Esses números são dispostos pela seguinte estrutura: XX.XXX.XXX/0001-XX. Os oito primeiros números formam a raiz; após a barra, está o número de ordem do estabelecimento; por último, depois do hífen, há dois dígitos de controle.

Por que fazer a consulta de CNPJ?

Digamos que a sua empresa esteja concluindo uma importante negociação com outro empreendimento. Por meio da consulta de CNPJ, é possível saber a situação atual da empresa que você está negociando, se ativa ou inativa. Portanto, é um procedimento de segurança!

A consulta também facilita a verificação de eventuais protestos e outras pendências que constam no seu número de registro. 

Você não concorda que é melhor avaliar a reputação do negociante ou possível parceiro comercial antes de fechar um acordo? Com a consulta de CNPJ, você reduz o risco de fraudes e golpes. 

Com o CNPJ, a empresa passa a estar inscrita na Junta Comercial e no INSS, além de receber um Alvará Provisório de Funcionamento. 

Em resumo, ter um CNPJ permite que as empresas efetuem todos os processos legais necessários para o seu funcionamento. Dentre eles:

  • emissão de notas fiscais;
  • participação de licitações públicas;
  • abertura de contas bancárias;
  • contratação de empréstimos em bancos públicos e/ou privados; 
  • registrar seus funcionários;
  • pagar seus tributos.

Existem diferentes serviços gratuitos na internet que afirmam possibilitar a consulta de CNPJ. O problema é que muitas informações valiosas podem não aparecer na pesquisa justamente por conta da gratuidade.

No próximo tópico, você vai descobrir como fazer uma consulta de CNPJ eficiente e segura. 

Como fazer a consulta de CNPJ?

Selecionamos os principais caminhos para fazer uma boa consulta de CNPJ completa, que atenda às suas necessidades. Acompanhe:

1. Consulta de CNPJ na Receita Federal

O serviço é gratuito no site da Receita Federal. Basta digitar o número do CNPJ desejado no campo indicado. O comprovante de inscrição e a situação cadastral da empresa surgirão na tela.

O comprovante atesta que o empreendimento pesquisado realmente existe. Já a situação cadastral, por sua vez, destaca as seguintes informações: ativo, inativo, baixado ou cancelado. 

Fique alerta: situação inativa, baixada ou cancelada pode levantar suspeitas quanto às atividades da empresa.

Além disso, quando você efetua uma busca, consegue obter informações como:

  • nome e endereço da empresa;
  • data de abertura;
  • atividades econômicas;
  • natureza jurídica;
  • situação cadastral junto à Receita Federal.

2. Consulta de CNPJ no Portal do Empreendedor

O Portal do Empreendedor é um dos principais canais de apoio aos empreendedores e micro empresas, oferecendo serviços como emissão de notas.

Caso queira fazer a consulta de CNPJ de um MEI, esse site é o canal ideal e a pesquisa pode ser feita gratuitamente.

Vale destacar que o microempreendedor individual tem o seu CPF atrelado ao CNPJ. Por isso, a consulta também vai destacar essa informação. 

Importante: o Portal do Empreendedor não oferece dados suficientes para tomadas de decisões relacionadas à realização de novas parcerias

3. Pesquisa por meio do site do Cartório de Protestos BR

Você também pode fazer uma consulta de CNPJ por meio do IEPTB (Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil).

Lá, você resgata um histórico de cinco anos do CNPJ e/ou CPF pesquisado. O serviço é gratuito, ajudando você a saber quais são os aspectos judiciais que envolvem o seu potencial parceiro comercial em detalhes.

4. Pelo aplicativo “CNPJ”

A Receita Federal desenvolveu um aplicativo para quem quer consultar o CNPJ de uma empresa. Ele está disponível para iOS e Android.

O app CNPJ permite que você consulte a situação cadastral de empresas e acompanhe as próprias solicitações. É uma boa ferramenta para quem precisa realizar uma consulta rápida e de maneira prática. O app é gratuito e seguro para o uso.

5. Pesquisas pagas

Há também a opção de realizar a consulta de CNPJ por meio de empresas especializadas. É o caso da Serasa Experian, que oferece uma lista ampla de dados::

  • ações judiciais.
  • cheques devolvidos;
  • dívidas;
  • eventuais débitos;
  • falências declaradas;
  • protestos;
  • Score do Serasa;
  • situação cadastral.

Os dados acima podem ser de grande ajuda para o profissional que vai fazer uma consulta de CNPJ. 

Então, fique atento! Antes de fechar uma grande venda ou parceria, é primordial buscar informações que atestem a credibilidade da empresa. 

Até mesmo na hora de realizar uma simples compra, em site pouco conhecido, a consulta de CNPJ pode te livrar de uma enrascada. 

Agora que você já sabe como fazer uma consulta de CNPJ, estará mais preparado para garantir confiabilidade e segurança às suas negociações! 

 

O que achou desse post? Se gostou, aproveite também para ler o nosso conteúdo sobre “Quer tirar a empresa do vermelho? Confira 6 passos!”. Boa leitura e até mais!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.