componentes da cultura organizacional

Quais são os componentes da cultura organizacional?

No mundo corporativo, muito se fala sobre a importância de construir uma identidade forte. Ter um propósito bem definido é essencial para atrair mais talentos e se posicionar adequadamente no mercado. No entanto, mais do que saber de tudo isso, é necessário conhecer os componentes da cultura organizacional.

Desenvolver a cultura do negócio requer muito cuidado e planejamento. Logo, ter consciência de quais passos devem ser dados é fundamental para ter sucesso na conquista desse objetivo. Neste post, reunimos tudo o que você precisa saber sobre os componentes da cultura organizacional. Quer saber mais? Confira a seguir!

 

O que é cultura organizacional?

Cultura organizacional é o conjunto de hábitos, práticas e valores que definem a identidade da empresa. Esses componentes são compartilhados por líderes e líderes, a fim de criar um senso de unidade e reforçar o posicionamento da companhia no mercado.

Tudo isso é primordial para construir a reputação da empresa, melhorar a employer branding e garantir o engajamento dos funcionários. Assim fica mais fácil reter e atrair os melhores talentos, além de aumentar o poder de inovação e a produtividade da organização.

 

Quais são os componentes da cultura organizacional?

Como dito anteriormente, conhecer os componentes da cultura organizacional é de suma importância para desenvolver uma identidade marcante para o negócio. São eles:

  1. Valores;
  2. Propósito;
  3. Comunicação eficiente;
  4. Liderança de qualidade;
  5. Rituais e cerimônias;
  6. Comunidade;
  7. Autonomia.

Confira a seguir mais detalhes sobre cada um!

 

1. Valores

Os valores de uma empresa têm grande influência na forma como ela se posiciona na sociedade e se diferencia no mercado. Eles se refletem nas interações entre os funcionários, processos internos, tratamento ao cliente, concepção de novos produtos e tudo o que envolve o dia a dia do negócio.

A melhor forma de institucionalizar esses valores é criar um código de conduta. Esse documento serve para estimular comportamentos positivos e definir quais atitudes não serão toleradas dentro da empresa.

A maneira como os funcionários se portam nas redes sociais também é um fator a ser levado em conta. De alguns anos para cá, tornou-se comum a demissão de funcionários por comentários ofensivos a terceiros na internet, pois a prática fere os valores e o código de conduta da maioria das empresas.

 

2. Propósito

Hoje, apenas o salário e os benefícios não são mais suficientes para motivar os profissionais. Eles buscam trabalhar por um propósito, algo em que acreditem, e isso deve ser muito bem definido pela cultura da empresa. O colaborador sente necessidade de entender por que faz o que faz, para dar mais significado e sentido à sua carreira.

A Space X, do empresário Elon Musk, é um bom exemplo disso. O texto que descreve a missão da organização diz:

“a Space X foi fundada em 2002 para revolucionar a tecnologia espacial, com o objetivo final de possibilitar que as pessoas vivam em outros planetas”.

Além de claro e sucinto, esse é um propósito pelo qual muita gente está disposta a se dedicar.

 

3. Comunicação eficiente

Falar em comunicação eficiente já virou senso comum, mas infelizmente ainda não se tornou uma prática comum. Poucas empresas investem tempo e recursos para aprender sobre as personalidades dos seus colaboradores e entender suas dinâmicas de comunicação.

É preciso muito estudo para usar os canais de comunicação de forma efetiva, com a linguagem e a mensagem certas para cada grupo de funcionários. Assim, todos ficam bem informados sobre os processos e atitudes esperados dentro da organização, o que ajuda a fortalecer a cultura a longo prazo.

 

4. Liderança de qualidade

Liderança eficiente é um dos principais componentes da cultura organizacional. Os gestores do negócio devem constantemente reforçar a missão, os padrões de comportamento e os processos da companhia para todos os funcionários. Sem isso, nenhum outro elemento funciona e a identidade se enfraquece.

Além de disseminar a cultura, o líder deve ter integridade, autenticidade, ser claro nas expectativas e se importar com os colaboradores. Esse é o tipo de atitude que todos esperam do gestor, que deve estar ciente de que é um dos principais alicerces da cultura do negócio.

 

5. Rituais e cerimônias

Estabelecer rituais e cerimônias é mais um dos principais componentes da cultura organizacional. Trata-se de criar hábitos para melhorar processos, celebrar resultados, unir a equipe e melhorar a qualidade dos serviços. Tudo isso ajuda a disseminar os valores e o propósito da empresa no dia a dia, de modo a fortalecer a identidade.

Fazem parte desses rituais ações como integração de funcionários, reuniões mensais e festas de fim de ano, por exemplo. É importante observar que eles não podem acontecer de forma isolada, e sim com certa frequência, para que realmente façam parte da rotina da empresa.

 

6. Comunidade

Criar uma comunidade significa aumentar o senso de pertencimento dos membros da equipe. Para isso, as pessoas precisam saber que compartilham os mesmos princípios, metas e valores, o que envolve um trabalho estruturado de comunicação e divulgação da cultura organizacional.

Buscar profissionais que abracem a identidade do negócio já nos processos seletivos é uma ótima alternativa para facilitar esse processo. Assim, a empresa conta com uma equipe muito mais engajada e satisfeita com o ambiente de trabalho, o que fortalece a cultura e melhora os resultados.

 

7. Autonomia

Entre os componentes da cultura organizacional, dar autonomia aos colaboradores talvez seja um dos mais difíceis de colocar em prática. No entanto, é também um dos mais efetivos para aumentar o senso de dono da equipe.

Administrar o próprio tempo, atividades e trabalhar sem microgerenciamento é algo extremamente importante para qualquer profissional. Com isso, é possível dar um toque pessoal aos projetos e torná-los realmente seus, o que ajuda a garantir a satisfação com as tarefas no dia a dia.

 

Agora que você já sabe quais são os componentes da cultura organizacional, que tal colocar o que aprendeu em prática?

Preste atenção nos aspectos citados ao construir a identidade da sua empresa. Assim, você com certeza vai posicionar o seu negócio de forma adequada no mercado e conseguir ótimos resultados!

 

Gostou do artigo? Siga-nos nas redes sociais e acompanhe todas as nossas novidades em primeira mão. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn!

 

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.