Como programas de incentivo podem engajar o time e otimizar custos?

Vivemos em um mundo de extrema competição entre empresas, o que torna necessário estar sempre inovando e oferecendo diferenciais competitivos para atender os desejos dos clientes e mantê-los cada vez mais próximos.

Porém, as organizações não estão somente preocupadas em manter clientes: conseguir reter bons profissionais dentro da empresa tem sido um desafio cada vez mais frequente.

Isso ocorre porque o perfil do trabalhador tem mudado. Hoje os profissionais, principalmente os mais jovens, tendem a se preocupar mais com a qualidade de vida do que com o salário. Assim, buscam locais de trabalho onde possam conciliar remuneração e bem-estar.

Portanto, para formar um time de sucesso, é importante estar atento às vantagens dos programas de incentivo. Neste post, mostraremos como esse investimento pode trazer um bom retorno para as empresas. Confira!

Benefícios básicos para o empregado

Antes de tudo, é preciso identificar o que é um programa de incentivo e o que é um benefício básico.

Os benefícios são garantidos por lei para o trabalhador que tem carteira assinada e devem ser concedidos pela empresa. São eles:

  • 13º salário;
  • FGTS;
  • repouso semanal (remunerado);
  • férias remuneradas;
  • vale-transporte (com desconto de até 6% do salário do empregado);
  • seguro Desemprego (para os empregados com mais de 6 meses de empresa);
  • faltas justificadas (em caso de casamento, nascimento de filhos, falecimento, doação de sangue, entre outros);
  • aviso prévio;
  • hora extra.

Além desses, existem outros benefícios que são opcionais para as empresas. O vale-alimentação é um deles, mas caso a organização possua mais de 300 empregados, ela deve oferecer um local adequado para que os trabalhadores façam suas refeições.

Há, ainda, as assistências médica e odontológica. Os dois benefícios também são opcionais, mas grande parte das empresas tem oferecido essa vantagem aos seus colaboradores. Então, deixar de ofertá-los pode ser um fator desestimulante para os empregados.

Vantagens de se investir em programas de incentivo

A rotatividade de empregados é um custo alto para as empresas. Além de todas as despesas financeiras envolvidas no desligamento, a organização ainda terá um gasto a mais no momento de buscar, contratar e treinar o novo profissional.

Dessa forma, quanto mais vontade de fazer parte da empresa o empregado tiver, menores as chances de perdê-lo para a concorrência.

Porém, engana-se quem acredita que reter talentos é a única função dos programas de incentivo. Assim como um carro precisa de combustível para se locomover, os profissionais precisam se sentir motivados para continuarem exercendo seu trabalho.

Motivar o profissional, por meio de programas que aumentem sua renda financeira ou que melhorem sua qualidade de vida, é uma forma de estimular sua produtividade. Trabalhadores que têm um incentivo a mais para realizar suas tarefas farão todo o possível para executar sua função ainda melhor.

Com isso, o retorno financeiro será uma consequência para a empresa, pois, quanto maior o índice de produtividade dos profissionais, mais positivos serão os resultados.

Além disso, dependendo dos incentivos que sua empresa oferece, é possível reduzir o número de faltas no trabalho e, até mesmo, o risco de acidentes no ambiente corporativo.

Isso é resultado da melhora na qualidade de vida do trabalhador. Um profissional que trabalhe em um ambiente confortável, que preze pelo seu bem-estar, terá bem menos chances de adoecer e de se colocar em risco. Assim, a empresa será, mais uma vez, beneficiada com o aumento da produtividade.

Outro ponto importante para as organizações é a integração com o público externo. O empregado que gosta do local onde trabalha compartilha seu orgulho em seu ciclo social, aumentando, assim, a reputação da empresa.

Esse é um ativo intangível que deve ser levado em conta. Quanto mais sua empresa for cobiçada pelos profissionais do mercado, melhor será percebida por todos, tornando sua marca mais forte e respeitada.

Exemplos de programas de incentivo

Existem diversas formas de implantar programas de incentivo na sua organização. Você deve, primeiramente, definir os objetivos estratégicos de cada um deles.

Lembre-se de que os programas não devem beneficiar apenas os empregados, mas toda a empresa. Afinal, todo investimento é realizado para trazer resultados positivos para a organização.

Assim, uma boa opção para se começar é implantando eventos de celebrações de datas comemorativas, como Dia dos Pais, Dia das Mães, Natal, etc.

Essas ações, além de proporcionarem bem-estar aos empregados, ainda aumentarão a reputação da empresa, uma vez que colaboradores geralmente compartilham fotos desses eventos em suas redes sociais.

Outra forma de incentivo é gratificar os profissionais com premiações. Podem ser por tempo de empresa, metas alcançadas, ideias sugeridas, participação nos lucros, entre outras: o importante é motivar o empregado a investir seus esforços na empresa.

Nesse caso, é importante definir bem a premiação. Não são apenas as premiações em dinheiro que são valorizadas pelo trabalhador. Ser reconhecido publicamente ou adquirir algo de valor pode ser muito mais significativo e despertar o interesse dos demais colaboradores.

Existem também programas mais voltados para a qualidade de vida do empregado: ginástica laboral é um bom exemplo.

Ainda, há a opção de providenciar um espaço de lazer e descanso na empresa. Esse é um bom investimento que contribui para a saúde do colaborador e pode estimular sua criatividade.

Não se esqueça de que qualquer programa de incentivo precisa ser divulgado para o público interno, de forma que ele possa ser percebido como uma vantagem. Portanto, o papel da comunicação é fundamental no processo.

Empresas inovadoras apostam nesse investimento

Investir em programas de incentivo é uma prática que tem sido realizada por empresas no mundo inteiro. Quanto mais inovadora, maior o índice de satisfação do colaborador e, consequentemente, maiores os resultados da organização.

Um bom exemplo é o da Google: seus empregados contam com diversas regalias que fazem a organização ser o lugar ideal de trabalho de qualquer profissional.

Algumas de suas vantagens são:

  • massagens e aulas de yôga gratuitas;
  • serviço de lavagem de carros;
  • serviço de lavanderia;
  • oportunidade de realizar cursos gratuitos;
  • refeições (almoço e janta) gratuitas;
  • dinheiro extra e mais tempo livre para novos pais.

Outro exemplo de empresa que acredita no incentivo aos empregados é a Facebook. A rede social também oferece várias vantagens para que seus empregados se sintam bem para realizar suas tarefas com mais empenho. Entre elas, estão:

  • transporte gratuito (incluindo bicicletas);
  • refeições (almoço, lanche e janta) gratuitas;
  • reparação de dispositivos eletrônicos portáteis;
  • loja de doces;
  • serviço de cabeleireiro e barbearia;
  • espaço com fliperamas e videogames.

As grandes empresas já entenderam que investir em programas de incentivo é uma forma de conseguir reduzir seus custos e, assim, aumentar o faturamento.

Tenha em mente que o que parece ser uma despesa desnecessária é, na verdade, uma oportunidade de se destacar no mercado e conseguir uma força de trabalho cada vez melhor.

Agora que já sabe a importância desse investimento, conte para nós quais programas de incentivo considera ideais para sua empresa!

 

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *