Como processar a admissão de um funcionário?

Processo de admissão de funcionários

Assim que um funcionário é contratado por uma empresa, é necessário que ele entregue documentos e informações específicas. Acompanhe nosso passo a passo!

1. Exame Admissional

Primeiro, precisamos ter certeza de que o novo colaborador está apto a trabalhar. Por isso, o primeiro passo é pedir que ele realize o exame médico admissional obrigatório, de acordo com o PCMSO – sigla para Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional.

2. Entrega de documentos

Assim que ele estiver entregue, comece a recolher os seguintes documentos para a preparação da ficha do funcionário:

  • Carteira de Trabalho, também chamada de CTPS, para você fazer as anotações necessárias. Lembre-se de devolver em até 48 horas!
  • Uma foto 3×4, que será anexada ao livro ou ficha de registro de funcionários.

Os documentos abaixo devem ser concedidos como cópias simples ou digitais. O principal motivo de recebê-los é poder ter certeza de que todos os números fornecidos são verdadeiros e que não houve nenhum tipo de falsidade ideológica.

  • RG ou outra carteira de identificação emitida por outros meios, como as de Conselhos Regionais;
  • CPF;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de residência;
  • PIS ou NIS;
  • Carteira de motorista, a CNH – pode inclusive substituir o RG e CPF por conter em si os números;
  • Documento de reservista para homens maiores de 18 anos de idade;
  • Certidão de casamento para cadastro de dependentes;
  • Certidão de nascimento de filhos menores de 21 anos de idade para cadastro de dependentes;
  • Cartão de vacina para filhos menores de 5 anos de idade para cadastro do Salário Família e outros benefícios;
  • Comprovante de escolaridade para filhos com até 14 anos de idade para cadastro do Salário Família e outros benefícios.

 

3. Preenchimento de CTPS e ficha cadastral

Assim que tudo isso estiver em mãos, a empresa precisará preencher estes dados pessoais e outros dados relacionados ao contrato de trabalho na CTPS e no livro ou fichas de registro do funcionário. São eles:

  • Função na empresa;
  • Salário;
  • Data de admissão;
  • Grau de instrução;
  • Estado civil;
  • Jornada de trabalho;
  • Dependentes para o salário família;
  • Dependentes para o imposto de renda.

Para saber como preencher os campos com as informações acima, veja nosso guia completo neste link!.

Caso a carteira esteja sem nenhum espaço disponível nas páginas de Contrato de Trabalho, será necessário pedir que o funcionário tire uma Carteira de Trabalho de Continuação. Ele pode agendar pelo telefone ao ligar em 158 ou no site do Ministério do Trabalho em http://saaweb.mte.gov.br/

Quando você receber a nova carteira, faça a anotação do dado na carteira normalmente.

4. Compra de benefícios

Por fim, a empresa também pode perguntar ao funcionário, através de documentos a serem preenchidos e assinados, se ele fará uso de Vale Transporte. É importante já saber a rota completa e o quanto será o gasto diário para comprar a modalidade certa e colocar os créditos nos cartões.

Verifique se precisará também de auxílio para a abertura de uma conta corrente no banco para o recebimento do salário. Você pode precisar emitir uma carta explicando sobre a abertura.

Caso sua empresa ofereça Plano de Saúde, também será necessário pedir o número do Cartão SUS. Se o funcionário não souber ou não tiver, você pode consultar o número neste link.

 

Tenha certeza de que todos os passos acima foram seguidos com muito cuidado. Qualquer erro nesse momento poderá trazer problemas com a previdência ou até mesmo gerar passivos para a empresa. Preste muita atenção para reunir todos os documentos e garantir uma admissão bem sucedida.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *