Como preencher cheque

Como preencher um cheque? Aprenda a forma correta de fazer!

O cheque se tornou um dos modelos de pagamento mais populares do mercado. Apesar disso, é muito comum que surjam diversas dúvidas sobre como preencher um cheque corretamente.

Aliás, é comum no mercado erros diversos em relação forma correta de preencher cheque.

A grande questão é que um erro pode abrir portas para fraudes e até a própria recusa do banco.

Alguns dos erros mais comuns no preenchimento de cheque são:

  • a não inserção da data;
  • ausência da assinatura;
  • ou divergência entre o valor numérico e por extenso.

Sendo assim, é essencial, para quem opta por essa forma de pagamento adotar algumas precauções sobre como preencher um cheque.

Para lhe ajudar a usar a forma correta de preencher cheque listamos um passo a passo abaixo. Confira.

O que é o cheque?

O cheque pode ser descrito como um título de crédito ou uma ordem de pagamento à vista que quando apresentada ao banco pelo beneficiário deve ser paga.

Para que o cheque seja pago o emitente precisa ter o valor disponível em conta na data acordada com o beneficiário em relação ao depósito. Caso não haja fundos para o pagamento o cheque é devolvido.

Com isso o emitente pode ter restrições no seu CPF, além de ter seu nome inscrito no Cadastro de Emitente de Cheques sem Fundos (CCF).

As normas e regras desse documento estão previstas na Lei 7.357/85, chamada de “Lei do Cheque”.

Como preencher um cheque: passo a passo

No Brasil, segundo o Serasa, são emitidos cerca de 41 milhões de cheques por mês. Ou seja, esse documento é bastante utilizado pelo consumidor brasileiro e aprender a forma correta de preencher cheque é essencial.

Confira abaixo os passo a passo que você precisa conhecer para saber como preencher cheque corretamente.

  1. Preencha o valor numérico;
  2. Preencha o valor por extenso;
  3. Faça um cheque nominal;
  4. Preencha a cidade e data;
  5. Assine o cheque;
  6. Cruze o cheque.

Abaixo confira os detalhes de cada passo sobre como preencher um cheque.

1. Preencha o valor numérico

No canto superior direito fica o espaço destinado ao valor numérico, indicado com o símbolo “R$”.

Logo, é necessário inserir neste campo o valor da compra em números.

Existe também uma técnica para evitar fraudes e a inserção de novos dados no espaço por golpistas, que é a inserção de um jogo da velha antes e depois do número.

Por exemplo, se o valor do cheque é de R$ 300,00, você deve colocar por segurança #300,00#.

2. Preencha o valor por extenso

Além do valor numérico, o cheque possui um espaço onde o valor da compra deve ser escrito por extenso.

Esse espaço é tido como um dos principais geradores de erros no preenchimento do cheque.

Em muitos casos o emitente coloca um valor numérico e escreve outro por extenso, ocasionando há recusa do cheque por parte do banco. Por isso, é muito importante ter atenção redobrada a esse campo.

Assim como no preenchimento do valor numérico, o valor por extenso requer a utilização de algumas táticas para evitar fraudes. Uma delas é colocar o valor escrito entre parênteses e na sequência riscar toda a linha restante.

Exemplo: “(Trezentos reais) ——————-“

3. Faça um cheque nominal

Afinal, como preencher cheque corretamente?

Esse é um outro ponto muito importante no processo de como preencher um cheque.

O “campo nominativo” vem logo após o valor por extenso, precedido da letra “a”.

Nesse campo é necessário inserir o nome da pessoa que irá receber o cheque ou da loja em que você está efetuando o pagamento.

Esse campo não é obrigatório, mas o dono do cheque se vê resguardado para que ele seja compensado da forma correta por quem recebeu e não repassado à frente.

É importante ressaltar que é necessário colocar o nome completo da pessoa física ou jurídica.

4. Preencha a cidade e data

A cidade e a data também são fundamentais no processo de como preencher cheque. Pois, essa é uma forma de registro da data e local da transação.

A cidade não é um item obrigatório e o cheque não deve ser devolvido caso não conste essa informação.

Já a data precisa ser preenchido em numeral e é um item essencial. Se não for preenchida corretamente pode causar devolução.

Portanto, o correto é detalhar esse campo da seguinte forma: “São Paulo, 03 de março de 2020.”

5. Assine o cheque

A última etapa do processo de como preencher um cheque é a assinatura.

É importante que a assinatura seja igual a cadastrada no banco emissor do cheque. Uma vez que assim é possível comprovar a originalidade do cheque.

É a assinatura inclusive que comprova que o banco está autorizado a compensar/pagar aquele valor ao beneficiário.

Além disso, a exigência de que sua assinatura seja idêntica a feita por você na abertura da sua conta ocorre para que se evite possíveis fraudes em caso de roubo ou furto do talão.

Pois, se não houvesse a necessidade de comparação entre as assinaturas por parte do banco, qualquer tipo de assinatura seria válida, facilitando a atuação de criminosos.

6. Cruze o cheque

“Cruzar o cheque” é uma tática comum para quem sabe como preencher cheque. No cheque cruzado são feitos dois riscos na diagonal no canto superior esquerdo. Entretanto, o que isso significa?

Quando o cheque é cruzado há uma sinalização indicativa de que ele só pode ser depositado em conta. Então, se exclui a possibilidade de que o beneficiário saque esse dinheiro na boca do caixa.

Essa é uma medida de segurança para que o cheque não seja passado para frente ou que imprevistos como perda ou roubo, facilite o seu pagamento.

Outro detalhe em como preencher cheque corretamente, nesse caso do cruzamento, é que se o dono do cheque colocar o nome do banco no meio das linhas, o cheque só poderá ser depositado naquele banco.

O que é cheque pré-datado?

Também é possível realizar comprar divididas com esse modelo de pagamento com o chamado cheque pré-datado.

Nisso o consumidor coloca uma data posterior a compra para que o documento seja descontado.

Contudo, não existe uma regra para que esse cheque não seja depositado antes da data escolhida. Por isso, é importante que o cheque pré-datado seja usado apenas em lojas de confiança.

Apesar disso, se o cheque for depositado antes da data acordada com a loja é possível que o consumidor entre com um pedido de danos morais. Isso porque o beneficiário descumpriu um acordo feito previamente com o cliente.

Evite os erros e faça do cheque seu aliado

Saber como preencher um cheque é essencial para quem utiliza essa forma de pagamento evitar possíveis erros que impeçam o banco de realizar a compensação. Mas não só isso, o preenchimento do cheque de forma correta evita possíveis fraudes.

As fraudes inclusive já foram tema do blog onde indicamos as principais soluções antifraudes do mercado, leia mais em;Solução antifraude: conheça as 6 principais do mercado e entenda porque contratar”. 

Nos último anos muitas pessoas substituíram o uso do cheque pelo cartão de crédito, entretanto, como podemos ver ao longo do conteúdo, se usado da forma correta o cheque pode ser uma boa opção em pagamentos tantos à vista como a prazo.

O segredo está em preenchê-lo sem erros, podendo ele inclusive substituir o uso do dinheiro em espécie em alguns casos. Agora que você já sabe como preencher um cheque, que tal usá-lo como um aliado para sua vida financeira? Lembre-se de atualizar sua planilha financeira sempre que emitir cheques e fazer pagamentos.

Para uma gestão mais efetiva de suas finanças conheça também o novo modelo de pagamento de salário on-demand. O Xerpay é um aplicativo que permite que os colaboradores antecipem parte de seus salários quando quiserem de forma simples e instantânea.

Se gostou do nosso artigo deixe um comentário e nos diga se você utiliza ou não o cheque como forma de pagamento.

Comentários Facebook

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.