como-definir-salario-funcionario

Como definir o salário de um funcionário sem errar

Salários e benefícios são ferramentas estratégicas usadas para atrair e reter talentos de qualquer setor de uma empresa. Por isso precisam estar muito bem alinhados à realidade do mercado e as necessidades dos colaboradores. Mas como definir o salário de um funcionário?

Para tomar esse decisão com assertividade e inteligência, alguns critérios devem ser seguidos impreterivelmente. Alguns deles são:

  • incidência de  impostos;
  • senioridade;
  • jornada de trabalho;
  • média salarial paga no mercado;
  • grau de escolaridade exigido na vaga.

Quando bem estabelecidos, os critérios são capazes de despertar o desejo de integração institucional e motivar os objetivos profissionais. Assim, a empresa ganha pelo interesse, comprometimento e produtividade.

Outra vantagem que conquista a satisfação dos colaboradores é o pagamento sob demanda. Caso você queira saber mais, sugerimos a leitura do post “Como o Xerpay aumenta o engajamento na empresa”. 

E para te ajudar a determinar esses direitos fundamentais com eficiência, preparamos esse post com dicas e recomendações. Acompanhe e entenda como definir o salário de um funcionário.

Itens que formam a remuneração profissional

A remuneração é o valor total do pagamento, monetário e não monetário, fornecido a um colaborador em troca da sua prestação de serviços, conforme especificado em contrato. Em outras palavras, é a soma do salário e dos benefícios oferecidos pela empresa.

O salário é o pagamento mensal. E os benefícios são as vantagens adicionais pagas conforme acordo, tais como:

Assim como definir o salário de um funcionário exige atenção e estudo. Os benefícios também necessitam de critérios. O empregador deve avaliar o volume e a qualidade deles para estipular o piso da remuneração. 

Como definir o salário de um funcionário: 5 critérios

Assim como já dissemos, saber como definir o salário de um funcionário exige pesquisa e muita atenção. Para te ajudar, separamos alguns critérios indispensáveis nesse processo que vão guiá-lo na definição de salários para trabalhadores de qualquer setor da empresa. 

1. Incidência de  impostos

A legislação brasileira exige o pagamento de encargos sociais e trabalhistas vinculados à Folha de Pagamento, tais como:

  • contribuição previdenciária do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social);
  • FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço);
  • IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte);
  • Contribuição Sindical;
  • RAT (Risco Ambiental do Trabalho), dentre outros.

Desta forma, é preciso considerar a porcentagem de desconto de cada um desses encargos. Em outras palavras, é preciso calcular o valor do salário líquido para entender como definir o salário de um funcionário de forma atrativa e estratégica.

2. Senioridade

Outro critério a ser considerado para aprender como definir o salário de um funcionário é a senioridade, ou seja, a sua experiência. Isso não está ligado necessariamente a idade, mas a postura profissional, conhecimento técnico, vivência no cargo, habilidades, liderança, dentre outros.

Um funcionário sênior custa mais caro para a empresa, mas em contrapartida, a sua  promessa de excelência na execução do cargo é superior. Por isso, essa é uma questão a ser discutida com foco nos objetivos essenciais de cada setor.

3. Jornada de trabalho

Para entender melhor como definir o salário de um funcionário de forma justa, é importante se atentar a jornada de trabalho. O que envolve também o seu regime de contratação.

CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), PJ (Pessoa Jurídica), estágio, temporário, freelancer, terceirizado, seja qual for o regime adotado é preciso conhecer o período efetivo de trabalho para estabelecer um valor adequado.

4. Média salarial paga no mercado

Um critério indispensável também é a pesquisa de mercado. É preciso conhecer a faixa salarial de cada cargo em questão para conhecer a validade da proposta da sua empresa.

Pesquise empresas do mesmo setor, porte e região, conheça o perfil dos profissionais disponíveis, entenda qual é a demanda do mercado. 

Aprender como definir o salário de um funcionário pode parecer desafiador porque exige muito estudo e dedicação. Mas feito o trabalho pesado, as estratégias para reter e atrair talentos surgirão com mais eficiência e garantias. 

5. Grau de escolaridade exigido na vaga

Por fim, para saber como definir o salário de um funcionário avalie o grau de escolaridade exigido para o cargo. Assim como definir o salário pela senioridade é importante, a formação profissional também será um diferencial.

Cargos que exigem formação superior, especializações, MBA (Master of Business Administration), PHD (Philosophiæ Doctor), dentre outros exigirão uma remuneração mais significativa. Já os cargos para formação básica, ensino técnico, um piso menor. 

Dicas para reunir informações sobre faixa salarial

Faixa salarial é o intervalo entre a remuneração mais alta e mais baixa oferecida no mercado de trabalho para uma determinada atividade profissional.

Para te ajudar a entender como definir o salário de um funcionário na sua empresa, considerando essa faixa, acompanhe as dicas a seguir!

Análise dos salários pagos

Uma forma de conhecer a faixa salarial de um cargo é avaliando os salários pagos atualmente e comparando-os ao dos últimos anos. Assim, fica mais fácil compreender a variação trabalhada no mercado. 

Conhecimento do pacote de benefícios

Aprender como definir o salário de um funcionário engloba conhecer todos os benefícios ofertados pela empresa. Como cada empresa estende um pacote diferente, é importante buscar referências mais amplas. Isso porque, um pacote bem recheado pode compensar um salário inferior.

Desenvolvimento de estratégias de atração e retenção

Aqui vale mais uma ressalva em relação a pesquisa. Para desenvolver suas próprias estratégias de atração e retenção de talentos, é necessário conhecer as estratégias dos concorrentes. Se duas empresas disputam um mesmo profissional, vence a melhor oferta.

Conhecimento das expectativas dos colaboradores

Os valores de uma faixa salarial são determinados por diversos critérios, tais como a demanda do mercado, a disponibilidade de mão-de-obra, o nível educacional e também, as necessidades e anseios dos colaboradores.

Como definir o salário de um funcionário é uma estratégia de atração e retenção e ouvir os colaboradores é essencial.

Lealdade a cultura organizacional

Tenha em mente que a cultura organizacional influencia em como definir o salário de um funcionário. Isso porque o perfil do profissional está diretamente ligado a capacidade de conquistar metas em conjunto. 

Agora que você já sabe como definir o salário de um funcionário, é hora de colocar a mão na massa. A remuneração pode ser muito mais do que uma moeda de troca, pode ser uma ferramenta de motivação e estímulo para tirar o melhor proveito da sua equipe de profissionais.

Teste seus conhecimento sobre este tema no post “Você conhece todos os impostos sobre o salário?” e saiba tudo que deve estar discriminado da folha de pagamento.

Valorize sua empresa oferecendo salário sob demanda

Os benefícios são fatores importantes na hora de como definir o salário de um funcionário e sua empresa pode investir em estratégias como o salário sob demanda para sair na frente da concorrência. 

Conheça o Xerpay e entenda por que ele será um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa.

O serviço permite o acesso ao salário dos dias trabalhados, ajudando na estabilidade financeira de seus colaboradores.

Fale com um de nossos especialista e saiba como implementar na sua empresa!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.