Como comprar o primeiro carro? 7 dicas para realizar seu sonho

como-comprar-o-primeiro-carro

Como comprar o primeiro carro? Essa é a questão feita por uma boa parte da população brasileira, principalmente quando falamos dos mais jovens.

Não à toa, a última pesquisa da Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores) sobre o tema apontou que 70% dos jovens de até 25 anos pretendem comprar um carro próprio.

O “novo normal” impulsionado pela pandemia da COVID-19 voltou a despertar esse interesse, já que os hábitos do período de isolamento social devem perdurar mesmo após o fim da crise.

Porém, nem todos sabem como escolher o primeiro carro ou conhecem todos os itens que precisam antes de realizar este investimento. As dúvidas sobre como comprar o primeiro carro vão muito além de quanto é necessário para concretizá-lo.

Existe uma quantidade enorme de opções de fabricantes e modelos que contemplam perfis diferentes de consumidores. Além disso, a forma de pagamento também pode impactar diretamente na rotina do comprador.

Para esclarecer essas dúvidas, preparamos um material completo para você aprender com sete dicas práticas como comprar o primeiro carro. São elas:

  1. Estabeleça metas;
  2. Planeje-se;
  3. Considere os gastos posteriores à compra do carro;
  4. Economize;
  5. Considere Investimentos;
  6. Pesquise e escolha o melhor modelo;
  7. Decida o método de compra – à vista, financiado ou consórcio.

Então, vamos às dicas sobre como comprar o primeiro carro!

Dicas para comprar seu primeiro carro

como-escolher-primeiro-carro

Se você é daqueles que está se planejando para comprar o primeiro carro, selecionamos abaixo sete dicas para que você faça uma escolha assertiva. Confira! 

1.  Estabeleça metas 

O primeiro passo importante entre as dicas de como comprar o primeiro carro é estabelecer metas possíveis de serem alcançadas. Alguns especialistas apontam que visualizar o objetivo no papel deixa a conquista mais palpável.

Caso necessite comprar o seu primeiro automóvel até dezembro de 2021, escreva em um local visível:

“Comprar carro próprio até dezembro de 2021. 

Modelo escolhido: Sedan.

Marca: nacional.

Como vou comprar? Economizando dinheiro.

Quanto ainda preciso: R$ 20 mil reais”.

Desta forma, ficará mais simples entender o que você precisa fazer para comprar o carro dos seus sonhos e, então, começar a agir.

2. Planeje-se

Antes de pensar em como comprar o primeiro carro, é essencial fazer um bom planejamento financeiro pessoal o para não se arrepender do negócio depois. Organize suas finanças, verifique quanto você possui guardado e o quanto pretende destinar para adquirir o carro.

Uma dica importante neste ponto é não utilizar toda a sua reserva de emergência para esta compra, pois a qualquer momento você pode precisar deste dinheiro extra.

Considere utilizar apenas uma parcela da quantia e inicie seu planejamento financeiro a partir deste valor.

3. Considere os gastos posteriores à compra do carro

Um erro bastante comum dos donos do primeiro automóvel próprio é considerar apenas o custo com a compra do bem, seja o valor à vista, financiado ou consórcio.

Ao organizar um plano de como comprar o primeiro carro é importante considerar os gastos posteriores à conclusão do processo de compra e venda.

Uma das dicas de como comprar o primeiro carro é quando estiver realizando seu planejamento financeiro e adequação do orçamento mensal, não esqueça de considerar alguns gastos básicos do automóvel, como: 

  • Manutenção;
  • Seguro;
  • Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores; 
  • Licenciamento;
  • Combustível;

Esses são gastos que você terá semanal, mensal ou anualmente. Por isso, verifique se está dentro da sua realidade possuir um carro próprio e o que precisa fazer para conseguir mantê-lo.

Leia também: Como pagar o IPVA do carro? Evite preocupações!

4. Economize

Depois de ter decidido e saber como comprar o primeiro carro, se você não tiver ganho na loteria, não tem outro caminho a não ser economizar no dia a dia

O primeiro passo é analisar seus hábitos de consumo atuais e verificar quais gastos são desnecessários e podem ser descartados ou diminuídos.

Se costuma comer diariamente em restaurantes, considere cozinhar em casa e levar a comida para o trabalho. Economize energia elétrica, opte por transporte público sempre que possível.

Reduza os passeios de final de semana e opte por opções de lazer gratuitas, como passear no parque. Dê preferência para os pagamentos à vista, pois a utilização do cartão de crédito pode transformar suas finanças em uma bola de neve.

Claro, não tem como parar totalmente a vida durante este período, mas a ideia é economizar em custos que não são essenciais.

A partir daí, estabeleça uma meta de quanto pretende poupar da sua renda mensalmente, pensando no prazo inicial do seu objetivo.

Leia também o artigo ‘Poupar o salário: confira 10 dicas para economizar e tenha um ano seguro’. É importante considerar esse valor poupado como uma dívida, guardando-o todos os meses sem exceção.

5. Considere investimentos

Quando se perguntar como comprar o primeiro carro, sempre considere investir a sua reserva financeira. A maioria dos brasileiros ainda confia apenas na poupança como forma de guardar dinheiro e obter ganhos.

Além de não ter cobrança no Imposto de Renda, o perfil conservador da população no país favorece a poupança, por ser fácil de aplicar e de utilizar o dinheiro poupado.

Entretanto, com a inflação em alta, o rendimento deste tipo de investimento tem dado mais prejuízo do que lucro aos investidores. Por isso, considere investimentos com maior rentabilidade.

Isso não significa que uma pessoa que nunca apostou em investimentos de alto risco precise se arriscar na bolsa de valores para conseguir comprar o primeiro automóvel.

Existem investimentos de renda fixa, como o CDB (Certificado de Depósito Bancário), que são seguros como a poupança. A principal diferença é que a aplicação apresenta rendimentos maiores, normalmente, acima da inflação.

Esta categoria de investimento é ofertada pelas instituições bancárias para captação de fundos e você ainda pode escolher três tipos de rendimento:

  • prefixado;
  • juro anual definido no momento da compra;
  • pós-fixado.

Essa é apenas uma das formas de juntar o necessário para a compra do carro de forma mais rápida, além de fazer o seu dinheiro render. Os investimentos de alto risco costumam ter maior rendimento, entretanto, existe um risco maior de perder o que se aplicou.

Como seu objetivo é conquistar o primeiro automóvel, arriscar perder o que conquistou até o momento, pode não ser uma boa opção.

6. Pesquise e escolha o melhor modelo

Muitas pessoas sonham há muito tempo com determinado modelo de carro e almejam comprá-lo assim que tiverem condições financeiras. Mas, você já se perguntou como escolher o primeiro carro?

O ponto mais importante sobre como comprar o primeiro carro é não se deixar levar apenas pela aparência do veículo. Existem diversos fatores que devem ser considerados pelo consumidor que variam desde o modelo até a depreciação do veículo na hora da revenda.

Quando falamos em modelo, o comprador precisa avaliar se as especificações são adequadas para sua rotina. Uma família formada por dois adultos e duas crianças, por exemplo, certamente terá dificuldades de se adaptar a um compacto.

Por isso, avalie quais características são mais necessárias para você, como tamanho do porta-malas, número de assentos, espaço interno. Verifique também se é um carro econômico ou se consome muito combustível.

Vale destacar que cada modelo costuma ter um custo de seguro diferente, pois ele é calculado de acordo com seu índice de sinistralidade. Esse é um gasto que você terá anualmente, por isso, fique atento ao valor do carro que escolher.

7.   Decida o método de compra

Sem dúvida nenhuma, a melhor maneira de comprar um carro é realizando o pagamento à vista, pois aumenta a capacidade de negociação do valor do automóvel, além de não ter juros. Porém, essa não é a realidade da maioria dos brasileiros.

Por isso, para quem deseja saber como comprar o primeiro carro, o mercado oferece pelo menos mais três opções nos métodos de compra. 

A mais comum é o financiamento bancário, na qual o comprador dá um sinal de entrada e financia o valor restante. Alguns itens precisam ser analisados nesta categoria de compra:

  • O valor da parcela: ela precisa caber no orçamento mensal sem prejudicar as finanças;
  • O custo efetivo da operação: qual será o valor final pago pelo veículo?;
  • A taxa de juros: quais serão os encargos aplicados mensalmente?;

Apesar da instabilidade financeira, para quem deseja comprar um carro financiado, este é o momento, pois os juros estão com índices históricos de baixa.

Outra maneira de conquistar o tão sonhado carro próprio é por meio de consórcio. Esta categoria é mais aconselhada para quem não tem urgência em contar com o veículo.

A vantagem é que possui um custo mais baixo que o do financiamento, pois não possui juros e as taxas de administração são menores.

Porém, o comprador precisará ser sorteado ou dar lances para ser contemplado antes do período estipulado. Caso contrário, receberá a carta de crédito ao final do contrato.

Mais uma forma de como comprar o primeiro carro é optando pelo leasing. O comprador paga as parcelas, enquanto utiliza o automóvel, mas só terá o veículo transferido para seu nome quando estiver com todas as parcelas pagas.

Funciona quase como um aluguel de carro, porém, ao final das parcelas, o carro será seu. Normalmente, possui juros mais baixos que o financiamento.

Independentemente de modelo, valor ou forma de pagamento, o fato é que o automóvel próprio ainda é um sonho de muita gente.

Melhore a sua empresa cuidando da saúde financeira dos colaboradores

Como escolher o primeiro carro pode não ser tarefa fácil, com um pouco de planejamento e economia esse sonho pode se tornar uma realidade. 

Conheça a ferramenta Xerpay e saiba como funciona o sistema que implementa o pagamento sob demanda, ou seja, os colaboradores de uma empresa podem antecipar parte de seus salários quando precisarem.

Essa ferramenta está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação no trabalho.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Gostou deste conteúdo sobre como comprar o primeiro carro? Então, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar