Veja o passo a passo de como calcular o INSS

como calcular o inss

Saber como calcular o INSS facilita a vida do contribuinte brasileiro. Afinal de contas, essa alíquota descontada automática e mensalmente da folha de pagamento do profissional é, na verdade, uma espécie de garantia para uma aposentadoria mais tranquila, no futuro, além da certeza de que você terá benefícios quando necessários — um exemplo disso é o auxílio doença e também o seguro desemprego, entre outros.

Contudo, antes de aprender como calcular o INSS, todos devem descobrir qual é a alíquota do INSS no ano, já que esse índice muda anualmente. Mas não se preocupe: neste artigo, vamos tratar de todos esses assuntos, e muito mais, para você se tornar especialista no cálculo do INSS.

A seguir, vamos tratar dos seguintes assuntos:

  • O que é o INSS?;
  • Por que o INSS é descontado da folha de pagamento?;
  • Quais são os direitos garantidos pelo INSS?;
  • Quanto é o desconto do INSS e como ele é descontado?;
  • Como calcular o INSS?;
  • Como ficar por dentro das melhores estratégias para render o salário?

Vamos lá?

O que é o INSS?

INSS é a sigla para o Instituto Nacional do Seguro Social. Esse órgão é o responsável pelo pagamento da nossa aposentadoria e benefícios diversos do trabalhador que contribuem com a Previdência Social.

Essa contribuição, inclusive, acontece mensalmente. Para o trabalhador brasileiro, isso significa a garantia desses direitos, quando necessários.

Esse, inclusive, é um termo bastante pesquisado pela população do país: o desconto do INSS. Ele ocorre de maneira automática na folha de pagamento, e corresponde a uma porcentagem do salário de acordo com algumas variações.

Lembrando que não é só o profissional com registro CLT que deve saber como calcular o INSS. Isso porque, empreendedores e profissionais autônomos também podem contribuir de maneira voluntária.

Por que o INSS é descontado da folha de pagamento?

Além de impostos, o trabalhador tem que arcar com a contribuição do INSS porque é um meio de informar ao governo os dados do empregado, seu vínculo com a empresa (que também contribui com o órgão) e também garante a cada um deles o acesso aos seus direitos e benefícios já discutidos anteriormente.

Inclusive, você não precisa se preocupar apenas em calcular o tempo de contribuição do INSS para ter uma aposentadoria tranquila. Você pode planejar seu futuro desde já, fazendo boas escolhas com o seu patrimônio.

Para saber mais a respeito, deixe salva para depois a leitura de outro post nosso, que fala a respeito de alguns bons investimentos para quem deseja se aposentar com boa segurança financeira!

Ou seja: além de saber como calcular quanto receber de aposentadoria, você pode assumir o controle da sua vida financeira e projetar um futuro muito mais próspero, economicamente.

Quais são os direitos garantidos pelo INSS?

Quem contribui regularmente com o INSS tem direito a alguns benefícios. São eles:

  • aposentadoria por tempo de contribuição (e também por idade ou invalidez);
  • seguro desemprego;
  • auxílio-acidente;
  • pensão por morte;
  • auxílio-doença;
  • salário maternidade;
  • salário família;
  • reabilitação profissional.

São questões que envolvem, de diferentes maneiras, a vida do trabalhador brasileiro em curto, médio e longo prazo. O que visa justificar a contribuição obrigatória para os profissionais em registro CLT.

Quanto é o desconto do INSS e como ele é descontado?

Ao receber ou visualizar o holerite digital, o trabalhador pode perceber o seu salário bruto e líquido. Quando ocorre o desconto do INSS, o empregado fica com o salário líquido, que é a versão recebida em sua conta bancária já com todos os descontos efetuados.

Ou seja: o desconto ocorre de maneira automática, já levando em consideração a alíquota do INSS do ano. 

Isso vale para os profissionais com carteira assinada. Já os autônomos e empreendedores devem fazer o pagamento de maneira independente. Para isso, eles só devem respeitar os valores proporcionais dos seus respectivos faturamentos e também o plano escolhido em cadastro.

Como calcular o INSS?

Também vale a pena ficar de olho nessas mudanças praticadas na contribuição. Veja, abaixo, como calcular o INSS com a nova tabela, relativa aos valores instaurados em janeiro de 2021:

  • quando o salário de contribuição é de até R$ 1.100, a alíquota de desconto do INSS é de 7,5% do valor do salário;
  • se o salário de contribuição é entre R$ 1.100,01 e R$ 2.203,48, a alíquota de desconto do INSS é de 9%;
  • quando o salário de contribuição é entre R$ 2.203,49 e R$ 3.305,22, a alíquota de desconto do INSS é de 12%.
  • se o salário de contribuição é entre R$ 3.305,23 e R$ 6.433,57, a alíquota de desconto do INSS é de 14%.

Para facilitar a visualização dessa tabela, vamos a um exemplo: digamos que você tenha um salário de R$ 1.100. Nesse sentido, para saber como calcular o INSS basta aplicar um desconto de 7,5% nessa quantia.

Ou seja: 1.100 – 7,5% (que corresponde a 82,50) = R$ 1.017,50.

Quem recebe um salário de R$ 2 mil, por sua vez, entra na faixa de desconto de 12%. para o cálculo do INSS, então: 2.000 – 12% (que corresponde a 240) = R$ 1.760 de salário.

Esse número pode ser ainda menor quando inserimos outros descontos na folha de pagamento, que podem variar de acordo com cada empresa e os benefícios oferecidos aos seus empregados.

Alguns exemplos de descontos que podem incidir também no seu salário:

  • plano de saúde;
  • vale-transporte;
  • contribuição sindical.

Entre outros. Daí, a importância em saber como calcular o INSS. Ele tem uma parcela impactante no seu orçamento mensal, o que reflete diretamente na diferença entre o seu salário bruto e o salário líquido — que é aquele que você vai receber mensalmente.

Como ficar por dentro das melhores estratégias para render o salário?

Agora que você já sabe como calcular o INSS e tem uma noção mais completa a respeito de cada desconto do seu salário, que tal agregar mais autonomia à sua vida financeira?

 

Para isso, convidamos você a assinar newsletter do nosso blog — é só preencher o seu endereço de e-mail na home do blog da Xerpa. Assim, você recebe em primeira mão todas as nossas dicas e novidades!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar