Como calcular a margem de lucro

Como calcular a margem de lucro e assegurar resultados no seu negócio?

Independência, flexibilidade de horários e autonomia criativa são alguns exemplos das muitas vantagens de ser dono de um negócio. No entanto, nenhuma delas é relevante se o empreendimento não tiver lucratividade. Afinal, todo mundo sabe que o sucesso financeiro é o objetivo máximo de qualquer empresário, não é mesmo? 

Existem inúmeros desafios quando o assunto é tornar um projeto realmente rentável e a qualidade da gestão financeira é fator determinante. O que poucos sabem é como calcular a margem de lucro, etapa gerencial primordial e imprescindível para o crescimento e sustentação comercial.

De forma bem resumida, para calcular a margem de lucro de produtos e serviços da empresa é preciso que os gestores sigam os seguintes passos:

  • entender o que é lucro;
  • estabelecer a margem de lucro por produto ou serviço;
  • estabelecer o valor de venda do produto ou serviço;
  • conhecer todas despesas do negócio;
  • conhecer os encargos atrelados a operações comerciais;
  • aplicar a fórmula da margem de lucro específica;
  • calcular o percentual de lucratividade da operação.

Outro fator importante a ser considerado para otimizar os resultados e rendimentos do negócio é a satisfação da sua força de trabalho. Se você quiser saber mais, recomendamos a leitura deste artigo aqui.

Agora, para aprender como calcular a margem de lucro da sua empresa de forma eficiente e prática, continue acompanhando este post. Preparamos um guia completo com todas as informações que você precisa para aplicar esse cálculo com primazia. Boa leitura!

O que é lucro?

Antes de explorarmos as formas de como calcular a margem de lucro, vamos entender como funciona efetivamente o lucro em si. 

Grosso modo, lucro é o retorno positivo de qualquer investimento financeiro, seja ele feito por uma pessoa física ou jurídica. Vamos ver um exemplo? 

Imagine que a sua empresa revenda camisetas estilizadas, o custo de cada unidade na fábrica é de R$ 50 e seu preço de venda na loja é de R$70 reais. Ou seja, o lucro da operação é de R$ 20 por camiseta vendida, certo? Errado!

O processo de venda envolve etapas ocultas que também têm um custo e devem ser consideradas para calcular esse lucro de forma mais condizente com a realidade. Custos fixos, custos variáveis e custos não-operacionais devem, imprescindivelmente, fazem parte do processo.

Em outras palavras, a despesa com combustível para buscar o produto na fábrica ou custo de transporte terceirizado, treinamento dos funcionários para executar a operação, aluguel do imóvel, água, luz, telefone, internet, softwares gerenciais, dentre outros, também devem ser considerados para na formação do preço de venda do produto e, consequentemente, do cálculo da margem de lucro.

Desta forma, se qualquer uma dessas operações ultrapassar o valor de R$ 20, a sua venda gera prejuízo e não contribui para o sucesso do negócio, pelo contrário, retarda o seu desenvolvimento. 

O que é a margem de lucro?

Agora que você já entendeu o que é lucro e quais as particularidades atreladas nessa definição, vamos explorar o que é a margem de lucro. 

Por margem de lucro, entende-se o percentual que a empresa visa ganhar com a atividade comercial de um determinado produto ou prestação de serviço. Vamos ver um exemplo?

Considere mais uma vez a sua loja de camisetas estilizadas. O custo unitário do produto é de R$ 50 e as despesas atreladas são de R$ 30, portanto o custo efetivo da peça é de R$ 80. 

Supondo que o seu objetivo seja uma margem de lucro de 15% sobre a venda, o preço mínimo de cada camiseta deve ser de R$ 92, ou seja, R$ 80 + 15%. Em outras palavras, você deve calcular todos os custos do produto e, sobre o valor final, acrescentar a margem de lucro desejada.

Aqueles R$ 20 que pareciam representar um lucro anteriormente são, na verdade, um prejuízo. Justamente por isso, conhecer todos os valores atrelados ao item ou atividade é tão importante. 

O lucro mesmo só será alcançado se o mercado consumidor aceitar a margem aplicada e efetivar o ato de compra. Ou seja, pesquisar a lógica empregada no mercado para determinar esse percentual e conhecer a média usada pelos seus concorrentes é uma etapa indispensável.

Qual a diferença entre margem de lucro bruto e margem de lucro líquido?

O lucro pode ser bruto ou líquido, e as fórmulas usadas para calcular seus valores estão detalhadas a seguir .

Lucro Bruto

Lucro bruto é o valor que uma empresa obtém depois de pagar todos os custos de produção, sejam eles diretos ou indiretos. Portanto para calcular esse retorno bruto, basta subtrair os custos da mercadoria ou serviço da sua receita total.

Usando o mesmo exemplo das camisetas, suponha que a sua empresa tenha recebido R$ 15 mil no período de um mês e tenha gastado 10 mil para adquirir as camisetas. Assim, o lucro bruto é de R$ 5 mil.

Lucro Líquido

Agora vamos falar do lucro líquido. Esse outro tipo de lucro aborda o montante real de lucratividade, porque desconta encargos como impostos e outras despesas equivalentes. 

Considere o lucro bruto de R$ 5 mil adquiridos em um mês de vendas e o valor de R$ 1,5 mil em impostos. O lucro líquido abate o valor desse encargo para apresentar o valor do rendimento final, ou seja, R$ 3,5 mil. Portanto, esse é o valor real que a empresa obteve de suas atividades no período.

Como calcular a margem de lucro bruto?

Entendido os conceitos, é hora de aprender a como calcular a margem de lucro bruto. Tenha em mente que esse percentual varia de item para item, de atividade para atividade, por isso deverá ser calculado diversas vezes.

Vale reforçar que a decisão de quanto será a margem aplicada não pode ser aleatória. Conhecer a média usada no mercado junto aos concorrentes é fundamental. 

O cálculo da margem de lucro bruto é feita seguindo a fórmula:  

Margem de lucro bruto = (lucro bruto / receita total) x 100

Vamos ver um exemplo? Sua loja de camisetas estilizadas faturou R$ 15 mil em um mês e teve custo de R$ 10 mil. Desta forma, sua receita é de 15.000, seus custos são de 10.000 e o lucro bruto é de R$ 5 mil. Seguindo a fórmula:

MLB = (5.000 / 15.000) x 100

MLB = 33,33%

A margem de lucro bruto aplicada no negócio é de 33,33%. Esse é, portanto, o valor que representa a lucratividade do negócio e que pode ser apresentado como argumento em negociações e investimentos.

Para te ajudar a entender melhor, veja  como calcular a margem de lucro bruto para cada camiseta vendida. O preço comercial do produto é de R$ 92, o custo é de R$ 80 e o lucro é de R$ 12.

MLB = (12 / 92) x 100

MLB = 13,04%

A margem de lucro bruto efetivamente aplicada no produto é de 13,04%.

Como calcular a margem de lucro líquido?

Vimos até aqui como calcular a margem de lucro bruto. Agora, vamos explorar as formas de como calcular a margem de lucro líquido.

A diferença basicamente está nos descontos aplicados, o percentual da margem de lucro líquido também abate valores de tributações e despesas (fixas e variáveis) do lucro bruto.

Margem de lucro líquido = (lucro bruto – encargos gerais/ receita total) x 100

Vamos aplicar o exemplo do empreendimento de camisetas. A receita do negócio é de R$ 15 mil, os custos de execução de serviços são de R$ 10 mil, os impostos somam R$ 1,5 mil e as despesas fixas e variáveis contam em R$ 1.000. Seguindo a fórmula:

Margem de lucro líquido = {[(15.000 – 10.000) – (1.500 – 1.000)] /  15.000} x 100

MLL = {[5.000 – 500] / 15.000} x 100

MLL = {4.500 / 15.000} x 100

Margem de lucro líquido = 30%

Portanto, a margem de lucro líquido do negócio é de 30%. As tributações extras representam 3,33% do lucro no negócio. 

Qual a importância de calcular a margem de lucro?

Entender como calcular a margem de lucro é fundamental para conhecer os reais ganhos do negócio e identificar o seu status de evolução comercial. Isso porque conhecer o faturamento não é suficiente para assegurar a saúde financeira da empresa e estruturar planos de otimização de resultados

Muitos empresários se concentram apenas nos números de vendas, sem se atentarem a despesas latentes que também impactam no rendimento final das operações. Desta forma, qualquer plano aplicado será pouco preciso e não estará em conformidade com a verdadeira situação do negócio. Ou seja, os resultados apontarão somente projeções e não certezas.

Impostos, taxas de transporte, tempo de trabalho, treinamentos, impostos sobre o faturamento, tributação e encargos sobre a folha, despesas administrativas, o aluguel, manutenção da sede, Internet, dentre outras diversas variáveis devem ser consideradas criteriosamente para calcular a lucratividade do negócio com exatidão. 

Portanto, calcular a margem de lucro é uma atividade gerencial essencial para validar operações financeiras e conhecer, de fato, a rentabilidade do negócio.

Existe uma margem de lucro ideal para a sua empresa?

Não há dúvidas de que quanto maior a margem de lucro, melhores serão os resultados financeiros de qualquer empresa. 

Embora exista uma série de fatores que devem ser levados em consideração para definir um percentual atrativo para a operação, tais como segmento de mercado, tipo de produto ou serviço, custos e despesas totais, formulação de preço, lógica aplicada no mercado, dentre outros, especialistas financeiros apresentam uma média para que os setores possam se basear.

A média ideal para o setor:

  • Industrial: a margem de lucro deve estar entre 6 e 8%;
  • Atacadista: a margem de lucro deve estar entre 4 e 6%;
  • Lojistas e comercial: a margem de lucro deve estar entre 10% a 15%;
  • Serviços gerais: a margem de lucro deve superar 20%.

É importante pontuar que essa é uma média genérica e que não é uma regra. As condições do negócio e do mercado devem ser rigorosamente analisadas para definir essa porcentagem. 

Saber realmente como calcular margem de lucro é indispensável, porque qualquer  falha pode representar um prejuízo expressivo para a lucratividade da empresa, e comprometer o seu sucesso.

Desta forma, seguindo as fórmulas apresentadas neste post, certamente, sua empresa será capaz de calcular esse percentual com segurança e estruturar planos de desenvolvimento inteligentes e realistas. 

Entender como calcular a margem de lucro amplia a visão dos gestores sobre o negócio, permite ques eles conheçam os reais resultados de seus planos e os impactos de suas decisões no mercado. Portanto, essa é uma medida que deve ser aplicada de forma periódica e estratégica. 

 

Gostou do post? Entendeu a importância de calcular a margem de lucro com critérios claros? Se ainda tiver alguma dúvida ou quiser pontuar a experiência da sua empresa, conta pra gente aqui nos comentários!