Em tempos em que a ética vem sendo cada vez mais discutida em todas as esferas da sociedade, criar um código de conduta se tornou ainda mais importante para as organizações. Adequar os procedimentos internos em nome da lisura e das boas práticas é fundamental para manter uma boa imagem diante da opinião pública e do mercado em geral. Mas, afinal, o que é código de conduta?

Como desenvolver um código de conduta?

Quais são os seus impactos no dia a dia da empresa?

Para responder a essas questões, explicamos neste artigo tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Quer saber mais? Confira a seguir!

O que é código de conduta?

Código de conduta, também conhecido como código de ética, é um conjunto de regras que define valores e orienta as ações dos colaboradores de uma organização.

Estabelecendo essas normas, a empresa assume perante ao mercado suas próprias responsabilidades éticas sociais e ambientais.

As regras devem ser observadas por todos os funcionários, colaboradores e prestadores de serviço da companhia.

Assim, é estabelecido um padrão de comportamento que explicita a postura da empresa em face de todos os seus stakeholders.

O que é código de conduta consiste em um instrumento de divulgação da filosofia, missão e valores da empresa, o que facilita o entendimento e a prática da cultura organizacional.

É importante que, no momento da admissão de novos colaboradores, o RH apresente as normas e enfatize sua relevância para a organização.

O código de conduta também deve ser constantemente reforçado e divulgado para que seja, de fato, colocado em prática, evitando problemas éticos dentro da companhia.

Como criar um código de conduta de uma empresa?

Por ser matéria de grande importância para a empresa, a criação do código de conduta requer um grande cuidado por parte do RH e das lideranças. Veja abaixo o passo a passo ideal para a concepção dessas normas.

1. Crie um comitê

Geralmente o código de conduta é determinado pela alta cúpula da empresa.

Apesar de poder se definido nas reuniões de planejamento estratégico, o ideal é criar um comitê especial para este assunto.

O grupo deve reunir o CEO da empresa, os principais executivos da todos os setores e profissionais-chave do RH e do jurídico. Após a aprovação das normas, esse comitê passa a ter um papel contínuo no acompanhamento e avaliação das situações de desvio de conduta.

2. Apresente o conteúdo

O conteúdo do que é código de conduta deve ser apresentado de maneira clara e objetiva, com frases curtas e explicativas. É essencial que seja revisto por um advogado, para avaliar sua legalidade.

A ética de todas as relações de trabalho devem ser descritas no código de conduta, cada uma com a sua própria relevância para a empresa. Sendo assim, é preciso incluir as seguintes interlocuções:

  • com os demais colaboradores;
  • com os superiores;
  • com os clientes;
  • com fornecedores;
  • com acionistas;
  • com candidatos em processos seletivos;
  • com as comunidades;
  • com a mídia;
  • com o governo;
  • com a fiscalização;
  • com o meio ambiente.

3. Discuta o conteúdo

O código de conduta não pode ser implementado sem uma discussão prévia sobre seu conteúdo. Cada tópico deve ser analisado por todos os membros do comitê em um debate franco, para que não haja falhas nem indefinições.

Se a empresa for grande, é importante contar com uma empresa de consultoria para mediar as reuniões, acelerando e direcionando as conversas entre os membros do comitê.

4. Publique e divulgue

Após todas essas etapas de como criar um código de conduta de uma empresa, chega o momento de publicar o documento. Hoje, com toda a tecnologia disponível, é possível disponibilizar o documento na intranet da empresa, para que todos tenham acesso.

Para efeito de eventuais penalizações por desvio de conduta, o RH deve ter algum comprovante de que todos os colaboradores leram e estão de acordo com o código. Para garantir isso, é fácil: basta adicionar à publicação um botão de confirmação que deverá ser acionado pelos colaboradores no ato da leitura.

Além da publicação, é importante que a divulgação das regras seja constante. É possível elaborar campanhas e até ações gamificadas para engajar os colaboradores.

Comunicando as normas de forma atrativa, fica mais fácil ampliar o interesse e o entendimento dos colaboradores sobre a relevância do código de conduta.

Em que situações o código de conduta é importante?

Até aqui você aprendeu o que é código de conduta e como criar um código de conduta de uma empresa. Agora vamos nos concentrar na extrema importância para preservar a empresa e os colaboradores e diversas situações. Confira a seguir algumas delas.

#1 Proteção contra o assédio

Casos de bullying no ambiente de trabalho, assédio moral, sexual e até desentendimentos entre colegas são contemplados no que é código de conduta.

Dessa forma, é possível padronizar o comportamento e os relacionamentos interpessoais no ambiente de trabalho.

Isso contribui para proteger as pessoas contra situações desagradáveis, que possam afetar sua saúde mental no trabalho e sua qualidade de vida. Além disso, é um ótimo instrumento para preservar a qualidade do clima organizacional interno.

#2 Diagnóstico de desvio de conduta

Com regras bem definidas, é possível fazer a avaliação adequada de casos de desvio de conduta. Assim, a empresa se preserva e fica autorizada a tomar medidas drásticas em relação àqueles que agem em desacordo com as regras.

Deve ser montado um comitê de conduta para avaliar as denúncias, que devem ser feitas sempre por meio de um canal seguro e de forma anônima.

Punições devem ser previstas e podem ser necessárias, mas não são o principal foco. O propósito é sempre educar e conscientizar a equipe para que eventuais falhas não voltem a acontecer.

Leia também: Política de desligamento: o que é, importância e como fazer

#3 Políticas de compliance

O que é código de conduta serve como um conjunto de normas escritas que devem ser praticadas pelos funcionários no exercício de suas funções. Essas regras incluem a confidencialidade de informações, fator essencial para proteger os dados mais importantes da empresa.

As normas também orientam a forma como os colaboradores realizam negócios em nome da empresa. Deve haver um cuidado especial com situações onde os funcionários tem interesse nas duas pontas de uma conversa. Conflito de interesses é um problema sério de compliance, que deve ser severamente investigado e corrigido o quanto antes.

#4 Melhoria na imagem da empresa

Por melhorar o employer branding, ou a imagem e a reputação da empresa, o código de conduta se tornou um fator de competitividade no mercado. Por isso, a preocupação dos executivos com a ética nas organizações é cada vez maior.

Do mesmo modo que uma pessoa é avaliada por seus atos, as companhias passaram a ter sua ética analisada por todos os seus públicos de interesse, de acionistas a clientes. Isso passa pelas mudanças recentes no comportamento da sociedade em relação a alguns assuntos, como:

De modo geral, o que é código de conduta é fundamental para criar relações profissionais mais éticas.

Se for conduzido de forma séria, trata-se de uma excelente ferramenta para:

  • preservar o clima organizacional;
  • melhorar a imagem do negócio;
  • manter a empresa funcionando de acordo com a lei.

Por isso, procure seguir as dicas que abordamos neste artigo e seja um agente de ética dentro da sua empresa!

Antes de encerrarmos, gostaria de te apresentar a plataforma de Recursos Humanos da Xerpa e como ela pode ajudar sua empresa a otimizar as funções do departamento de RH.  Com a Xerpa sua empresa terá acesso a benefícios como:

  • reduzir o tempo nos seus processos de admissão de desligamento de funcionários;
  • ter um processo mais claro e seguro;
  • evitar penalizações, multas ou qualquer risco relacionado à questões legais e gestão de informação da empresa.

Xerpa é a única que entrega uma experiência incrível e ainda resolve o problema real que o cliente tem. Fale com um especialista e descubra como reduzir 30% dos custos do seu RH.

Conheça também o Xerpay e agregue mais esse benefício para a equipe da sua empresa.

Gostou do post? Siga-nos nas redes sociais e tenha acesso em primeira mão aos nossos melhores conteúdos! Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.