CDB é a sigla para Certificado de Depósito Bancário, um título de renda fixa emitido por bancos, extremamente seguro e garantido pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos), para captar recursos.

Para quem busca modalidades mais rentáveis para um valor de investimento, o CDB é a solução mais expressiva. Além da segurança endossada por um órgão de credibilidade nacional, ele ainda oferece condições concretas para otimizar as probabilidades de ganho e rentabilizá-lo.

Destinar a renda da sua empresa para investimentos mais suficientes como esse, é uma prática assertiva que pode beneficiá-lo pela inteligência financeira, astúcia mercadológica e comprometimento organizacional.

Acompanhe o post e aprenda tudo sobre o CDB, e como investir nele pode gerar vantagem estratégica.

O que é CDB?

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título de renda fixa extremamente seguro, emitido para capitalização. Ou seja, visa captar recursos para financiar as atividades dos bancos emissores.

Na prática, funciona como um empréstimo, em que o banco empresta o valor do seu investimento e no final do processo, devolve o dinheiro corrigido com as taxas de juros.

É um investimento seguro, pois é assegurado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), órgão que também certifica as aplicações em poupança. 

Para qualquer aplicações de até 250 mil reais, caso o banco emissor quebre, o valor de retorno é garantido pelo órgão. Em outras palavras, se a sua empresa busca fazer um investimento superior a esse valor, o ideal é dividir o capital em diferentes instituições. Assim, todo investimento mantém-se protegido pelo FGC.

Quais são os principais tipos de CDB?

Os quatro tipos principais são:

 

CDB Prefixado

O investidor negocia com o banco uma taxa predefinida e, durante a vigência do seu título, receberá sempre a mesma remuneração. Independentemente da taxa Selic –  taxa de juros básica da economia brasileira -, ou da inflação, a rentabilidade será fixa e predeterminada.

 

CDB Pós-fixado

A negociação com o banco é baseada em alguma taxa de referência, a principal delas é o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que está sempre muito próxima da Selic. Esse percentual de entrada não é fixo e pode variar de banco para banco, ainda assim é o tipo mais comum de CDB.

 

CDB Híbrido

Outro tipo de CDB é aquele cuja remuneração varia de acordo com um índice de inflação (principalmente o IPCA) e mais uma taxa de juros prefixada. Ou seja, o investidor pode pode ganhar, por exemplo, o IPCA e mais 5% ao ano para comprar e segurar o papel.

 

Escalonado

Quando o investidor não tem certeza sobre o tempo de aplicação, o CDB escalonado é uma opção interessante. Esse tipo de título de renda fixa garante liquidez diária, dando mais segurança ao processo.

Quais são os custos para aplicar em CDB?

Outra vantagem do CDB é que não há cobranças para realização de aplicações, como é o caso de outros tipos de fundos de investimento ou Tesouro Direto.

Contudo, o investidor é responsável pelo IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para aplicações de menos de 30 dias. E também pelo Imposto de Renda, que varia de acordo com o prazo da aplicação:

  • 22,5% do lucro para investimentos de até 180 dias;
  • 20% para 181 a 360 dias;
  • 17,5% para 361 a 720 dias;
  • 15% para 721 dias ou mais.

Vale lembrar que essas taxas são recolhidas na fonte, ou seja, o investidor não precisa se preocupar com o pagamento. Quando chega o momento do acerto, o próprio banco já faz o desconto do valor para o governo federal.

Como fazer um investimento em CDB?

Agora que você já sabe o que é um CDB, conhece seus principais tipos  e também está por dentro de seus tributos, está na hora de aprender a investir.

Para te ajudar, separamos algumas dicas que vão te ajudar a realizar investimentos com tranquilidade e confiança. E assim, potencializar as chances de otimizar os ganhos da sua empresa. Confira!

 

Buscar uma Corretora

Muitas corretoras possuem plataformas de distribuição de CDB em diversos bancos, por isso encontrar uma opção apropriada para o seu perfil de investidor é um diferencial.

 

Abra uma conta de investimentos

Escolhida a corretora, é hora de abrir uma conta de investimentos. Com isso, você terá acesso e poderá aplicar em títulos de diversas instituições, com diferentes prazos e rentabilidades.

 

Planejar os objetivos

Feito isso, é preciso traçar os seus objetivos. Planeje com cautela o montante a ser investido, o prazo de aplicação e o cálculo do possível retorno.  

 

Escolha um título

Você não precisa necessariamente comprar um CDB no banco em que tem conta, a corretora poderá te indicar ações mais vantajosa em outra instituição bancária.

Na hora de optar por um título, lembre-se do seu planejamento. Tenha em vista o seu capital, o prazo e os possíveis retornos, e avalie a opção com a melhor projeção de lucratividade.

 

Negocie a taxa

Como o objetivo do CDB é capitalização, o retorno dos investidores varia com o tamanho do banco. Grosso modo, os bancos maiores pagam menos, porque sua necessidade de recursos é maior.

É fundamental negociar a taxa de remuneração com os bancos emissores antes de definir uma aplicação, pois se a instituição pagar menos de 95% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), é mais vantajoso para o investidor comprar um a LFT (Letra Financeira do Tesouro) pelo Tesouro Direto. 

 

Proteja seu patrimônio

Não esqueça do limite de proteção do FGC. Caso o plano seja investir um valor superior ao valor de 250 mil reais, o ideal é dividir o capital em títulos de bancos diferentes. Assim, o patrimônio da sua empresa fica protegido contra sinistros.

 

Aplique o seu capital

Feito tudo isso, agora é só aplicar o seu dinheiro, acompanhar o seu desempenho e aguardar a entrada dos lucros.

Viu, só? Investir em CDB é fácil, prático e gera bons resultados! Com o suporte da sua corretora, você saberá quais são as melhores opções para o momento da sua empresa e quais trazem os rendimentos mais apropriados para às suas necessidades. Assim, você  investe sabendo que está fazendo uma boa escolha.

Portanto, invista em CDB e comece a ver o capital da sua empresa crescer de forma segura e eficiente.

E aí, gostou? Conta pra gente aqui nos comentários!