Inovação em recursos humanos: conheça 6 empresas mais inovadoras

O Recursos Humanos vem se tornando um setor cada vez mais estratégico nas organizações. As maiores empresas do mundo consideram suas equipes de gestão de pessoas como parceiras de negócio, com participação direta nas principais decisões.

Sendo assim, a inovação em recursos humanos se tornou fundamental para que o trabalho da área seja feito da forma correta.

Para construir um ambiente que favoreça a inovação, algumas medidas específicas devem ser tomadas. Entre elas estão a implementação de novas tecnologias e o desenvolvimento de uma cultura organizacional adequada.

Para ajudar você a entender essas práticas, selecionamos alguns cases de empresas que são referências mundiais em RH.

Preparado para aprender com elas? Acompanhe o post!

O que se espera de um RH inovador

Um RH inovador não é apenas um setor que busca práticas altamente tecnológicas para transformar o dia a dia do colaborador. Ele é, antes de tudo, acessível e útil. Não somente para os funcionários, mas para a empresa como um todo. 

O recursos humanos deixa de ser um setor que cuida apenas de admissões e demissões, e passa a ter um perfil estratégico no desenvolvimento de talentos e na conquista das metas da organização

E uma das atividades principais de um RH inovador é tornar acessível todas as informações relevantes e úteis para todas as áreas da empresa. Criar um ambiente propício de comunicação e relacionamento deve ser algo intrínseco do departamento pessoal. 

Por isso, ao se comunicar com todas as esferas que envolvem uma organização, o RH deve levar em consideração todos os meios utilizados atualmente e inovar a partir deles. 

Como por exemplo, utilizar aplicativos de mensagens e redes sociais, deixar informações na nuvem para que todos possam acessar, criar canais de atendimento diferenciados (presencial ou remoto).

Além disso, é essencial que o departamento crie novas formas de se relacionar com o colaborador. É importante que ele se sinta valorizado e tenha consciência de que ele conseguirá progredir profissionalmente por meio de cursos e avaliações desenvolvidos sob medida. O RH inovador empodera e dá a chance de escolha para o funcionário. 

Para a empresa, o RH precisa ter um posicionamento pró-ativo e entender como suas ações influenciam nos resultados da organização. Ir além da produtividade e pensar em lucro, receita e concorrência. Inovar em RH também é enxergar além dos processos e ver como pode contribuir para o crescimento da empresa. 

As tendências de RH para 2020

Para implementar inovação no RH continuamente é preciso estar atento às tendências que surgem a cada ano. Na lista abaixo você pode conferir o que terá destaque no setor em 2020: 

1. Salário sob demanda

A pesquisa CareerBuilder, conduzida em 2017, atestou que 78% dos entrevistados mal conseguem liquidar as contas com o seu ordenado.

Além disso, dos mais de 3 mil entrevistados, cerca de ¾ deles também atestaram que estão com uma ou mais dívidas acumuladas. Sinal claro de que algo precisa ser mudado, concorda?

O salário sob demanda é uma modalidade que vem ganhando força no mercado e visa agregar a flexibilidade para que os colaboradores recebam pelas horas trabalhadas, mas ainda não pagas. Algo que alivia muitos dos problemas financeiros — e aqueles gerados pelos desafios em fechar as contas.

Vamos analisar um exemplo simples: se a empresa tem o costume de fazer os pagamentos dos seus recursos humanos apenas no dia 30, ou no quinto dia útil de cada mês, os profissionais estão limitados a isso.

Se uma conta pendente vai vencer os juros nesse período em que já não há mais dinheiro em conta, as dívidas se acumulam. Porém, com a oferta do salário sob demanda o profissional pode receber o pagamento dos dias já trabalhados quando quiser. E o melhor, ele tem flexibilidade para planejar o seu mês.

Recomendamos que você leia esse artigo para entender melhor sobre o salário sob demanda. Nele você entenderá as funcionalidades do Xerpay, um benefício corporativo de pagamentos sob demanda. 

2. Automação no recrutamento e tarefas de RH

Com o objetivo de otimizar o tempo do departamento de RH, diversos processos serão otimizados como, por exemplo, o de recrutamento. Desta forma o RH poderá acelerar o processo de preenchimento de vagas. 

Além disso, a automação no atendimento ao colaborador também facilitará no esclarecimento de dúvidas, uma vez que o RH precisa responder diversas questões recorrentes. 

Perguntas como “quando é meu dia de pagamento?” Ou “quantos dias de férias tenho?” poderão ser respondidas por um chatbot. Isso faz com o que o time de recursos humanos consiga adicionar tempo para definir estratégias de retenção de talentos

3. Gamificação

Para tornar o processo de recrutamento, integração e treinamento mais simples e motivador, a área de recursos humanos usará a gamificação como parte fundamental de sua estratégia. 

Implementar técnicas de jogo é uma forma de manter os funcionários engajados durante uma dinâmica e trazer resultados concretos e mensuráveis. 

Existem diversas empresas que oferecem este tipo de solução, como o Atrivity, que transforma um conteúdo de treinamento bruto e complexo em um jogo divertido de perguntas e respostas, nas quais os funcionários estão envolvidos com o conteúdo. 

Desta forma, a empresa consegue avaliar em tempo real o conhecimento que o funcionário possui sobre determinado assunto. 

4. People Analytics

O uso do Big Data não é nenhuma novidade, a análise de dados macro é uma tendência global e possui um grande potencial que pode ser aplicada a qualquer setor. 

Na área de Recursos Humanos, o People Analytics será um sistema indispensável para mapear comportamentos no ambiente de trabalho que permite descobrir como está o desempenho dos funcionários e quais aspectos influenciam sua produtividade e motivação.

O resultado disso é a construção de um time cada vez mais eficiente, produtivo e motivado.

5. Diversificação do modelo de trabalho

Esta tendência já vem de anos anteriores, mas se intensificará em 2020. No mesmo ambiente de trabalho terão pessoas de diferentes áreas que formarão equipes transversais, o objetivo é melhorar os resultados e adotar horários mais flexíveis.

Segundo pesquisa recente da Talent LMS, 60% dos trabalhadores remotos gostariam menos de seu emprego se tivessem que ir ao escritório. 

O foco deste time será conquistar a meta de negócios que se preocupa com o valor humano. Por isso, ambientes mais clássicos que não incentivam o “amor” pela empresa são deixados para trás. 

Com isso se cria o conceito de Recrutamento Inbound, quando o RH e o Marketing unem forças para atrair e engajar os melhores talentos.

6. Ativismo corporativo e de funcionários

Vivemos na época do coletivo, então é natural que as empresas parem de olhar tanto para si e passem a olhar para os problemas da sociedade e como ajudar a resolvê-los. Isso envolve tomar posse da responsabilidade social e dar a oportunidade para que os colaboradores possam fazer o mesmo. 

Uma pesquisa da Povaddo sobre ativismo corporativo, mostrou que mais da metade das pessoas que trabalham em grandes empresas americanas sentem que as empresas precisam desempenhar um papel mais ativo nas questões sociais.

E os funcionários estarão cada vez mais dispostos a contribuírem, basta o RH abrir portas que facilitem e estimulem o ativismo corporativo e do empregado. 

As melhores práticas de RH Inovadoras

Como você pôde ver no tópico anterior, existem diversas formas de levar mais inovação ao RH. No entanto, algumas práticas levam tempo, planejamento e investimento para serem implementadas. 

Em alguns casos, quando a empresa é mais tradicional, a aprovação da diretoria também pode ser um impeditivo. 

Abaixo vamos mostrar melhores práticas de RH Inovadoras e viáveis, que demandam baixo ou nenhum investimento e podem revolucionar o ambiente de trabalho. 

1. Fortalecer a marca da empresa

Para que o RH consiga atrair os melhores talentos, ele deve fortalecer a marca da empresa para passar a imagem de que ali é um ótimo local para se trabalhar

Essa prática, que também é conhecida como employer branding é muito utilizada por empresas modernas e start ups, mas é aplicável a todos os segmentos. 

Basta que o RH se alie ao Marketing, que possui o conhecimento de imagem e marca, para definir ações que possam mostrar como é o dia a dia da empresa para futuros colaboradores e também realizar ações internas para engajar os funcionários. 

2. Automatização de processos

Como falamos anteriormente, é preciso automatizar processos burocráticos que demandam tempo da equipe de RH. Dessa forma o time consegue ser mais ágil e se concentrar em ações mais estratégicas. 

O setor de RH pode, por exemplo, ter a sua disposição um sistema de processo seletivo. No qual os candidatos preenchem o formulário com seus dados pessoais e profissionais e, a partir dele, você consegue filtrar as informações que precisa para o descritivo da vaga sem precisar analisar um por um. 

Este é só um exemplo, mas existem diversas plataformas e ferramentas que auxiliam as rotinas de RH de forma prática e acessível. 

3. Desenvolvimento da gestão

Para ter times e colaboradores em total sinergia, é preciso focar na gestão de comportamental dos colaboradores, candidatos e líderes. Ou seja, investir atenção no lugar certo

A gestão comportamental traz muitos insumos para um RH inovador. Com ela você consegue mapear tendências de comportamento de cada indivíduo, como por exemplo perfil comportamental dominante, estilo de liderança, competências, áreas de talento, etc.

Com essas informações em mãos, todas as ações do RH se tornam mais assertivas, desde a seleção de candidatos até a alocação de pessoas nos  setores adequados. 

A seguir, conheça projetos de RH que deram certo e se tornaram referência mundial no setor.

Empresas que apostam na inovação em recursos humanos

1. Google

A gigante da tecnologia é frequentemente apontada como uma das melhores empresas para se trabalhar no mundo.

Seus esforços em RH são reconhecidos por veículos conceituados da mídia especializada, como Mashable, Fortune e Glassdoor, entre outros. Tudo porque na cultura do Google, o que dita as regras é o desenvolvimento de pessoas.

Segundo a filosofia da empresa, com as ferramentas certas é possível contar com os melhores talentos do mercado e fazer com que eles se tornem mais felizes e produtivos.

O RH é responsável pelo ciclo completo de um funcionário na organização: atrair, contratar, desenvolver e recompensar.

A sede da companhia nos Estados Unidos conta com complexo esportivo, três centros de cuidados com o bem-estar, rinques de patinação, oferta de massagens e inúmeros outros benefícios.

Dessa forma, a empresa consegue oferecer as melhores condições para que seus colaboradores se tornem mais criativos e atinjam os resultados esperados.

Outra vantagem do RH do Google no mercado é o uso de um algoritmo chamado People Analytics nos processos de recrutamento. Depois da contratação, o funcionário segue sendo avaliado com a ajuda de aplicações tecnológicas, o que garante que sua performance esteja sempre em dia.

2. FedEx

Sucesso mundial em entregas e logística, a FedEx acredita que a valorização dos colaboradores é a chave para oferecer um serviço de excelência e conseguir resultados acima da média.

Para isso, a empresa criou métodos para estimular que todo o quadro de funcionários participe ativamente das decisões do negócio.

Normalmente, quando se fala em feedback, pensamos em subordinados sendo avaliados por seus gestores, certo? Na FedEx, também acontece o contrário.

São feitas pesquisas periódicas de feedback para colher as opiniões de todos os funcionários sobre a administração da empresa. Depois, as equipes fazem reuniões para discutir os resultados e encontrar soluções para eventuais problemas.

Além disso, no dia a dia, é comum a alta gestão solicitar sugestões aos funcionários. Dessa forma, grandes decisões não ficam centralizadas e todos se sentem parte do crescimento do negócio.

Isso é essencial para que os colaboradores adquiram senso de pertencimento e se sintam realmente importantes no ambiente de trabalho. 

3. Oxfam

A Oxfam é uma instituição de caridade que busca soluções para a pobreza e a injustiça. É composta por 17 organizações, mais de 3 mil parceiros e atua em mais de 100 países.

A empresa é referência em formação de líderes e desenvolvimento de pessoas. Em sua cultura organizacional, esses dois quesitos são fundamentais para que os objetivos sejam alcançados.

Um dos princípios da Oxfam é acreditar que o papel do RH é construir alianças entre gestores, funcionários e parceiros.

O engajamento dos colaboradores na causa da empresa é fator fundamental para que sua missão seja levada adiante. Para desenvolvê-los profissionalmente são promovidos treinamentos, vistos como uma importante ferramenta de retenção de talentos.

4. Prudential

Os objetivos dessa companhia de seguros de vida são muito bem definidos: ter uma cultura de alta performance e ser um excelente lugar para trabalhar.

Para isso, a Prudential tem a mente aberta nos processos de RH, com espaço para mudanças e inovação. Além disso, existem procedimentos disciplinares que padronizam os processos de trabalho, facilitando o dia a dia.

Ser uma organização que incentiva o diálogo faz com que a Prudential tenha muitas vantagens no relacionamento com seus funcionários.

Os projetos da empresa são compartilhados com toda a equipe. Dessa forma, os altos, baixos, desafios e sucessos da companhia são discutidos individualmente com cada membro da instituição.

A estratégia vem dando certo. Por conta de sua cultura, a empresa é frequentemente apontada como uma das mais inovadoras em recursos humanos, apresentado taxas de ausências e rotatividade extremamente baixas.

5. SAS

Pioneira no setor de Business Intelligence, a SAS é mais um exemplo de empresa global com práticas de RH inovadoras e criativas.

Foi uma das primeiras organizações a se preocupar em amenizar o estresse no ambiente de trabalho, medida que hoje faz parte da cultura de muitas corporações no planeta.

Uma de suas ações mais importantes é oferecer aos funcionários estrutura para atividades de recreação e exercícios físicos, estimulando que todos cuidem da saúde física e mental.

A empresa também conta com um campus universitário, repleto de estradas arborizadas que conectam os prédios.

Outro detalhe da cultura da SAS é a alta confiança que os colaboradores recebem de seus líderes no ambiente de trabalho.

Tudo isso faz com que a equipe se torne mais engajada e queira permanecer na empresa por um longo período de tempo, mantendo os índices de turnover muito baixos.

6. Ford

Com uma cultura organizacional de alta disciplina e orientada à inovação, a Ford é constantemente nomeada entre as líderes mundiais em práticas de RH.

Os diferenciais da empresa podem ser encontrados em todos os processos do setor, desde a contratação de funcionários até o desenvolvimento de lideranças.

Um dos projetos mais inovadores da montadora de veículos é o One Ford Business Model. Trata-se de uma série de interfaces tecnológicas usadas para gerenciar talentos e torná-los adaptados às constantes mudanças do ambiente global.

Há também uma plataforma de RH que fornece insights sobre a força de trabalho da empresa ao redor do mundo, formada por mais de 60 mil pessoas.

Com esses dados em mãos, é possível planejar melhorias para a gestão de pessoas em longo prazo, garantindo melhorias constantes nos processos da companhia.

 

Qual o case de sucesso de gestão de pessoas é o mais interessante? Inspire-se nessas gigantes globais para promover mais inovação em recursos humanos na sua empresa.

RH e inovação devem andar juntos. Mas lembre-se: desenvolver uma cultura organizacional interessante é fundamental para o sucesso da missão, assim como contar com o auxílio da tecnologia. Escolha os métodos mais adequados para sua organização e mãos à obra!

Gostou do conteúdo? Caso tenha alguma sugestão ou dúvida, entre em contato conosco! Será um prazer ajudar você a inovar nas suas rotinas de RH.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.