Cartão de visitas: dicas para começar 2021 com o currículo perfeito!

cartão de visitas

O ano de 2021 já se aproxima e diversas pessoas querem iniciá-lo conquistando aquela vaga desejada ou migrando de área de atuação profissional. Assim, saber como elaborar um bom cartão de visitas, mais conhecido como o seu currículo, é essencial. 

Afinal, recrutadores e RH não podem conhecer presencialmente um a um os candidatos e é preciso conquistar a sua atenção logo no primeiro contato.

Pensando nisso, selecionamos o que não pode faltar em um currículo perfeito e iremos falar detalhadamente sobre esse assunto. De antemão, saiba que para elaborar um cartão de visitas adequado, é necessário informar:

  • Dados como nome, endereço e contatos atualizados;
  • Objetivo daquele currículo (vaga e/ou área em que o profissional deseja atuar naquela empresa);
  • Habilidades/Interesses profissionais;
  • Formação acadêmica e cursos complementares (idiomas, cursos profissionalizantes e complementares, etc.);
  • Experiência profissional e conquistas obtidas nas empresas anteriores;

Agora que você já sabe o que um currículo precisa ter, entenda como montá-lo e incrementá-lo de uma vez por todas.

Portanto, anote as nossas dicas e prepare o seu cartão de visitas para conquistar o emprego dos sonhos em 2021. Boa leitura e boa sorte!

Afinal, o que é o currículo?

De maneira simples e objetiva, o currículo funciona como um cartão de visitas de um profissional. Nesse sentido, ele é um documento que contém as informações mais importantes sobre:

  • Formação acadêmica daquela pessoa;
  • Trilha profissional desenvolvida ao longo do tempo;
  • Realizações profissionais;
  • Trajetória do indivíduo no mercado de trabalho.

Ou seja, é em posse do currículo que um recrutador e/ou psicólogo de RH consegue identificar:

  • Se aquela pessoa que se propõe a determinada vaga tem o perfil adequado para aquela função;
  • Além disso, verifica se a formação acadêmica do candidato abrange o que precisará ser desenvolvido;
  • Por fim, é avaliado se compensa fazer uma entrevista com aquele candidato ou se é melhor dispensá-lo (normalmente, isso ocorre em perfis muito incompatíveis com a vaga almejada).

A importância de um bom currículo

Conforme você viu acima, antes de você conversar com um recrutador ele terá em mãos apenas o seu currículo. Por isso, é fundamental ter um documento bonito, bem escrito, estruturado, com informações relevantes e adequado para a vaga que você deseja.

Lembre-se que mesmo com o avanço da tecnologia, a imensa maioria das empresas ainda faz uma triagem humana de currículos em processos seletivos, sendo que essa análise e seleção pode durar menos de 10 segundos

Dessa forma, o seu currículo precisa chamar atenção, pois é assim que você será escolhido para as demais fases de seleção como:

Em síntese, ter um currículo adequado é como ter um cartão de visitas pronto para impressionar o recrutador e facilitar a sua contratação.

Para te ajudar a montar o seu currículo, elencamos algumas dicas simples mas assertivas para você começar 2021 com o pé direito e com a carteira de trabalho preenchida. Confira!

5 dicas para ter um cartão de visitas perfeito

Veja abaixo 5 técnicas para você montar e organizar o seu currículo de maneira adequada. Siga essas sugestões e faça o seu cartão de visitas se destacar entre os documentos de outros candidatos.

1.    Tenha um layout adequado

O layout tem a ver com a estrutura gráfica do seu currículo. Basicamente, significa a organização do texto e como ele será visto pelo recrutador. Para não errar nessa estrutura, siga as dicas abaixo:

  • Alinhe o texto de uma única forma e deixe tudo com uma só fonte (tipo de letra);
  • Não coloque todos os títulos em negrito, itálico e sublinhado. O ideal é escolher apenas uma opção de destaque ou no máximo duas;
  • Evite uso de caixa alta com negrito e/ou sublinhado. Isso deixa o arquivo poluído e com difícil leitura. Além de ser apelativo e ser visto como desespero.

2.    Tenha um resumo

O resumo não é um item obrigatório, contudo, pode chamar a atenção no momento da triagem de currículos. O ideal é que seja composto de 3 ou 4 frases pequenas (total de 6 linhas) e explique de maneira sucinta o profissional que você é.

Coloque informações que traduzam suas principais características e que validem o que está escrito em áreas como “Habilidades”.

3.    Explore as suas competências e habilidades

Sob o mesmo ponto de vista, na parte de habilidades não precisa fazer blocos sobre informática, cursos profissionalizantes nem nada muito extenso.

Lembre-se que às vezes o seu cartão de visitas será o 48º a ser lido. Dessa forma, use poucas informações, mas todas de maneira adequada.

Escreva de maneira direta tudo o que você domina, por exemplo:

  • Vivência em escritório de contabilidade;
  • Habilidade com notas fiscais e documentos contábeis;
  • Além de conhecimento em matemática financeira avançada.

4.    Tenha um currículo digital organizado

Atualmente, a maior parte das empresas solicita currículos por e-mail ou mesmo pelo WhatsApp. Desse modo, tenha atenção a alguns detalhes como:

  • Nome do arquivo: o recomendado é que seu currículo seja enviado com seu nome + currículo. Por exemplo: LucasAlmeidaCurrículo.pdf. Assim, nada de enviar um currículo nomeado “versão nova” ou “CV novo”. Isso passa uma imagem negativa de desorganização e falta de atenção;
  • Além disso, o seu cartão de visitas deve ser em formato PDF. Enviar um currículo no Word ou demais programas pode desconfigurar ou até atrapalhar a leitura;
  • Caso você necessite enviar um portfólio, anexe esse outro documento no e-mail ou coloque o link desse outro cartão de visitas no corpo do e-mail. Por exemplo: “veja meu portfólio em www.portfolioadriana.com.br”;
  • Recomendamos que você sempre atualize as informações de contato e confira seu currículo antes de enviá-lo. Ah! O ideal é um currículo de uma página ou no máximo duas. Assim, resuma ao máximo as suas qualificações e haja com sabedoria. Falaremos mais sobre isso posteriormente.

5.    Imprima-o corretamente

Em caso de entrega de currículo presencialmente, tenha muita atenção na impressão deste documento. Veja mais dicas:

  • Não é necessário que seu currículo seja colorido, mas você pode destacar uma parte como o cabeçalho ou área de contato, por exemplo;
  • Se possível, invista em uma impressão de maior qualidade em um papel de gramatura maior (acima de 90g);
  • Lembre-se que essas são apenas dicas estéticas, não é nada que irá atrapalhar o seu processo seletivo, apenas incrementá-lo, combinado?

5 dicas para incrementar o seu currículo

Por falar em incrementar, que tal conferir algumas sugestões para dar um “up” no seu cartão de visitas? Para fortalecer e diferenciar a sua imagem no mercado de trabalho, confira essas dicas matadoras. Veja!

1.    Trabalho voluntário

O voluntariado e serviços prestados em ONG’s, associações comunitárias e centros religiosos podem te ajudar na hora de montar o seu currículo. Afinal, o seu trabalho voluntário desenvolvido pode (e será) visto com bons olhos pela empresa.

Escreva de forma sucinta:

  • Nome do local onde você atuou;
  • O que você fazia;
  • Por quanto tempo fez ou faz o trabalho;
  • Qual a relevância dele para a comunidade e para você.

2.    Cursos online e com certificados

Se você pretende trocar de emprego, mostre que se mantém atualizado e atento ao mercado de trabalho e as suas transformações.

Porém, se você está em busca de uma nova (ou primeira) oportunidade de emprego, é fundamental ter formações acadêmicas além daquelas oferecidas por escolas e/ou faculdades.

Nesse sentido, algumas plataformas oferecem cursos gratuitos e com certificados, dentre as maiores e mais qualificadas, podemos citar:

Existem diversas áreas de conhecimento para você se aprimorar ou adquirir novas habilidades, como: idiomas, informática, marketing e publicidade; administração, dentre outras, não perca a chance de se manter sempre atualizado.

3.    Soft skills e hard skills: melhore as suas chances

Inicialmente, se você ainda não sabe o que esses conceitos significam, veja agora.

Soft skills são habilidades adquiridas com a vivência e sem a necessidade de um diploma. Como exemplo de soft skills podemos citar: persistência, capacidade de lidar sob pressão e desenvoltura para lidar com conflitos.

hard skills são os conhecimentos adquiridos em cursos, congressos, sala de aula e aprendizado convencional. São exemplos de hard skills: desmontar microcomputadores, falar alemão e ter faculdade de Direito.

Assim, você não precisa fazer um bloco de soft ou hard skills. Contudo, explore essas habilidades no seu cartão de visitas (principalmente as soft skills). Ou seja, mostre o que você possui de positivo que pode ajudar a empresa e sua futura equipe de trabalho como:

  • Resiliência;
  • Capacidade de manter a calma em situações de estresse;
  • Facilidade de lidar com o público.

4.    Falar inglês é fundamental

Além das dicas supracitadas, vale lembrar que falar inglês e escrever nesse idioma se tornou uma premissa para quase todas as vagas de emprego.

Todavia, caso você ainda não domine a língua, esteja desempregado e não possa investir em um curso agora, fique tranquilo(a)!

Existem plataformas que disponibilizam cursos gratuito de inglês (inclusive com certificados), acesse e confira:

Dica bônus: app para aprender inglês!

Veja alguns aplicativos que podem te ajudar a dominar o inglês de uma vez por todas e acabar de vez com o seu medo:

5.    Mostre uma atitude positiva

Não enfatize há quanto tempo você está desempregado ou escreva no currículo que não fez um curso por falta de oportunidade.

Lembre-se que o seu cartão de visitas precisa ser impactante e atrativo e não um momento de desabafo. Desse modo, mesmo que você já esteja em busca de uma oportunidade há algum tempo, destaque outros pontos positivos como:

  • Cursos, mini cursos, congressos (mesmo online) e qualificações que você fez ou está fazendo;
  • Você pode destacar voluntariado, estágios e aulas particulares que você oferece ou já ofereceu;
  • Se na sua vida acadêmica você foi chefe do grêmio ou fez atividades extracurriculares na faculdade, aponte isso como um diferencial. Mostre que você sempre foi proativo e líder de turma, por exemplo;
  • Outros fatores que podem ser citados são: intercâmbio, curso de desenho, teatro, etc.;
  • Contudo, não escreva sobre atitudes irrelevantes e que não agreguem valor ao cargo que você deseja. Se não, a ideia passada será negativa e você será visto como chato.

Dica bônus: use os 3 “S”: sinceridade, simplicidade e serventia

Selecionamos esse tópico para falar de forma direta sobre os 3 “S” que são fundamentais em um currículo: a sinceridade, a simplicidade e a serventia.

Iremos discorrer detalhadamente sobre cada um desses itens, confira:

Sinceridade

  • Jamais coloque habilidades que você realmente não domine ou aumente as suas qualificações. Assim, se você fala e escreve espanhol em nível intermediário não afirme dominar o idioma;
  • Caso seja um bom professor de bateria cite isso, mesmo que não tenha relação direta com a vaga. Contudo, isso demonstra paciência e habilidade em ensinar outras pessoas;
  • Além disso, não minta sobre cargos e áreas de atuação. Se você foi estagiário em publicidade não aumente o cargo. Lembre-se que a recrutadora pode checar dados e você será “pego na mentira” e se queimará não somente nessa entrevista, como no mercado todo;
  • O ideal é citar no máximo 4 vagas profissionais com dados exatos como: nome da empresa, período trabalhado, cargo ocupado e atividades desenvolvidas. Lembre-se de anotar em tópicos as atividades que você fazia.

Simplicidade

  • Possivelmente seu documento será visto por alguém que tem uma demanda alta de trabalho, portanto, siga aquela máxima “menos é mais”;
  • Ou seja, invista em um currículo de uma página com as informações mais relevantes e com as dicas que citamos acima;
  • Pense sempre que o seu currículo deve ser o seu cartão de visitas e apenas dar uma ótima ideia de quem você é. Ele deve chamar a atenção do recrutador para que ele queira te conhecer e fazer a entrevista. Assim, não precisa contar tudo sobre a sua vida e seus sonhos. Faça isso mais detalhadamente na entrevista.

Serventia

  • A palavra serventia foi colocada aqui propositalmente. Afinal, qual será a sua serventia ou utilidade na empresa? Pense nisso no momento de confecção do seu currículo para aquela vaga;
  • Isso significa basicamente coerência e utilidade. Mostre ao recrutador que você será útil para a companhia, pois possui as características ideais para a vaga que deseja ocupar.

Não tenho experiência e agora?

Se você ainda não tem experiência profissional mas quer ter um cartão de visitas arrasador em 2021, veja as nossas dicas para quem busca o primeiro emprego!

Muitas pessoas acabaram de sair do ensino médio ou da faculdade e ainda não possuem experiência profissional. Desse modo, ficam muito inseguras na hora de montar um currículo.

Se você está nessa situação ou conhece alguém assim, confira agora as nossas sugestões para mesmo sem experiência profissional chamar a atenção do RH:

  • Não invente experiências jamais;
  • Caso tenha organizado eventos na faculdade, ministrado cursos e produzido artigos acadêmicos, cite isso no seu currículo;
  • Em caso de monitorias ou desenvolvimento de campanhas, informe isso e mostre que você gosta de se envolver no trabalho em equipe;
  • Se você já atuou como freelancer ou fez “bicos” home office, valorize isso (mesmo que seja sem carteira assinada);
  • Caso deseje obter esse tipo de experiência enquanto busca um emprego formal, confira o nosso artigo sobre “Renda extra online: 10 maneiras conseguir trabalhando em casa”.

Por fim, além de ter um bom currículo, fique atento em sites de emprego e outras plataformas de vagas, como:

Viu só como você pode se destacar mesmo antes da entrevista de emprego? Se você não sabia como fazer um cartão de visitas agora já sabe o que precisa ser feito!

 

Não se esqueça de compartilhar esse artigo nas redes sociais e também divulgar para os seus familiares e amigos que estejam em busca de um emprego.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar