Cartão contactless

Cartão contactless: esse meio de pagamento é seguro?

Imagine um meio de pagamento em que você nem precisa passá-lo em maquininhas, recordar de sua senha ou assinar — tudo de acordo com as regras e exigências do seu banco? Isso já existe e está crescendo, Brasil afora, por conta de sua ampla conveniência. Trata-se do cartão contactless.

No entanto, a tecnologia já levantou uma série de questionamentos. E grande parte deles tem a ver com o grau de segurança que ele pode oferecer aos consumidores e também aos empreendedores.

Por isso, preparamos um post que vai explicar, detalhadamente, tudo o que você precisa saber a respeito do cartão contactless — inclusive, alguns mitos relacionados ao assunto.

Boa leitura!

O cartão contactless

Estamos habituados à rotina usual de usar um cartão (de débito ou crédito), no qual o pequeno objeto é inserido na maquininha, confirmamos o valor e digitamos a senha para, em seguida, a negociação ser concretizada.

Só que o cartão contactless traz praticidade e conveniência para o consumidor e também para os lojistas que oferecem o meio de pagamento aos clientes. Afinal de contas, seu próprio nome já sugere o meio de uso: sem contato (tradução do termo inglês contactless).

A tecnologia funciona por meio da aproximação do cartão em uma máquina de cobrança que aceite esse método. Automaticamente, o sistema lê as informações relevantes para aquela transação e a compra é realizada em instantes (seja confirmação ou a recusa).

Além disso, o cartão deve estar munido de um chip que permita essa integração sem fio entre o sistema de pagamento e o próprio objeto. Essa tecnologia é conhecida como NFC (Near Field Communication).

Inclusive, ela não é a única maneira revolucionária de agregar conveniências ao consumidor. Temos um post que esclarece com bastante detalhes o futuro dos meios de pagamento no Brasil! Aproveite para dar uma conferida nesse conteúdo assim que finalizar a leitura deste artigo!

As vantagens em aderir ao cartão contactless

Ter à sua disposição a tecnologia NFC do cartão contactless pode agregar algumas vantagens evidentes em sua rotina, como:

  • o desgaste do cartão é menor, já que você vai manuseá-lo com menos frequência e por menos tempo;
  • o cartão não sai de suas mãos em momento algum, reduzindo os riscos de fraudes durante a transação;
  • o processo, como um todo, torna-se mais ágil.

No Brasil, inclusive, a necessidade de inserção da senha do cartão é dispensável para transações de até R$ 50. Mais um ponto positivo para agregar conveniência ao consumidor.

A segurança em torno dessa tecnologia

É claro que, apesar de tantos pontos positivos, existem questões a serem consideradas com cuidado ao usar esse tipo de tecnologia.

Por exemplo: durante o Carnaval de 2020, o Procon-SP alertou os usuários sobre golpes envolvendo o cartão contactless. Os golpistas aproximavam as maquininhas dos foliões incautos, debitando os valores sem que eles percebessem. 

No entanto, o NFC é uma tecnologia considerada bastante segura. Primeiramente, porque o alcance de transmissão é bastante curto. Isso denota um esforço dos golpistas em fazerem esse tipo de fraude.

Resumidamente, esse mostra-se um dos grandes problemas com o cartão contactless. Mas especialistas apontam que basta agregar algumas camadas de segurança (como uma doleira ou no interior da carteira) podem reduzir o impacto desse crime.

Outro ponto a atentar-se é que você pode configurar o meio de pagamento de acordo com as suas preferências. Se optar pelo uso da senha, você protege-se com a facilidade desse golpe ser aplicado.

Mitos em torno da tecnologia do cartão contactless

Além do caso acima citado, existem alguns mitos em torno da tecnologia do cartão contactless. E, abaixo, vamos esclarecê-los para você, veja só:

  • o cartão não pode ser clonado apenas com a captura das informações por meio da tecnologia NFC. Isso porque existem medidas de criptografia aplicadas que impedem esse tipo de golpe;
  • compras online não podem ser feitas em seu nome, com essa tecnologia, porque existe a necessidade de um terminal para a realização da compra;
  • não é possível roubar também seus dados pessoais. O cartão contactless não possui esse tipo de informação compartilhada durante as transações em débito ou crédito.

Ou seja: até existem situações a serem contornadas e resolvidas em curto e médio prazo, mas as soluções avançam na mesma proporção. Assim, o cartão contactless permanece sendo — para os especialistas — como uma opção tão segura quanto qualquer uma das outras formas de pagamento do mercado.

O cuidado é necessário, sim, mas assim como já é exigido quando fazemos compras em lojas físicas e também e-commerces. Basta saber, exatamente, quais medidas tomar e precauções para ficar apenas com os benefícios desse novo método de pagamento que já está se consolidando mundo afora.

Uma opção para o futuro imediato

Como vimos, estamos diante de uma tecnologia já aplicada em diversos países e continentes, como a Europa, e avança rapidamente no Brasil.

Trata-se de mais uma maneira de aproximar-se dos grandes benefícios da transformação digital que deu o tom do século 21, até aqui. E faz companhia a algumas das outras tendências que chegaram para ficar de vez, como é o caso do salário sob demanda — e que, por aqui, você pode desfrutar de suas vantagens por meio da nossa solução chamada Xerpay!

Com o cartão contactless, as pessoas vão ter mais agilidade, camadas extras de proteção em suas transações presenciais e cada vez menos contato com o meio de pagamento em si.

 

Caso tenha interesse em saber mais sobre essa tecnologia e também conhecer as principais tendências do mercado que têm revolucionado o setor, como um todo, aproveite para assinar a nossa newsletter. Para isso, basta preencher seu nome e endereço de e-mail, no canto inferior do nosso blog! Em seguida, você vai receber todas as nossas dicas e novidades em primeira mão, diretamente na caixa de entrada do seu e-mail! Nos vemos lá!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.