Inscreva-se

Cargos de liderança: o que deve ser avaliado no processo de seleção?
Gestão

Cargos de liderança: o que deve ser avaliado no processo de seleção?

Os cargos de liderança são bastante visados nas empresas. Porém, apesar de almejados por muitos, são poucos os profissionais que realmente têm o perfil ideal para assumir essa grande responsabilidade.

Mas, afinal, você sabe quais são as características que o RH deve avaliar na hora de recrutar um colaborador interno ou externo para assumir cargos de liderança? Existem algumas competências e habilidades interpessoais básicas que todo líder deve ter — desde proatividade à capacidade de negociação.

Para você obter sucesso na contratação de um cargo de liderança, sabia também como fazer um processo de Recrutamento e Seleção sem erro! Baixe o eBook gratuito, responda o formulário:



Continue acompanhando o nosso post de hoje e descubra as principais características de um líder de sucesso!

 

Capacidade de gestão

Gerir pessoas e processos é uma parte fundamental de qualquer cargo de liderança. Portanto, saber administrar os recursos — sejam eles humanos, materiais ou de tempo — necessários para um projeto de forma inteligente é determinante para alcançar o sucesso.

Isso implica em inúmeras outras capacidades, como organização, capacidade de delegar tarefas, agilidade  e clareza de raciocínio, por exemplo.

 

Proatividade

A proatividade é uma característica indispensável para quem deseja alcançar um cargo de liderança no futuro. Hoje em dia, as empresas buscam aqueles que se destacam, que vestem a camisa e se mostram comprometidos com os objetivos do negócio.

Portanto, não há espaço para aqueles que se acomodam em sua rotina de trabalho. Quem almeja se tornar um líder precisa ir além do básico e mostrar o seu diferencial por meio de ações.

 

Pensamento estratégico

O pensamento estratégico implica em saber traçar metas voltadas para o alcance de um objetivo maior, com a clareza de cada ação que precisa ser tomada para atingir o resultado esperado.

Essa competência está muito relacionada ao raciocínio lógico e à capacidade de enxergar os efeitos de curto, médio e longo prazo em cada projeto. Isso facilita a divisão de grandes tarefas em pequenas ações.

 

Resiliência

A resiliência é a capacidade de lidar com situações adversas de forma positiva. Ou seja: o profissional resiliente é aquele que encara os desafios e objetivos sem se deixar abalar pelas vitórias e derrotas.

A pessoa que cultiva essa característica, em geral, encara as experiências como formas de aprendizado. Elas reconhecem a importância das vivências negativas e positivas e não se deixam limitar por elas.

Diante dos inúmeros desafios do dia a dia de uma empresa, a resiliência é uma característica indispensável para o bom líder. Ele deve saber lidar de forma saudável com as conquistas e as falhas — tanto individuais quanto da equipe.

 

Boa comunicação

A capacidade de se comunicar de forma clara e objetiva, usando uma linguagem respeitosa e adequada a cada situação, é importante para profissionais de qualquer cargo na hierarquia de uma empresa.

Para os líderes, essa é uma competência vital e determinante em sua rotina de trabalho. Ela envolve a participação em reuniões, a concessão de feedbacks aos seus liderados etc.

Vale lembrar que a boa capacidade de comunicação não se limita à fala. Nos dias atuais, com o uso cada vez mais abrangente de meios de comunicação como e-mail e chats corporativos, saber expressar-se adequadamente por meio da escrita também é imperativo para o líder de sucesso.

 

Espírito empreendedor

Criatividade, capacidade de inovação e ousadia — tudo isso com uma boa dose de pé no chão. Isso é o que chamamos de espírito empreendedor, algo bastante visado pelas empresas que buscam líderes de sucesso.

Isso pode soar contraditório, afinal, quem deseja empreender sonha em abrir o próprio negócio, certo? Pois isso nem sempre é verdade.

Quem tem espírito empreendedor é movido a desafios e não tem medo de explorar novas possibilidades, o que é bastante desejável especialmente para empresas do ramo da inovação e que crescem rapidamente, como é o caso das startups.

 

Trabalho em equipe

Para ser um bom líder, não basta apenas saber gerir uma equipe. Uma das principais características buscadas para os cargos de liderança é saber, efetivamente, atuar em equipe.

Isso vai muito além de delegar tarefas ou dividir as funções.

O líder deve ter um perfil colaborativo, saber ouvir e valorizar as ideias de todos da equipe e, até mesmo, pedir ajuda quando necessário.

Além disso, ao trabalhar em equipe e saber reconhecer o melhor de cada um, o líder também desenvolve sua capacidade de estimular e incentivar todos os colaboradores.

 

Busca por aperfeiçoamento constante

O líder de sucesso é aquele profissional que busca a excelência. E, para conseguir isso, está sempre investindo no autoaperfeiçoamento, tanto no âmbito profissional quanto no pessoal.

As pessoas que desejam se tornar futuros líderes devem ter clareza do que é necessário para se tornar um profissional mais qualificado, buscando desenvolver novas habilidades técnicas por meio de cursos, estudos e treinamentos em sua área.

Mas eles não param por aí. Quem tem perfil de liderança sabe que o desenvolvimento das habilidades interpessoais são de igual importância.

Com isso em mente, eles trabalham para se tornar seres humanos melhores todos os dias, desenvolvendo valores como empatia, generosidade, humildade, paciência e respeito ao próximo.

 

Habilidade de negociação

Saber negociar, tanto com seus superiores quanto com os seus subordinados, também é uma característica muito buscada nos profissionais que ocupam cargos de liderança.

Não são poucas as situações de conflito de interesses entre colaboradores e empresa. Diante desses cenários, caberá aos líderes buscar argumentos que convençam ambas as partes a entrarem em consenso.

Muitas vezes, isso exigirá não apenas paciência e flexibilidade, mas a busca por soluções alternativas que viabilizem o trabalho e atendam às necessidades de todos os envolvidos.

 

Como você pode ver até aqui, não são poucas as características buscadas pelas empresas para ocupar os cargos de liderança. O time de Recursos Humanos deve estar sempre atento a esse perfil na hora de escolher os profissionais ideais no processo de recrutamento e seleção.

Vale lembrar ainda que o papel do líder vai muito além de gerir: ele também serve como orientador e modelo para os seus subordinados, muitas vezes, tornando-se uma verdadeira inspiração para outros profissionais da empresa.

 

E se você gostou do nosso post de hoje, aproveite para assinar a nossa newsletter e receber mais conteúdos como este com exclusividade em seu e-mail!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *