captação de recursos financeiros para empresas

11 formas de captação de recursos financeiros para empresas

Com uma séria crise econômica em andamento, trazida pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19), diversas empresas estão buscando capital auxiliar para manter o negócio ativo e sobreviver a fase recessiva. 

Independentemente do volume e da aplicação desse montante, empresários devem estudar o mercado e conhecer as diversas formas de captação de recursos financeiros para empresas disponíveis no mercado, para assegurar o melhor investimento e proteger a estabilidade do negócio.

Seja para driblar dificuldades orçamentárias ou alavancar oportunidades, esse conhecimento é um diferencial estratégico. 

Se você quiser conhecer os principais erros da gestão financeira que podem prejudicar o desenvolvimento de uma empresa, recomendamos a leitura deste material aqui.

Para ver mais a fundo as opções de captação pecuniária empresarial, continue acompanhando o post. Separamos, em detalhes, as principais informações das 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas mais usadas no país. Boa leitura!

O que é captação de recursos financeiros?

De forma resumida, captação de recursos financeiros consiste em um conjunto de estratégias e processos que visam levantar e mobilizar certo capital para financiar operações empresariais. Seja para socorrer o negócio em situações de crise ou para otimizar projetos, esse montante é uma aquisição estratégica.

Ou seja, captar recursos nada mais é que buscar aporte pecuniário para atender à algum propósito da organização. A ideia é simples, mas executar a operação pode não ser tão fácil, por isso o gestor deve estar preparado. 

Ao decidir procurar capital auxiliar de terceiros, a liderança organizacional deve ter um planejamento rigorosamente estruturado com a real necessidade desse investimento destrinchado em detalhes. É indispensável conhecer os destinos exatos de cada parte do recurso captado para garantir que o objetivo geral seja cumprido.

As aplicabilidades desse dinheiro dentro do negócio são incontáveis, ainda mais em situações de crise, por isso ter esse planejamento é tão importante.

Além disso, é fundamental que sejam analisadas diferentes formas de captação de recursos financeiros para empresas. Essa preparação permitirá que a empresa adote a melhor opção, considerando suas demandas, características, preferências, e assim garanta que os planos do negócio sejam viabilizados com inteligência e segurança

Para ajudar no processo, mais adiante vamos explorar as 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas mais usadas no país.

Quem pode buscar captação de recursos financeiros?

Seja para aumentar o capital de giro, desenvolver novos projetos, adquirir uma participação societária, expandir atividades gerais, comprar equipamentos novos ou tecnologias, estruturar medidas emergenciais, abrir novas filiais, dentre outras diversas operações, a organização precisará de certo aporte monetário.

Quando essas aplicações extrapolam o planejamento financeiro ou a situações da empresa exige intervenção externa para manter sua sobrevivência econômica, a captação de recursos passa a ser uma medida essencial.

A medida pode ser buscada por empresas de todos os tamanhos, segmentos, localizações, carências, e assim por diante; o que muda são as formas de captação de recursos financeiros para empresas e as suas condições. 

Em outras palavras, a diferença está na linha de crédito, na instituição credora, na taxa de juros ao ano, nos prazos e carências, na porcentagem de participação, no tipo de operação, dentre outros. 

Como as opções são muitas, é importante conhecer as particularidades de cada uma e entender as responsabilidades atreladas. Somente assim, o gestor será capaz de desenhar uma solução adequada e compatível com a realidade da empresa.

Quais as formas de captação de recursos financeiros para empresas?

Agora que você já sabe o que é captação de recursos e algumas de suas possíveis aplicações, vamos explorar as maneiras que essa arrecadação pode ser realizada. Confira a seguir, às 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas mais usadas no Brasil.

1. Investimento com crédito próprio

A primeira das 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas que vamos explorar neste post é o crédito próprio. Seguindo uma lógica simples, se você não investir no seu próprio negócio, como pode esperar que outra pessoa invista?

Evidentemente, ter esse crédito disponível para intervir na empresa depende de uma variedade de circunstâncias únicas. Por isso, essa é uma forma de captação voltada para negócios maiores e/ou sólidos.

2. Investimento de família e/ou amigos

Embora seja uma opção pouco atrativa inicialmente, esta é uma das 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas mais interessantes que existem. Isso porque receber o investimento de família e/ou amigos “livra” o empresário de diversas burocracias típicas de instituições financeiras tradicionais. 

Contudo, por envolver diretamente pessoas próximas e realmente importantes, é indispensável conduzir o processo de forma profissional e tratá-los como investidores convencionais.

Portanto, crie materiais de apoio, tenha um discurso claro, apresente vantagens e possíveis ganhos futuros e só mencione valores no final da conversa. O gestor pode se surpreender com quem quer e pode apoiar o seu sonho.

3.  Empréstimos em bancos e credores tradicionais

Esta é a forma mais popular de captação de recursos financeiros no país, os empréstimos em bancos ou instituições financeiras para empresas em condições favoráveis (não estar negativado, ter bom score de crédito, bom histórico de pagador, experiência de mercado, dentre outros) podem ser bastante atrativos.

Como cada empresa possui uma situação financeira própria, é essencial que um planejamento esteja estruturado para buscar as melhores condições de contratação. Além disso, conseguir um empréstimo é uma forma de mostrar a outros possíveis investidores que o negócio é “real” e confiável. Afinal, uma instituição financeira de confiança nacional assegura o projeto. 

4. Investimento com crowdfunding

O crowdfunding é outra forma de captação de recursos financeiros para empresas que merece a sua atenção. Grosso modo, ele funciona como um financiamento coletivo, uma espécie de “vaquinha virtual” que reúne pessoas de toda internet que acreditam em um mesmo projeto. E esse investimento pode ser o da sua empresa!

Para tentar captar recursos com essa solução, a empresa deverá criar uma proposta descritiva que explique todo projeto e cadastrá-la em um site de financiamento coletivo. Uma análise será feita para validar ou rejeitar a iniciativa.

Em caso de aprovação, deverão ser estipuladas a meta, o prazo e as recompensas para os doadores. Se o objetivo for alcançado dentro do tempo estipulado, o empresário receberá os recursos arrecadados. Caso contrário, os valores serão devolvidos.

5.  Investimento com investidores anjos

Das 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas que vamos explorar no artigo, o investidor anjo talvez seja o mais difícil de conseguir, porque ele possui instruções claras de investimento.

Esse investidor pode ser uma pessoa física ou jurídica, e costuma dar preferências a empresas em estágio inicial, que tenham alto potencial de retorno e crescimento rápido. 

Além de capital, ele ainda oferece experiência e atua como um conselheiro ou mentor, ajudando na gestão do negócio e utilizando sua network (rede de relacionamentos) para atingir novos clientes e melhorar o posicionamento da empresa no mercado.

6. Investimento com venture capital

O venture capital ou capital de risco é um fundo de investimento de alta rentabilidade e risco, voltado para organizações de pequeno e médio porte. Além de investir capital financeiro na empresa, em troca de equity ou participação acionária,  essa forma de captação de recursos ainda pode estender smart money.

O venture capital dá preferência a negócios que já tenha um faturamento considerado expressivo, por isso empresas que estejam começando ou tenham baixo rendimento não são fortes candidatas.

7. Investimento com sócio 

Outra das 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas é a conquista de um sócio. Esse tipo de investidor costuma entrar no negócio para suprir uma necessidade específica, inclusive a financeira. 

O sócio entra no negócio com o interesse de crescer com a empresa, por isso o seu aporte será feito de forma gradual e em um planejamento a longo prazo.

8. Empréstimo peer-to-peer

Peer to peer significa empréstimo ponto a ponto, uma forma de captação de recursos financeiros para empresas que funciona inteiramente no cenário virtual e independe da intervenção de instituições financeiras. 

Oferecida por fintechs de crédito, o peer-to-peer é uma espécie de empréstimo coletivo que reúne várias pessoas e empresas para arrecadar uma quantia específica, solicitada em uma plataforma on-line.

9. Investimento por IPO

Outra forma de captação de recursos é o IPO (Oferta Pública Inicial), um processo financeiro que dispõem todas as ações de uma empresa na Bolsa de Valores

Esta é uma opção interessante para conseguir milhares de novos sócios e recursos para investir no crescimento da empresa. Além disso, o negócio ganha liquidez para aplicar o capital em outros projetos e diversificar o seu patrimônio.

10. Investimento  com incubadoras de empresas

A decima das 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas é a contratação de incubadoras ou “aceleradoras”. Essa opção costuma dar preferência a empresas de alta tecnologia e inovação industrial, fornecendo suporte financeiro e intelectual em vários estágios de desenvolvimento do negócio.

Além do aporte financeiro, as incubadoras convidam empresas compatíveis a compartilharem suas instalações, bem como recursos administrativos, logísticos e técnicos. Tudo para que o desenvolvimento do negócio seja otimizado. 

11. Investimento por aporte governamental

Por fim, a última forma de captação de recursos financeiros para empresas que vamos abordar neste post é o de aporte governamental. A principal opção nessa modalidade é procurar o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). 

Isso porque a maior parte da verba que o governo disponibiliza anualmente para o financiamento de projetos acaba sendo alocada nesta instituição, são cerca de R$ 200 bilhões.

A principal vantagem do aporte governamental é o subsídio das taxas de juros dos empréstimos. Em outras palavras, a taxa média deste empréstimo fica em um patamar bem abaixo do praticado pelo mercado, permitindo que a empresa gerencie o débito com mais facilidades.

Portanto, essas 11 formas de captação de recursos financeiros para empresas podem ajudar a sua empresa a se reestruturar no mercado ou alavancar a sua participação. Com a fonte de crédito mais vantajosa, o momento mais apropriado, as razões certas e um planejamento inteligente, as organizações podem acessar um capital transformador e reescrever a história do seu negócio.

 

Gostou do artigo? Então, compartilhe ele nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a se capacitarem. Estar pronto para qualquer situação financeira é um diferencial essencial.

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.