Candidate persona

O que é Candidate Persona e como usar o conceito no recrutamento de talentos

Ao iniciar um processo seletivo, é fundamental saber quem a empresa está procurando. E isso não diz respeito apenas ao cargo, experiências e habilidades do candidato: também é preciso considerar seus comportamentos e ambições. Enfim, é aí que entra o conceito de candidate persona.

Cada vez mais comum entre as empresas, esse método é muito útil para atrair talentos com maior fit para as vagas disponíveis, elevando a qualidade do recrutamento e seleção.

Quer saber tudo sobre o que é candidate persona? Continue acompanhando o post!

O que é candidate persona?

Candidate persona é um personagem semi-fictício que representa com precisão as características desejadas no candidato ideal. Ele possui:

  • nome;
  • idade;
  • objetivos;
  • todas as características que uma pessoa real teria.

Essa descrição detalhada ajuda a empresa a visualizar mais facilmente que tipo de colaborador ela quer contratar.

Primordialmente, a ideia é baseada no conceito de buyer persona, muito usado no marketing para definir os perfis dos compradores do produto. Percebendo o sucesso da prática nas vendas, muitas empresas começaram a utilizar a mesma estratégia para melhorar seus processos de recrutamento e seleção.

Candidate persona

Quais são os benefícios da criação de uma candidate persona?

Utilizar a candidate persona traz muitas vantagens para o RH na atração de novos talentos. Confira algumas delas a seguir.

Melhor direcionamento para a vaga

A candidate persona permite que o recrutador consiga desenhar exatamente o que ele procura no futuro colaborador.

Um jovem com ambição de crescimento?

Um líder nato?

Alguém se adapte bem a diferentes situações?

Qualquer característica pode ser descrita no perfil comportamental, basta saber bem o que a empresa deseja.

Anúncios de vaga nos lugares certos

Depois de montar a candidate persona, fica mais fácil enxergar onde os potenciais candidatos procuram oportunidades.

Assim, é possível anunciar as vagas nos lugares certos e atrair mais profissionais que tenham fit com a posição.

Por exemplo: se for uma vaga de estágio, fazer parcerias com universidades pode ser uma ótima alternativa.

Se for um cargo C-Level, pode ser necessário utilizar os serviços de um headhunter especializado.

Cada posição tem suas peculiaridades, e elas devem ser consideradas na hora da busca.

Menos tempo de desenvolvimento

Fazer contratações baseadas em uma candidate persona ajuda a reduzir a curva de aprendizado e desenvolvimento do colaborador contratado.

Isso porque ele já terá as características essenciais para a posição, tendo mais condições de apresentar os resultados desejados em menos tempo.

Seleção de CVs e entrevistas direcionadas

Ter uma candidate persona definida também ajuda na triagem de currículos e na elaboração dos roteiros das entrevistas.

Com um perfil pré-definido, o recrutador tem mais clareza sobre quais candidatos devem avançar nas etapas do processo.

Além disso, fica mais fácil fazer as perguntas certas para extrair as informações necessárias de cada candidato.

Processo seletivo mais rápido

O tempo de fechamento da vaga é um dos indicadores mais importantes para avaliar a qualidade de um processo de recrutamento. Então, quanto mais rápido a contratação é feita, mais vantajoso é para a empresa.

Com uma candidate persona, as chances de encontrar o candidato ideal rapidamente são muito maiores. Afinal, o perfil pré-definido funciona como um mapa: com ele, o recrutador consegue chegar onde deseja com muito mais facilidade.

>> Quer aprimorar ainda mais os seus processos seletivos? Confira este outro post do blog:
8 hacks de recrutamento e seleção de pessoas <<

Como montar uma candidate persona?

Montar uma candidate persona é mais simples do que parece. Veja abaixo os passos essenciais para colocar o plano em prática.

1. Faça uma pesquisa

A candidate persona deve ser baseada em dados reais, não em achismos. E não há lugar melhor para extrair informações do que a própria empresa.

Portanto, para obter os melhores resultados, sua pesquisa deve ser feita em duas frentes: colaboradores e gestores.

Colaboradores

Quem já trabalha na empresa pode ter muitos dos traços desejados em novos colaboradores.

Faça uma pesquisa com os funcionários de destaque da organização, perguntando sobre:

O ideal é fazer isso para cada cargo disponível na empresa, a fim de montar um banco de personas e fazer contratações cada vez mais precisas.

Gestores

Outra etapa ideal na pesquisa para a candidate persona é buscar informações com os gestores.

A visão deles é fundamental para definir que tipo de candidato se dará melhor no dia a dia da equipe.

Por isso, pergunte a eles o que eles buscam nos seus funcionários, tanto pessoalmente quanto profissionalmente.

2. Insira dados pessoais

Depois de fazer a coleta de dados, é hora de começar a redigir o texto. Comece inserindo:

  • o nome;
  • idade;
  • as experiências do personagem.

Por ser um perfil semi-fictício ele deve ter características que possam ser reconhecidas em pessoas reais.

Porém, não leve tudo ao pé da letra. Se a persona se chama João, não significa que você deva contratar um João.

Afinal, o intuito dos dados pessoais é apenas humanizar o personagem e deixá-lo mais palpável na hora de buscar os candidatos.

3. Conte uma história

Uma boa persona vai muita além de um nome, idade e experiências profissionais. Para tornar o personagem completo é preciso dar a ele um background com:

Com base na pesquisa, defina o que ele busca profissionalmente e o que está por trás dessas buscas.

Seja sempre realista. Por exemplo: se uma persona de analista júnior tem a ambição de ser presidente da empresa, não tem problema. O estranho seria ele desejar conquistar isso em dois ou três anos. Na vida real, isso vai levar bem mais tempo, e isso precisa ser levado em conta.

Agora que você já sabe o que é candidate persona, que tal colocar o que aprendeu em prática?

Observe bem os seu grupo de colaboradores, faça uma pesquisa e use essas informações para definir o perfil do candidato ideal. Assim, com certeza a empresa passará a ter muito mais sucesso na atração de novos talentos.

Como atrair e manter talentos na empresa?

Existem algumas estratégias de como atrair talentos para a empresa, entretanto, uma das mais eficientes e modernas é a flexilidade de salário. Como assim? Eu explico!

Atualmente o modelo de pagamento de salário on demand está chamando a atenção de talentos das novas e mais experientes gerações por oferece maior flexibilidade e apoio financeiro para os colaboradores.

Trata-se de um benefício corporativo realmente eficaz para a atração e retenção de talentos, afinal, quem não quer ter a possibilidade de sacar o salário quando precisa?

O Xerpay é um aplicativo que permite que os colaboradores antecipem parte de seus salários quando quiserem de forma simples e instantânea. Acredite, os benefícios para a empresa também são muitos.

Além de oferecer um benefício a que gera baixo custo para a organização, o salário sob demanda é a resposta para a pergunta: como diminuir o seu turnover, aumentar a sua produtividade e atrair mais talentos?

Em consequência também reduz gastos da empresa com demissões e acordo trabalhistas.

A integração é rápida e simples. Assim que seus funcionários se cadastrarem, eles podem fazer saques imediatamente.

Fale com um especialista e descubra ainda mais ganhos que a sua empresa pode ter ao oferecer um benefício como o Xerpay.

Gostou? Então, siga a Xerpa nas redes sociais (Facebook, Instagram e LinkedIn) e acompanhe conteúdos como esse sempre!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.