Diminuir a rotatividade é uma meta constante para toda empresa. Afinal, ter esse número sob controle é um dos principais indicadores de saúde organizacional de um negócio. Mas como fazer isso de forma efetiva? Uma das principais maneiras é investir em benefícios que reduzem o turnover.

Pensando nisso, listamos neste artigo as iniciativas que trazem os melhores resultados na retenção de talentos:

  • cuidados com o bem-estar;
  • salário sob demanda;
  • horários flexíveis e home-office;
  • treinamento e desenvolvimento;
  • plano de carreira.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira tudo a seguir!

Qual é a relação entre o plano de benefícios e o turnover?

Foi-se o tempo em que oferecer um salário competitivo era o suficiente para manter os colaboradores satisfeitos. Hoje em dia, oferecer benefícios que reduzem o turnover é fundamental para fortalecer o vínculo e engajar os funcionários.

Em uma pesquisa do Insper, 90% dos entrevistados afirmaram que os benefícios são o principal fator de motivação para permanecerem em uma empresa. Ou seja: para a maioria das pessoas eles são prioridade, e não algo secundário.

Um estudo feito pela Paycor, nos Estados Unidos, mostra dados ainda mais impactantes sobre a relação entre os benefícios e a rotatividade. 

De acordo com a pesquisa, a média de turnover das organizações sem planos de benefícios é de 157%. Por outro lado, empresas que investem nesse tipo de iniciativa apresentam redução de 138% nessa taxa.

Também é importante ser relevante na escolha dos benefícios, sem se ater apenas a ofertas básicas, como vale-transporte e assistência médica. Leve em conta as necessidades dos colaboradores e seja criativo ao montar o seu plano, pois isso pode trazer grandes resultados para o negócio.

Segundo a Paycor, companhias que implementam benefícios que reduzem o turnover têm desempenho 58% melhor que demais. Além disso, recrutam com 19% mais eficiência e são 28% mais propícias a reter profissionais.

Quais são os benefícios que reduzem o turnover?

Agora que você já está por dentro dos números, é hora de conhecer a fundo quais são os benefícios que reduzem o turnover.

Há uma infinidade de opções disponíveis no mercado, o que pode dificultar um pouco as escolhas do RH ao montar o pacote. O grande segredo é avaliar as necessidades dos colaboradores e implementar benefícios capazes de melhorar o seu cotidiano, seja dentro da empresa ou fora dela.

Confira abaixo alguns desses benefícios e veja como eles ajudam no controle de rotatividade da sua empresa.

 

Cuidados com o bem-estar

Implementar benefícios com foco em cuidar do bem-estar dos funcionários é uma excelente estratégia para reter talentos.

Comece pelo básico: tenha equipamentos com bom funcionamento e ofereça boas condições de higiene e segurança na empresa. Tudo isso torna o local de trabalho confortável e influência na maneira como o colaborador percebe o ambiente.

Mas não fique apenas nisso. Ainda é possível ir além, cuidando efetivamente da saúde mental e física dos funcionários. Esse tipo de iniciativa garante que eles estejam sempre em plenas condições de executar suas atividades, e ainda aumenta o grau de felicidade na organização.

Alguns benefícios que reduzem o turnover e têm esse foco são:

  • convênio com academia;
  • ginástica laboral;
  • criação de grupos esportivos;
  • frutas gratuitas durante o experiente;
  • refeitório com cardápio saudável;
  • clima organizacional positivo.
  • Salário sob demanda

Tendência no mercado, o salário sob demanda é um dos principais benefícios que reduzem o turnover. Isso acontece porque ele ajuda a evitar o estresse financeiro, algo comum para a maioria dos trabalhadores brasileiros

Não são poucos os profissionais que estão mergulhados em dívidas, com problemas até para arcar com as despesas básicas de casa. Outra questão é a dificuldade em construir uma reserva de emergência, já que os hábitos financeiros no país são muito mais voltados para o consumo do que para a poupança.

Tudo isso faz com que as pessoas recorram a alternativas de crédito como o cheque especial, com juros de exorbitantes 300% ao ano. É aí que entra a importância do salário sob demanda, que possibilita sacar o pagamento referente aos dias já trabalhados no mês a qualquer momento.

Sem precisar esperar um dia fixo para receber, o colaborador tem muito mais liberdade e controle sobre as próprias finanças. Dessa forma, é possível alinhar os recebimentos às datas de vencimento das contas ou a alguma emergência, sem precisar recorrer ao cheque especial ou alguma outra forma de empréstimo bancário.

Também é importante investir em outras soluções para melhorar a vida financeira dos profissionais, como cursos de orçamento pessoal, investimentos e até consultoria especializada para sair de dívidas, por exemplo. 

Esses benefícios extras com certeza vão fazer com que o funcionário valorize a empresa onde está e permaneça por muito mais tempo na equipe.

 

Horários flexíveis e home-office

Não dá para negar que o tempo é algo valioso na vida das pessoas. Por isso, benefícios como horários flexíveis e home-office são cada vez mais importantes no dia a dia das empresas.

Em jornadas com horários flexíveis, o colaborador pode trabalhar no momento do dia em que se sente mais produtivo, o que ajuda a melhorar seu desempenho. Além disso, há outras vantagens como fugir do trânsito estressante em horários de pico e conciliar melhor os compromissos pessoais com os profissionais.

Se as atividades do funcionário puderem ser executadas à distância, ofereça a ele possibilidade de trabalhar em home-office. Dessa forma, ele pode ter uma rotina mais confortável, indo ao escritório apenas quando for realmente necessário.

Ambos os benefícios são excelentes formas de melhorar a qualidade de vida do time, fator essencial para reter talentos e reduzir o turnover na empresa.

 

Treinamento e desenvolvimento

Em geral, colaboradores enxergam iniciativas de treinamento e desenvolvimento com bons olhos. Afinal, o treinamento adequado é a chave para um profissional evoluir na empresa e na carreira. Portanto, quando há investimento em capacitação, os funcionários se sentem prestigiados e se tornam mais engajados, o que ajuda a reduzir o turnover.

Inclua no plano de benefícios parceiras com universidades e instituições de ensino para cursos gratuitos ou com desconto. Ofereça também treinamentos desenvolvidos pela própria empresa, presencialmente ou por meio de plataformas EAD. 

Com tanto apoio aos estudos por parte a companhia, os colaboradores vão pensar duas vezes antes de considerarem outras oportunidades de trabalho.

 

Plano de carreira

Entre os benefícios que reduzem o turnover, um dos mais efetivos é oferecer um plano de carreira consistente. Ele deve ser planejado de maneira equilibrada e personalizada para cada profissional, levando em conta os interesses da empresa e as ambições dos colaboradores.

Dessa forma, os talentos da organização saberão exatamente o que fazer para chegar onde querem, contando com o apoio de seus líderes. O plano de carreira deve ser transparente e acompanhado por feedbacks constantes, para que os profissionais tomem consciência dos seus acertos e falhas, buscando sempre o aprimoramento.

É esse tipo de oportunidade que faz os bons valores permanecer na companhia ao invés de buscarem vagas em outras empresas.

Agora que você já conhece os benefícios que reduzem o turnover, que tal colocar o que aprendeu em prática? Antes de montar o pacote de benefícios, observe bem o cenário da empresa e as necessidades dos funcionários. Isso será essencial para tomar as decisões certas e conseguir ótimos resultados na gestão de pessoas.

Gostou do artigo? Para saber mais, confira este outro post e aprenda a estruturar a gestão de turnover na sua empresa!