Bandeira conta de luz

Bandeira conta de luz: o que significam, diferenças e como lidar com elas no controle financeiro

Com certeza você já sentiu a variação no valor da sua conta de luz em algum momento, não é mesmo? Mas, você sabia que pagar mais ou menos pode estar intimamente ligado a bandeira da conta de luz?

Existem três bandeiras da conta de luz:

  • verde;
  • amarela;
  • vermelha.

São elas que definem determinados acréscimos originários do uso das termelétricas. Em outras palavras o aumento do valor que você vai pagar na conta de luz, depende do nível das chuvas, que por sua vez controlam qual será a bandeira de conta de luz.

É isso mesmo! Se chove pouco o Governo aciona termelétricas mais caras, pois cai o nível de reservatórios das hidrelétricas que produzem energia.

As bandeiras da conta de luz foram criadas para sinalizar quando há um custo maior para produzir energia.

Neste artigo vamos explicar a importância de se atentar às bandeiras da conta de luz e mostrar as principais diferenças entre a bandeira verde, amarela e vermelha. Confira!

Bandeira de conta de luz: como funciona?

As bandeiras da conta de luz funcionam como um semáforo e são definidas mensalmente pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

  • Se estiver verde significa que está tudo bem com a produção de energia.
  • No caso do amarelo é um alerta de que os custos estão se elevando.
  • Já no vermelho o gasto de produção está alto, portanto a conta de luz ficará mais cara.

É importante ressaltar que só há acréscimo nas bandeiras da conta de luz amarelas e vermelhas.

Esses custos extras são acrescidos na conta de luz a cada 100 kW/h.

O valor a mais, pago pelo consumidor, serve para cobrir os custos de produção quando os reservatórios das hidrelétricas estão mais baixos.

É uma tarifa compensadora de custos e gastos que o Governo tem em meses em que a produção é mais crítica por falta de chuvas.

Diferenças entre as cores das bandeiras da conta de luz

Como pudemos ver acima, cada uma das bandeiras da conta de luz possui uma característica específica. Então, para lhe ajudar a analisar sua conta e entender essas cores, abaixo elencamos as principais diferenças entre elas.

Bandeira verde

  • Nível da água das hidrelétricas está bom;
  • Condições de produção de energia favoráveis;
  • Não há acréscimo de valor na conta de luz.

Bandeira amarela

  • Alerta ligado;
  • Nível de produção de energia desfavorável;
  • Acréscimo na conta de luz de R$ 1,50 a cada 100 kWh;

Bandeira vermelha

  • Condição de produção de energia muito desfavorável;
  • Nível de reservatórios das hidrelétricas baixo;
  • Custo maior para a geração da energia;
  • Conta de luz mais cara, acréscimo de R$ 4,00 (Bandeira vermelha 1) e (Bandeira vermelha 2) R$ 6,00.

No caso da bandeira vermelha, o número 1 ou 2, indicam se o custo para a geração de energia foi mais alto ou mais baixo. Então, se for bandeira vermelha 2, o consumidor consequentemente pagará mais caro na sua conta.

Como evitar o impacto das bandeiras da conta de luz?

Será óbvio dizer que se todos se conscientizassem no uso de energia a produção não seria tão elevada. Entretanto, evitar as bandeiras da conta de luz não depende do consumo individual diretamente.

Isso porque se a bandeira do mês for vermelha, todos os consumidores sofrerão com o acréscimo no valor.

Quando a cor é anunciada pelo Governo significa que o país inteiro sofrerá consequências nos gastos com a energia elétrica.

Entretanto, é possível reduzir os gastos do mês, por meio da economia do consumo de energia. Com menos gastos a conta de luz terá um valor de cobrança reduzido. Isso impactará em seu controle financeiro e vai te ajudar a gastar menos e, consequentemente, a juntar dinheiro.

Como diminuir custos de energia?

Como dissemos anteriormente a cor das bandeiras da conta de luz influencia o país inteiro. Ou seja, se uma pessoa consumir menos e outra bem mais, no final o impacto será sobre todos de uma forma geral.

Por isso, é necessário ter uma mobilização da sociedade como um todo para que o consumo de energia seja reduzido.

Esse esforço depende também das empresas e, em função disso, muitas vêm adotando o modelo de escritórios sustentáveis.

Uma vez que reduzindo o consumo, a exigência de produção diminui e pode impactar diretamente nos gastos do Governo para a geração da energia.

Confira algumas dicas de consumo para tentar evitar que as bandeiras da conta de luz tenham influência no valor que você precisará pagar no final do mês:

  1. Reduzir o tempo no chuveiro e principalmente trocar a potência conforme o clima, sem manter ele sempre no mais quente. Afinal, quanto mais quente mais energia;
  2. Não deixar a geladeira aberta por muito tempo;
  3. Evitar deixar aparelhos eletrônicos ligados o tempo todo na tomada;
  4. Se atentar às luzes acesas em ambientes que você não está;
  5. Trocar as lâmpadas comuns pelas de LED, que consomem menos energia;
  6. Coloque a temperatura da geladeira com base na estação. Pois, com o termostato no nível máximo, maior o gasto de energia.
  7. Apostar na iluminação natural;
  8. Investir em energia solar, principalmente se você for dono de uma empresa.

Se você ficou interessado e curioso sobre essa última opção, saiba que existem muitos benefícios para as empresas que adotam o modelo de energia solar.

Bandeira conta de luz

Reduzindo os gastos e impactos nas bandeiras da conta de luz

As bandeiras da conta de luz surgiram como uma espécie de prestação de contas do Governo para justificar determinados aumentos no valor da energia.

Com essa descrição é possível saber o real custo para a produção da energia que chegam ao consumidor.

Variando entre verde, amarelo e vermelho é possível não só prever o ajuste tarifário, mas reconhecer que chegou o momento de economizar. Afinal, os acréscimos, principalmente na bandeira vermelha 2, são altíssimos.

Por meio das bandeiras da conta de luz, que são divulgadas mensalmente, o consumidor tem um papel mais ativo para definir ou reajustar seu consumo.

Apesar de não ter uma influência individual, já que o valor da cor chega para todos, ele pode reduzir seu gasto de energia para pagar menos na conta ou até mesmo impedir qualquer aumento, apesar de uma bandeira amarela ou vermelha.

Como pudemos ver, os impactos da bandeira atingem o país de uma forma geral.

Ele é aplicado a todos, sem exceção. No entanto, se cada pessoa fizer sua parte, diminuindo o consumo e até seguindo algumas dicas para evitar gastos desnecessários, a produção será mais eficaz e a bandeira tenderá a ficar no verde por mais tempo.

Economia para saúde financeira

A economia, seja na conta de luz ou em outras despesas, é fundamental para manter a saúde financeira de empresas e, claro, da população de maneira geral.

Para que o dinheiro nunca falte, é importante pensar em:

  • pagar suas dívidas;
  • criar uma reserva de emergência;
  • investir;
  • ter controle sobre seus recebimentos e pagamentos.

salário sob demanda é uma nova forma de remuneração que permite que você tenha o controle mais efetivo do seu salário.

Xerpay é uma ferramenta da Xerpa que oferece salário sob demanda. Ao se cadastrarem no sistema, os colaboradores podem sacar seus pagamentos quando quiserem de forma simples e instantânea.

Bom neh? Então indique o Xerplay para a sua empresa! Basta preencher o formulário no site.

Conheça mais no vídeo abaixo.

Descubra porque a empresa deve investir mais em programas de bem-estar financeiro. Boa leitura!

Como você faz para economizar na conta luz? Deixe um comentário no nosso artigo e conte para nós.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.