Ser assertivo nas contratações faz toda a diferença na retenção de talentos. Por isso, com um mercado que se mostra cada vez mais competitivo, o banco de talentos 2.0 é uma excelente alternativa para que se aumente a assertividade dos processos seletivos.

Quando a empresa possui um banco de talentos 2.0, que é uma evolução do banco de currículos, as vagas podem ser preenchidas de forma mais rápida e eficaz.

Isso porque o banco de talentos 2.0 dá a organização uma lista de profissionais com dados mais completos. Desde experiência acadêmica e profissional até especializações e perfil pessoal, facilitando assim escolha do candidato ideal.

Quer conhecer as situações em que o banco de talentos 2.0 pode ser utilizado na sua empresa? Preparamos esse artigo para falar sobre como essa ferramenta pode agilizar os processos de recrutamento e garantir maior assertividade nas contratações.

O que é banco de talentos 2.0   

O banco de talentos é uma ferramenta estratégica utilizada pelo setor de Recursos Humanos para otimizar a captação de profissionais e os processos de seleção.

Por meio do banco de talentos, as empresas conseguem guardar informações pessoais e profissionais dos candidatos. Sejam dados da formação acadêmica, características profissionais, perfil pessoal, habilidades, competências e etc.

Ele pode ser utilizado para reunir informações tanto de profissionais externos como internos. 

A ideia é facilitar promoções e o preenchimento de vagas que podem ficar disponíveis por algum motivo. No caso do banco de talentos 2.0, ele é uma evolução do banco de currículos, já que tudo é feito de maneira tecnológica e automatizada. 

Se antes todos os documentos eram armazenados fisicamente, em papel, atualmente o banco de talentos está na nuvem com portfólios online.

Os benefícios do banco de talentos 2.0

Agora que vocês já sabem o que é o banco de talentos 2.0, selecionamos os principais benefícios que ele pode trazer para sua empresa e em que momentos usá-lo. Confira!

 

Permite uma triagem mais efetiva de candidatos

Um banco de talentos 2.0 permite que um processo de seleção tenha uma filtragem mais detalhada dos candidatos. Isso porque de maneira automatizada a busca fica mais completa e fácil.

Em poucos cliques o recrutador terá em mãos uma gama de candidatos com as habilidades que a empresa deseja. Ou seja, um banco de talentos 2.0, digitalizado, é mais ágil e assertivo, pois tudo estará reunido em um mesmo ambiente.

 

Otimiza a seleção de profissionais

Segundo uma pesquisa do site de recrutamento Glassdoor, o Brasil ocupa o primeiro lugar entre os países em que o processo seletivo é o mais demorado. 

São cerca de 39,6 dias para que uma contratação seja efetivada passando por abertura da vaga, seleção, entrevistas e conclusão.

Sendo assim, quanto mais demorado o tempo nesse processo menor as chances da empresa conseguir se dedicar a questões estratégicas de gestão de pessoas. Impactando diretamente nas ações de atração e retenção de talentos.

Entretanto, com o banco de talentos 2.0 o trabalho se torna mais proativo e a triagem funciona mais rapidamente. Uma vez que o recrutador terá diversos profissionais a mão, para funções distintas. Tornando o processo infinitamente mais prático e rápido.  

 

Reduz os custos do processo seletivo

Ao apostar em um processo mais automatizado nos processos seletivos, a redução de custos é uma consequência. Pois, com a informatização é possível diminuir as etapas de uma seleção sem perder a qualidade no processo.

Sem contar, que tendo o banco de talentos 2.0 a empresa pode selecionar facilmente um candidato, sem precisar fazer escolhas com pressa e muitas vezes erradas.

Ao surgir a necessidade de contratação, o banco de talentos 2.0 oferece um leque de opções, com profissionais que possuem exatamente as habilidades necessárias para assumir determinada função.

Além disso, o processo se torna mais rápido, evitando, por exemplo, que a empresa fique muito tempo com uma função em aberto, sobrecarregando funcionários e comprometendo os resultados.

 

Facilita a promoção de colaboradores

Muitas empresas acabam perdendo excelentes talentos internos porque não valorizam o trabalho deles. Neste sentido, acabam contratando sem cessar quando na verdade a solução está ali dentro da própria empresa.

Com o banco de talentos 2.0 diminuem-se as chances disso acontecer, pois há um mapeamento mais assertivo da equipe e dos possíveis talentos.

Em função disso, a promoção de colaboradores se torna uma realidade e o preenchimento de vagas e realocação de funcionários é rápido e eficaz. Reduzindo assim os custos com novos processos seletivos e contratações externas.

Tecnologias para construir um banco de talentos

O banco de talentos 2.0 se aproveita das novas tecnologias para tornar os processos de seleção mais precisos. Eliminando possíveis burocracias que atrasam a escolha e potencializando as chances de resultados.

Elencamos algumas ferramentas tecnológicas que podem contribuir com a formação de um banco de talentos.

 

Linkedin Recruiter

O LinkedIn Recruiter é uma ferramenta que promete menos pesquisas e mais recrutamento. Por meio dela é fácil criar uma busca refinada de perfil, localidade, cargo e competências desejadas.  

Com os filtros inseridos pela própria empresa, intuitivamente o LinkedIn Recruiter sugere e indica àqueles candidatos que mais tem a ver com a vaga descrita

Sem contar que ela oferece um guia com orientações de uso da ferramenta para que o banco de talentos seja construído da forma mais efetiva possível.

 

Portais especializados em recrutamento

Muitos portais especializados, como Catho e Vagas, oferecem uma série de recursos para que a empresa possa de fato construir um banco de talentos 2.0. 

Além de oferecer um espaço onde os candidatos podem enviar facilmente seu currículo, esses canais permitem que a empresa faça uma triagem melhor na seleção.

Dado que muitos desses meios virtuais de seleção oferecem uma padronização na construção do currículo, facilitando a visualização dos recrutadores. 

Além do mais, oferece até mesmo testes virtuais que a empresa pode construir no próprio portal da empresa para refinar as exigências e eliminar escolhas erradas.

O recrutamento online, além de ser efetivo na montagem de um banco de talentos 2.0, é conhecido pela praticidade na busca, otimização no tempo de seleção, redução de custos e até eliminação de duplicidade de currículos.

 

Softwares de recrutamento

O mercado segue a risca a obrigatoriedade de se atualizar e basear seus processos mais em tecnologia do que em burocracia. Por isso, que automatização é recorrente no dia a dia das organizações.

E assim, o banco de talentos 2.0 de muitas empresas é dependente de softwares de gestão que se mostram eficazes na seleção de bons profissionais. Através dessas plataformas, o RH, além de organizar currículos e candidatos, têm maior controle sobre possíveis talentos.

Em razão de o software permitir uma centralização de informações que concede maior controle e segurança sobre os dados dos candidatos e dos profissionais da empresa.   

Se quiser saber mais sobre a efetividade da tecnologia na seleção de candidatos temos um artigo sobre as “6 melhores ferramentas utilizadas no processo de recrutamento e seleção!

O banco de talentos 2.0 é um diferencial competitivo

A construção de um banco de talentos 2.0 é um grande diferencial de mercado, facilitando contratações, promoções e realocações de cargos. 

Quem investe no banco de talentos realiza processos seletivos mais assertivos e consequentemente impacta positivamente nos resultados. Muito em função dos vários benefícios que um banco de talentos 2.0 pode oferecer a empresa. 

Otimizando o tempo de seleção, reduzindo os custos e facilitando a segmentação de competências específicas.

Em um mercado onde a busca pela retenção de bons profissionais é um grande desafio o banco de talentos 2.0 é uma solução eficaz, rápida e assertiva.

 

Gostou do nosso artigo? Deixe um comentário e conte para nós se sua empresa já investe no banco de talentos e o quanto ele é efetivo na sua organização.