avaliação do processo de recrutamento e seleção

Avaliação do processo de recrutamento e seleção: por que e como fazer?

Recrutar o candidato ideal para uma vaga é o sonho de toda a empresa. Entretanto, processos de seleção não fazem parte de uma ciência exata, às vezes o funcionário escolhido pode não ser o que a organização imaginava para o cargo.

Para minimizar as chances de erro, as empresas vêm se utilizando de uma avaliação do processo de recrutamento e seleção. Através dela é possível corrigir falhas e implementar melhorias nesse processo. Possibilitando assim maior assertividade nas contratações.

Além disso, uma avaliação do processo de recrutamento de seleção é capaz de medir a eficiência da sua empresa quando o assunto é contratação. Podendo ser um elemento-chave para cortar custos com turnover e novas admissões.

Mas como fazer uma avaliação do processo de recrutamento e seleção? Neste artigo vamos ajudar a sua empresa a ser mais assertiva na escolha do “candidato perfeito”.

Como avaliar o processo de recrutamento e seleção

Empresas de sucesso possuem um processo de seleção muito bem definido.

Quem acerta mais nos processos de seleção e contratação tende a alcançar resultados mais satisfatórios. Isso porque um erro de escolha ocasiona uma alta rotatividade, prejudicando a produtividade da empresa e sua credibilidade no mercado.

Conheça agora os principais fatores que podem lhe ajudar na avaliação do processo de recrutamento e seleção para torná-lo mais efetivo.

1. Treinamento para os recrutadores

O processo de seleção eficaz passa primeiramente por um planejamento organizacional da empresa.

Se a organização não possui uma equipe preparada para um processo de recrutamento, as chances de uma escolha equivocada é muito grande.

Aliás, é muito comum encontrar recrutadores totalmente despreparados e que sequer conhecem detalhadamente a vaga oferecida e o trabalho que será executado.

Com métodos de entrevista e estratégias de abordagem completamente ultrapassadas esses recrutadores acabam até afastando um possível talento da empresa. Quando na verdade eles deveriam estar preparando o terreno para o futuro contratado.

Portanto, uma equipe de recrutadores precisa sempre se atualizar nessa função para que possa deixar marcas positivas ao longo das entrevistas.

Cabe a empresa fazer um estudo sobre as habilidade de cada profissional. Para que a pessoa escolhida para a função de recrutador tenha o perfil ideal e principalmente seja treinada para executá-la corretamente.

2. Avaliação dos custos com o processo

Nem toda contratação precisa ser excessivamente custosa. Isso porque se o profissional contratado lhe trazer bons resultados podemos dizer que os gastos com ele valem a pena.

E não é diferente em uma avaliação do processo de recrutamento e seleção.

É extremamente necessário que a empresa saiba como mensurar os custos dos processos de seleção. Conseguir medir o gasto com uma contratação em contrapartida com o período em que esse contratado ficou na empresa é muito importante.

Como fazer isso?

Coloque no papel quanto está custando para sua empresa divulgar a vaga, realizar a entrevista e finalmente fechar a contratação. Quantas horas são gastas? Os colaboradores vêm ficando mais tempo do que o período de experiência?

Divida o valor gasto pelo número de vagas preenchidas e tenha uma média do quanto você gastou. Ou até mesmo compare o número de candidatos entrevistados x o número de candidatos contratados. Você perdeu muito tempo no processo? Então é bom revê-lo.

3. Calcular o tempo gasto

O ditado de que “tempo é dinheiro” se encaixa perfeitamente em uma avaliação do processo de recrutamento e seleção.

Quanto mais a empresa demora para fechar uma vaga, maiores as chances de estarem comprometendo seus resultados.

Quando os períodos de recrutamento e seleção extrapolam o tempo determinado, profissionais ficam sobrecarregados e assumem mais de uma função. Além disso, os recrutadores podem dedicar horas num processo, que muitas vezes termina sem sucesso.

Por esse motivo, é fundamental avaliar o tempo gasto para preencher uma vaga.

Quanto mais automatizado o processo for, maior eficiência e menor o desgaste ao longo do caminho.

Como dissemos anteriormente “tempo é dinheiro”, então se você perde tempo com um processo de seleção, com certeza sua empresa está perdendo dinheiro.

Desse modo, defina um tempo máximo para fechar a contratação. Selecione apenas candidatos que atendam as exigências para a vaga e aplique testes e dinâmicas de pré-seleção para evitar algum profissional que nada tem a ver com a sua cultura.

4. Acertar na descrição da vaga

Muitos colaboradores saem da empresa por não estarem executando as tarefas que foram descritas na vaga.

Esse é um problema comum, mas que precisa ser reorganizado na avaliação do processo de recrutamento e seleção.

Antes mesmo de selecionar alguém para a vaga, a empresa precisa saber fazer a descrição da vaga corretamente. Isso porque uma divulgação genérica do trabalho pode atrair pessoas que nada tem a ver com a sua cultura e fazê-lo perder tempo.

Sendo assim, é muito comum que um profissional não atenda as expectativas da empresa e às vezes não só por falta de habilidades, mas porque foi contratado para a função errada.

Reveja então o detalhamento de cada vaga que você divulga e também o local onde você está divulgando.

5. Feedback dos novos contratados

O processo foi fácil ou difícil? O que mais chamou atenção dos profissionais selecionados? Essas são perguntas que se respondidas podem dar um suporte para você melhorar a avaliação do processo de recrutamento e seleção da sua empresa.

E quem pode respondê-la? Seus novos contratados! Ninguém melhor do que eles pode dar um feedback sobre o que acharam do processo, para que assim você possa tirar lições dele.

E não só isso, muitas empresas designam um profissional para ter um feedback até com quem não foi selecionado para a vaga.

Para que assim você possa identificar e avaliar pontos como: rapidez de resposta no processo, exigências para preencher a vaga, qualidade de divulgação e etc.

6. Considerar o período de experiência

O período de experiência pode revelar dados importantes em uma avaliação do processo de recrutamento e seleção.

Devemos considerar, de fato, que para uma contratação ser considerada efetiva deve ultrapassar os 90 dias de experiência.

E existe uma forma de mensurar se os seus últimos processos de seleção têm sido efetivos. Faça uma comparação com o número de colaboradores que não passaram do período de experiência com os que se tornaram efetivos.

Esses números podem revelar se de fato seus recrutadores têm atraído e escolhido os profissionais certos, com qualidade.

Se a sua empresa vêm passando por constantes mudanças no período de experiência algo está errado.

Saídas constantes podem ocasionar queda de rendimento da equipe, processos custosos de admissão e demissão e consequentemente perda de resultados.

7. Ficar atento a taxa de rotatividade

A rotatividade é até comum no mercado, mas quando ela se torna uma rotina é bom a empresa abrir os olhos. E tudo deve começar com uma avaliação do processo de recrutamento e seleção.

Por meio da taxa de rotatividade é possível avaliar os erros no processo de seleção e os gastos com saída.  Lembrando que um turnover é custoso. Seja com despesas contratuais, novas admissões e até mesmo com investimento em qualificações e treinamentos.

Se as saídas da empresa são constantes, é bom avaliar o começo de tudo que passa necessariamente pelo processo de recrutamento e seleção. Quem escolhe o candidato ideal tem mais chances de retê-lo na empresa.

Se o seu turnover está alto, um dos fatores pode ser uma má avaliação do processo de recrutamento e seleção.

Evite erros reavaliando seu processo de seleção

Em um mercado cada vez mais competitivo, a avaliação do processo de recrutamento e seleção se tornou uma estratégia essencial na construção de uma boa imagem da empresa.

E não só isso! Quem contrata melhor tem mais chances de resultado. A seleção não é uma ciência exata, mas uma avaliação de seus processos pode entregar questões que contribuam com a correção de falhas e efetividade nas escolhas.

E você como vem conduzindo a avaliação do processo de recrutamento e seleção na sua empresa? Deixe um comentário no post e conte para nós!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.