Antecipação de recebíveis

Antecipação de recebíveis: o que é, como funciona?

Quem está por dentro das rotinas do setor financeiro da empresa sabe o quão complicado é depender de valores que ainda não foram recebidos para administrar e equilibrar as contas. Uma das formas mais interessantes de garantir um fôlego a essa operação, principalmente em situações em que o capital de giro está escasso, é recorrer à antecipação de recebíveis.

De forma simplificada, antecipação de recebíveis é um recurso, oferecido por bancos e instituições financeiras a pessoas jurídicas, que permite adiantar o recebimento de valores que só seriam pagos no futuro, conforme acordado em contrato. Essa também é uma alternativa interessante para evitar que as empresas recorram a empréstimos. 

Se você quiser saber mais sobre planejamento financeiro empresarial e conhecer o passo a passo para estruturá-lo, recomendamos a leitura deste material-guia.

Para entender como funciona a antecipação de recebíveis, continue acompanhando este post. Separamos as principais informações para ajudar a sua empresa a solicitar essa facilidade. Boa leitura!

O que é antecipação de recebíveis?

Não há como pensar em planejamento estratégico a médio e longo prazo sem saber quais são as reais possibilidade que o negócio pode contar, não é mesmo? Justamente para te ajudar nessa preparação, vamos explorar um dos recursos mais importantes para a gestão financeira empresarial, a antecipação de recebíveis.

Este serviço, grosso modo, é uma solução pecuniária oferecida por bancos e instituições financeiras que possibilita o adiantamento de valores a receber para pessoas jurídicas. Em outras palavras, essa operação permite que a empresa receba o dinheiro referente a vendas a prazo, parceladas, com duplicatas, cheques, carnês, dentre outros, antes do prazo previsto de uma só vez.

Desta forma, a empresa é capaz de cobrir necessidades pontuais do seu capital de giro e assegurar que as contas sejam honradas de forma apropriada e não comprometam a sua estabilidade e segurança financeira. 

Além disso, a antecipação de recebíveis é uma alternativa ao empréstimo, suas taxas e encargos são mais acessíveis e podem ainda ser personalizadas às necessidades de cada organização, tornando-a ainda mais atrativa. 

Cada banco, fintech ou instituição financeira tem suas próprias políticas de serviço, considerando os níveis de risco, valores envolvidos, taxações, e assim por diante. Por isso, uma pesquisa criteriosa de mercado deverá ser realizada antes de qualquer contratação.

Muitas empresas passam por momentos difíceis e o mercado entende essa situação com naturalidade. A antecipação de recebíveis é um recurso oferecido para atender demandas pontuais e minimizar os possíveis danos financeiros de uma organização.

Qual a diferença entre a antecipação de recebíveis e o empréstimo convencional?

Tanto a antecipação de recebíveis quanto o empréstimo são medidas financeiras que solicitam crédito extra aos bancos ou instituições financeiras em troca do pagamento de uma correção mensal. Mas afinal qual é a diferença entre eles?

O empréstimo envolve a solicitação de um valor que não é próprio. Ou seja, a pessoa física ou jurídica recorre ao banco, principalmente em situações de crise, para a concessão de um crédito emergencial. 

A instituição concede um valor a organização solicitante e cobra em troca o pagamento de um ajuste a cada parcela de devolução. Por se tratar de uma operação de alto risco, o valor dessa correção mensal é bastante expressivo e a burocracia para aprovação do pedido é também significativa.

Já no caso da antecipação de recebíveis, a solicitação envolve um valor próprio. Ou seja, a pessoa jurídica recorre ao banco para a concessão de um montante que é de sua propriedade, mas que ainda não os recebeu devidamente.

Neste caso, a instituição financeira compra os recebíveis em questão por um valor inferior ao nominal em troca da liberação desse crédito instantâneo. Em outras palavras, essa diferença é calculada pela cobrança de uma taxa de juros bem mais acessível, estendida justamente porque o risco da operação é baixo.

Portanto, mesmo que ambas tenham a mesma finalidade, suas particularidades as diferem expressivamente. É fato que a antecipação de recebíveis é um investimento mais interessante e seguro para qualquer negócio.

Quais os benefícios da antecipação de recebíveis?

Confira a seguir, os principais benefícios de optar pela antecipação de recebíveis para a sua empresa.

Crédito fácil

A primeira vantagem de optar pela antecipação de recebíveis é a obtenção do crédito de forma rápida e simples. Os gestores devem buscar a instituição financeira mais adequada para solicitar o adiantamento e considerar que cada banco possui seus próprios critérios de avaliação e concessão. 

Em caso de aprovação do pedido, o valor é depositado na conta corrente da empresa, automaticamente, sem dificuldades ou trâmites complexos.

Baixa tarifação

Outra grande vantagem da antecipação de recebíveis é o valor vantajoso de suas tarifas e encargos. Em comparação com outras linhas de crédito, como a pré-aprovada, cartão de crédito, cheque especial, empréstimos, dentre outros, ela possui taxas bem mais acessíveis e políticas menos dificultosas.

Cada instituição credora possui uma tabela tarifária própria, que pode incluir encargos como o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), tarifa fixa a cada título antecipado, tarifa de transação, taxa percentual de desconto, e assim por diante. Vale ressaltar que a pesquisa comparativa é etapa indispensável.

Controle do fluxo de caixa

Outra vantagem da antecipação de recebíveis é a otimização do controle do fluxo de caixa. Com esse recurso, a empresa não tira dinheiro de caixa para pagar ao banco. O que acontece é que a instituição antecipa um valor que já é da organização, mas que só fará parte do seu patrimônio quando o cliente pagar. Isso desconsiderando o risco da inadimplência.

Desta forma, a empresa garante o fluxo de caixa sem comprometer o saldo mensal e assegura o cumprimento das rotinas financeiras. 

Como funciona a antecipação de recebíveis?

Agora que você já sabe o que é antecipação de recebíveis, entenda os princípios básicos de como ela funciona para uma empresa.

Para efetivar o pedido de antecipação de recebíveis, é preciso que a organização faça um cadastro na instituição financeira de sua preferência, tenha o crédito aprovado pela mesma e adeque-se às regras internas da operação.

Normalmente o banco ou instituição credora analisa o perfil da empresa, seu histórico financeiro, suas projeções, riscos de inadimplência, dentre outros para validar a liberação desse capital.

Em caso de aprovação, o valor da antecipação de recebíveis cai na conta corrente após um intervalo de até 24 horas. Ou seja, é praticamente instantâneo. Contudo, existem casos em que o período de espera para a liberação de crédito é de até sete dias. Portanto, na hora de escolher a prestadora de serviço, é fundamental avaliar qual a política mais adequada às necessidades da empresa.

Além disso, é importante considerar o valor das taxas cobradas, as condições de liberação do dinheiro, as políticas de cobrança, a burocracia em casos de inadimplência ou imprevistos, e assim por diante. Mesmo que a responsabilidade pelo recebimento do débito não seja mais da empresa, já que o banco ou instituição financeira compra os recebíveis, as questões legais e trâmites administrativos deverão ser avaliados criteriosamente.

Onde fazer a antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis pode ser feita por bancos, fintechs, empresas de factoring, FIDCs (Fundo de Investimento em Direitos Creditórios), e cada uma possui uma forma de atuação. Confira as mais comuns a seguir.

Bancos

Os bancos atuam com todo tipo de movimentação financeira, por isso a vantagem de solicitar uma antecipação de recebíveis no banco é que, provavelmente, a empresa já tenha algum vínculo sólido e de confiança. A desvantagem é a questão burocrática convencional.

Alguns bancos que oferecem esse serviço são: 

Empresas de Factoring

As empresas de factoring são especialistas em antecipação de recebíveis, por isso seja qual for a situação, uma solução poderá ser negociada. 

A sua principal vantagem é a facilidade de aprovação e a desvantagem, o valor das taxas praticadas que costumam ser bastante expressivas.

Algumas das factoring mais conhecidas são:

FIDCs

Os FIDCs são aplicações no Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios, que usam o valor dos recebíveis para lastrear investimentos financeiros, ou seja o montante é convertido em títulos através da securitização.

Suas principais vantagens são o valor competitivo das taxas cobradas e a isenção do IOF. Sua desvantagem significativa é a falta de garantia pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Os principais FIDCs são:

Fintechs

Por fim, as fintechs que são, majoritariamente, startups que trabalham para inovar e otimizar serviços do sistema financeiro. Algumas delas já inovam o mercado de antecipação de recebíveis e empregam a tecnologia para agilizar e desburocratizar o processo.

A sua vantagem está na velocidade de aquisição do capital e sua desvantagem está na necessidade de ter afinidade com a tecnologia, dificultando o acesso para os mais velhos por exemplo.

Algumas das fintechs que oferecem a antecipação de recebíveis são:

Como fazer uma antecipação de recebíveis?

Para solicitar a antecipação de recebíveis, é preciso, primeiramente, escolher o banco, fintech, factoring, FIDC ou qualquer outro tipo de instituição financeira que ofereça esse tipo de serviço.

Nesse processo, a empresa deve avaliar questões como as taxas de juros cobradas, se há necessidade de garantias, qual é o prazo para entregarem o dinheiro, se a operação pode ser feita de forma online, e assim, identificar a opção mais benéfica para o seu negócio.

Feito isso, é preciso organizar a “casa”. A instituição financeira escolhida certamente exigirá uma série de documentos sobre o estado financeiro e solidez da organização, além do histórico de pagamento, faturamento de sócios-proprietários ou acionistas, situações de inadimplência, restrições no nome, e assim por diante. 

É a partir dessas informações que a credora avaliará a empresa solicitante e autorizará ou reprovará o pedido de antecipação de recebíveis. Justamente por isso, é essencial que a empresa mantenha suas obrigações em dia e tenha um histórico de credibilidade e segurança financeira. 

Desta forma, em caso de aprovação, o valor solicitado é liberado e depositado automaticamente na conta corrente da organização.

Vale ressaltar que a recomendação é que, se houver qualquer dúvida em relação à operação de antecipação de recebíveis, um especialista deverá ser consultado. 

Como usar o capital da antecipação de recebíveis?

Recebida a concessão de crédito, é preciso usar o valor com inteligência para não comprometer a estabilidade do negócio. Por isso, ter um planejamento financeiro é indispensável.

É muito perigoso antecipar um recebível sem ter uma ideia clara do que será executado com o dinheiro, afinal o que não falta é destino de investimento. Pagamento de contas de curto prazo, quitação de uma prestação, pagamento de funcionários e fornecedores, compra ou manutenção de equipamentos, são alguns exemplos válidos de aplicação que poderão surgir e confundir o gestor se o montante não estiver bem encaminhado.  

Um investimento falho pode comprometer toda saúde financeira da empresa, por isso é fundamental estruturar um plano e segui-lo com critério e rigor. 

Procure fazer também uma projeção real do fluxo de caixa dos próximos meses, para ter certeza que o montante antecipado não fará falta futuramente. Isso evitará que a empresa contraia novas dívidas e seja capaz de restabelecer o controle financeiro com mais facilidade.

A antecipação de recebíveis é uma medida interessantes para a gestão financeira de qualquer organização. Além de preservar a estabilidade pecuniária do negócio e manter operações ativas, esse recurso ainda permite que os gestores evitem contratar serviços de crédito preocupantes, que podem prejudicar o futuro da organização.

 

Gostou do artigo? Muito legal, né? Então, compartilhe nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a ficarem por dentro do universo financeiro!

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.