Analista de DP: saiba mais sobre a profissão

analista de departamento pessoal

Se você trabalha com Recursos Humanos ou Departamento Pessoal, em algum momento você já deve ter parado para pensar sobre a sua carreira, da mesma forma que você provavelmente já foi sondado por amigos para obterem algumas dicas sobre a carreira deles.

Não importa muito se você está fazendo um estágio na área de Recursos Humanos ou se você já está na área há uns bons anos, quando você comenta que trabalha com Recursos Humanos, a maioria das pessoas pensa que você deve ser um expert na elaboração de currículos, que entende muito de psicologia e que sabe tudo sobre como proceder na carreira de forma a obter sucesso. Você pode até gostar de se sentir um expert quando os outros recorrem a você, mas no fundo você provavelmente já sabe que esta é uma área ampla, com diversas vertentes e que muitas vezes, trabalhar na área não significa sequer que você vai passar por cargos onde seu entendimento sobre currículos, psicologia e carreiras seja desenvolvido ou necessário.

O que faz um Analista de Departamento Pessoal?

Como analista de departamento pessoal, por exemplo, normalmente suas tarefas não estão muito relacionadas ao que as pessoas que não trabalham na área imaginam, mas não é por isso que a função deva ser menosprezada com relação à função de outros profissionais da área.

O analista de DP geralmente carrega grandes responsabilidades, uma vez que costuma ser responsável por supervisionar as atividades do departamento, assim como monitorar convenções coletivas e a legislação trabalhista, além de processar admissões e demissões, folha de pagamento, folha de ponto, férias, afastamentos, encargos sociais (FGTS, INSS e IR), contribuições sindicais e taxas assistenciais, administração de benefícios (como inclusão, manutenção, exclusão e às vezes até negociação), rotinas previdenciárias (INSS), gerar CAGED, RAIS e DIRF, GRRF, homologar colaboradores desligados, além, é claro, de controlar documentações e atender dúvidas dos colaboradores, entre outras tantas tarefas relacionadas ao pessoal. Se você tem dúvidas se esta função é para você, leve em consideração que normalmente é uma função que envolve muitos cálculos e explicações dos mesmos para os colaboradores.

Com tantas tarefas tão importantes, como você pode achar que esta não é uma função relevante para a empresa? Se você é analista de departamento pessoal, não se sinta inferior e não se deixe abalar se alguém disser que você “é pago só para responder dúvidas de funcionários”. Ao invés disso, orgulhe-se. O reconhecimento das outras áreas pelo bom serviço do departamento pessoal normalmente é bem silencioso – pode apostar que se houvesse um erro na folha de pagamento, por exemplo, nenhum afetado ficaria em silêncio.

Claro que dependendo do tamanho da empresa, muitas vezes essas tarefas são divididas entre diversas pessoas, ou algumas vezes partes dessas funções são terceirizadas a fim de se obter maior confiabilidade no serviço executado (Leia mais sobre vantagens e desvantagens de terceirizar a folha de pagamento). Com isso, os requisitos de uma vaga para outra ou entre uma empresa e outra podem variar bastante, assim como os salários oferecidos para a vaga.

Em média, o salário da função varia em torno de R$ 2.570,00, mas já foram verificados salários de R$ 905,00 a R$ 9.000,00.

Como eu faço então para ganhar um bom salário sendo analista de Departamento Pessoal?

Além disso, preciso obrigatoriamente ter conhecimento e experiência em todas estas tarefas?

A resposta para estas perguntas não é a única resposta possível, claro. Mas vamos te contar algumas coisas que fazem a diferença na hora de conseguir um bom salário como analista de DP.

O lado bom de trabalhar com departamento pessoal é que todas as empresas precisam ter um DP (apesar de hoje em dia muitas vezes as empresas não darem mais este nome ao departamento), então sempre haverão vagas. É claro que seu conhecimento na área e tempo de experiência fazem diferença na hora de você ser contratado, e eventualmente no salário que você poderá receber. Para diversas das vagas disponíveis espera-se que o profissional seja graduado e possua conhecimento nas obrigações acessórias, SEFIP, RAIS, CAGED, DIRF, Homologanet, Homologações e SPED Folha. Você pode se especializar mais em algumas tarefas específicas do que em outras e buscar empregos que sejam mais voltados a elas. Isto pode limitar um pouco as suas opções de vaga, mas não obrigatoriamente influencia no salário que você receberá se você tiver desenvolvido experiência suficiente naquelas determinadas tarefas.

Outro ponto importante é que recentemente o perfil esperado do profissional de departamento pessoal mudou muito. Enquanto antes se procurava o profissional com vasto conhecimento técnico, seguindo o modelo burocrático (que normalmente sentava atrás do computador com a cara fechada e a mesa cheia de papéis), hoje se espera que o profissional tenha, além do conhecimento técnico, uma visão mais humana sobre os processos, o que envolve ser comunicativo e ter bom relacionamento, estar constantemente se informando sobre atualizações nas leis, convenções coletivas e melhores práticas, ser flexível nos processos, ser líder e criativo, além de proativo e cumprir prazos (Veja no nosso blog 8 dicas para otimizar seus processos).

Além disso, alguns outros fatores podem influenciar no salário que você vai receber:

  • Empresas no ramo de Incorporadora são as com melhor média salarial para a função, segundo a Catho, seguidas pelas dos ramos Automotivo, de Sindicatos/Associações e Turismo.
  • O Estado do Amazonas é o Estado com a melhor média salarial para a função, segundo a Catho, seguido imediatamente por São Paulo e Rio de Janeiro. Estados como Santa Catarina e Bahia estão entre os últimos da lista.
  • Grandes multinacionais costumam pagar salários mais altos para profissionais bilíngües de Departamento Pessoal. Apesar de o inglês estar ultimamente sempre entre os requisitos de grande parte das vagas, muitas pessoas ainda não dão importância a estudar esta ou outra língua e hoje, encontrar analistas de Departamento Pessoal que tenham conhecimento avançado para explicar legislação e processos trabalhistas em geral para estrangeiros, em inglês ou em outra língua tem sido uma tarefa difícil para muitas multinacionais.

Se você trabalha no Departamento Pessoal, com estas dicas, apesar de não ter se tornado ainda um expert em currículos, carreiras ou psicologia (coisa que talvez você na verdade nem queira mesmo, afinal trabalhar com departamento pessoal tem várias outras vantagens), pelo menos agora já sabe algumas formas de dar um up na sua própria carreira, seja buscando um emprego em uma empresa/localização que normalmente pague melhor, trabalhando no seu próprio desenvolvimento para buscar melhores vagas ou maior reconhecimento dentro da organização que você trabalha, ou melhorando seu inglês (ou outra língua) para completar o perfil esperado para conseguir um salário mais alto.

Quero contratar um Analista de DP. Como eu encontro alguém com o conhecimento correto?

O principal passo é descrever sua vaga de maneira que você encontre a pessoa que tem esse conhecimento. Dentre os descritivos de cargos, podem ser encontrados os seguintes tipos:

  • Simples como:
    • “Responsável pela rotina do departamento e atendimento aos colaboradores, folha de pagamento, entre outras atividades.”
    • “Responsável pelo processamento da folha de pagamento, imputar as informações no sistema, conferência da folha, férias, 13º salário, recolhimento dos encargos sociais, tributários e sindicais. Responsável por todas as rotinas de administração de pessoal. Responsável pela administração de cargos e salários.Será considerado diferencial conhecimentos do sistema ADP. Superior completo ou cursando.”
    • “Atuar com controle de documentos, admissão, demissão, gestão de férias, cálculos, entre demais atividades. Desejável experiência em Escritório Contábil.”
    • “Será responsável por toda a rotina operacional da área especificada. Conhecimento em Legislação Trabalhista.”
  • Específicas, detalhando que o profissional será, por exemplo, responsável apenas por homologações, benefícios ou rescisões. Veja alguns exemplos:
    • “Realizar rotina da área de Departamento Pessoal. Exercer a condição de preposto da Empresa nas homologações. Executar serviços em folha de pagamento da Empresa.”
    • Conhecimento em Folha de Pagamento e Homologação.
    • “Atualizar mensalmente planilha de optantes pelo Vale Transporte. Receber e conferir notas fiscais referentes aos benefícios da empresa. Conferência e confecção de rateios de pagamento da folha de pagamento. Superior completo ou cursando em Administração de Empresas ou Recursos Humanos.”
    • “Irá atuar com conferência, elaboração e todo suporte para processo de rescisão. Experiência com todo processo de rescisão. Ensino Superior Completo.”;
  • Complexos e detalhados, envolvendo todas ou quase todas as tarefas que citamos acima, e às vezes ainda mais algumas, como nos exemplos abaixo:
    • “Atuar com movimentações de folha de pagamento, acompanhar e conferir as informações da folha de pagamento e encargos sociais. Ser responsável pelo subsistema rescisão. Preparar e calcular rescisões, rescisões complementares ou estudos seguindo check list e cronograma. Conferir as rescisões, conferir médias, lançar homolognet, informar os pagamentos das rescisões e impostos no prazo legal. Manter atualizado o cadastro de funcionários. Fazer o fechamento mensal das rescisões. Imputar informação para a folha de pagamento. Executar homologação de rescisão. Agendar e prestar apoio nas homologações das empresas. Fornecer toda a documentação necessária para homologações e processos trabalhistas. Apoiar toda a área de administração de pessoal. Manter atualizada planilha de convenções coletivas. Controlar todas as homologações. Receber e arquivar toda a documentação. Manter em ordem a guarda de documentos. Será responsável por envio das obrigações Mensais (SEFIP e CAGED) e Anuais (RAIS e DIRF). Ser responsável pelo recrutamento e seleção. Vivência em departamento pessoal / recursos humanos generalista. Ensino Superior completo ou cursando em Administração, Ciências Contábeis, Gestão de Recursos Humanos ou afins. Imprescindível domínio no sistema Contmatic. Conhecimentos da plataforma do eSocial. Conhecimento em Excel intermediário. Necessário experiência em cálculos rescisórios e de folha de pagamento. Ser pró-ativo e saber trabalhar em equipe.”
    • “Controle e processamento de folha de pagamentos. Encargos sociais, cálculo de férias, admissões e demissões. Acompanhamento das convenções coletivas, legislação, trabalhista e Previdenciária, desoneração de folha, apontamento de Cartões de ponto, controle e separação os documentos para homologação, parcelamentos da Previdência e CEF, obrigações acessórias, Sindical Patronal e Empregados, CAGED; RAIS; DIRF e informe de rendimentos. Enquadramento Sindical. Ensino Superior completo ou cursando em Contabilidade, Administração, Recursos Humanos ou área afins. Conhecimento Sistema Contmatic (Jr, G5/ etc); Curso Retenção na Fonte. Conhecimento e atendimento da legislação de Domésticas. Conhecimento Legislação Menor aprendiz, estagiário e Trabalho temporário, tempo parcial, autônomos, insalubridade, periculosidade, programas NRS, Pró-labore, Benefícios Previdenciários e demais (VT VR Seguro PLR), retenção de INSS (Alocação de mão de obra). Conhecimento do E-social.”

Se você tiver alguma vaga de analista de departamento pessoal na sua empresa e quiser usar os descritivos que usamos de exemplo, fique a vontade. 😉

Resolva tudo com a ajuda da tecnologia

Você pode pensar que é muito difícil aprender sobre tantas tarefas, ser um profissional tão comunicativo, criativo, líder, proativo e ainda ter tempo de estudar outra língua para conseguir um salário melhor, mas a tecnologia está hoje ao seu favor, pois permite que você automatize tarefas que antes demandariam tempo, de forma que você possa focar naquilo para o qual você é realmente necessário. Usando o aplicativo da Xerpa você economiza tempo, reduz erros e multas e ainda tem todas as informações, documentos, solicitações e aprovações centralizados o tempo todo. Assim você otimiza seu trabalho e certamente será visto como um profissional mais eficiente (Leia um pouco mais sobre o que a Xerpa pode fazer por você em nosso blog.)

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *