Como a análise SWOT no RH pode garantir o sucesso dos negócios?

Para o sucesso da gestão de um negócio, é necessário investir em um bom planejamento. Apenas assim, é possível criar estratégias direcionadas e novos projetos que irão ajudar nas tomadas de decisões corporativas, tornando-as mais assertivas. Para criar um bom planejamento estratégico, as empresas precisam ir em busca de ferramentas de análises otimizadas e que conseguem avaliar o cenário empresarial. A análise SWOT tem se mostrado uma grande opção para esta tarefa, sendo capaz de indicar os melhores caminhos a serem seguidos.

 

O que é Análise SWOT?

A Análise SWOT se encaixa exatamente nesse cenário. O termo SWOT é um acrônimo das palavras em inglês Strenghts, Weaknesses, Opportunities e Threats que significam respectivamente: Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças.

Ela foi criada nos anos 60 em uma pesquisa que visava cruzar os dados de forma sistemática das maiores corporações dos Estados Unidos na época. No Brasil, ela é conhecida como FOFA ou FFOA, sendo amplamente utilizada por profissionais de RH para ajudar sua empresa a fazer qualquer tipo de análise sem a necessidade de gasto com diversos recursos.

SWOT é um sistema simplificado de detalhamento de informações que cruza os mais variados dados para verificar a posição estratégica de uma empresa em seu setor. Graças à sua praticidade e abrangência metodológica, empresas de todos os tamanhos e nichos mercadológicos podem realizar qualquer tipo de análise de cenário ou ambiente.

 

Quais seus benefícios?

Essas análises oferecem insights poderosos sobre os negócios, fazendo um diagnóstico completo sobre o posicionamento da empresa no mercado e da situação de seus concorrentes. As informações fornecidas podem assim, ser aplicadas nos planos futuros da organização.

A análise SWOT serve exatamente para ajudar as empresas a encontrarem informações relevantes para suas tomadas de decisões serem mais assertivas, atingindo melhor seu público-alvo. Com ela, estratégias de marketing, por exemplo, conseguem ser melhor direcionadas, aumentando os resultados na hora de lançar um produto novo ou quando a empresa busca atingir novos nichos de mercado.  

Os principais benefícios de uma análise SWOT para os negócios são:

  • Tomada de decisões estratégicas;
  • Aumentar o conhecimento sobre o cenário organizacional;
  • Identificar possíveis falhas e fortalecer os pontos positivos da empresa;
  • Direcionar estratégias para a resolução de problemas específicos;
  • Auxiliar o crescimento da corporação;
  • Prever nichos de mercado, assim como novas necessidades e desejos do público-alvo;
  • Aumentar a compreensão da empresa sobre sua posição no mercado;

Os benefícios de aplicá-la aos negócios são inúmeros e podem ser implementados no setor do RH para que seja possível atingir resultados ainda melhores. Entenda:

 

Por que implementar Análise SWOT no RH de sua empresa?

Como vimos, a Análise SWOT auxilia o planejamento de todos os setores da empresa. Ela se baseia nas palavras que compõem seu acrônimo para se efetivar, realizando avaliações dos ambientes externos e internos para identificar os pontos fortes e fracos, além das oportunidades e perigos do mercado para a organização.

No setor de Recursos Humanos essa aplicação pode favorecer toda a gestão corporativa, permitindo que os profissionais da área identifiquem as questões positivas e negativas de toda a equipe.

Quer saber como o marketing e o RH podem trabalhar juntos e garantir ótimo resultados? A Xerpa e a Rock Content fez um eBook gratuito para você. Baixe agora mesmo!

 

Qual o papel do RH na análise?

Para realizar a análise, é necessário que o RH domine totalmente a missão da empresa e entenda quais são os objetivos buscados. Por se tratar de uma análise subjetiva, é necessário se atentar a todas as particularidades, tanto internas quanto externas.

As questões internas identificadas irão demonstrar as forças e fraquezas dos negócios, como as relacionadas a produtividade dos funcionários, o número de vendas, a retenção de talentos na equipe, entre outras informações de desempenho e performance.

Após entender a situação interna da empresa, é necessário visualizar as estratégias de otimização para os problemas do ambiente de trabalho. Apenas assim, é possível pensar nas questões externas, analisando os fatores que podem influenciar o setor de RH.

Os fatores externos podem variar e surgir de diversos lugares e por muitos motivos, como por exemplo, uma crise econômica. Essa situação poderia impactar diretamente o RH, acarretando em corte de orçamento e até em demissões.

 

Como executar a análise SWOT?

Para executá-la com precisão, é necessário identificar os fatores internos e externos e, assim, dividi-los nos quatro atributos do acrônimo SWOT: Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças.

Esquematizando a análise, temos a seguinte visualização:

Esquematizando a Análise Swot

 

Após entender quais características são ligadas aos fatores internos e quais são referentes a situações externas, é possível definir cada um dos atributos da análise SWOT:

Força: indica os pontos fortes da empresa, suas vantagens internas em relação às concorrentes. Alguns pontos que devem ser levantados, são:

  • Ter vantagem competitiva;
  • Melhores recursos;
  • Maior qualidade de produtos e serviços;
  • Processos otimizados;
  • Engajamento dos consumidores com a marca.

Fraquezas: são as desvantagens internas, portanto, se identificadas, requerem atenção. Podendo ser:

  • Falta de capacitação da equipe;
  • Escassez de recursos;
  • Falta de experiência de gestores;
  • Nenhum diferencial dos concorrentes;
  • Falta de visibilidade do mercado.

Oportunidades: situações em que a empresa pode ganhar vantagem competitiva. O RH deve ficar atento a situações, como:

  • Lugares com expansão do mercado;
  • Novos segmentos e públicos;
  • Alianças estratégicas;
  • Mudanças econômicas e no padrão de consumo da população;
  • Redução de impostos que possam favorecer a empresa.

Ameaças: quando o ambiente externo ou tendências de mercado afetam negativamente a empresa, podendo ser:

  • Aumento de concorrentes no mercado;
  • Criação de novas políticas tributárias;
  • Briga de preços de produtos com a concorrência;

 

O que fazer com os resultados?

A partir desse levantamento, o RH consegue compreender mais profundamente os vários aspectos que podem afetar os negócios da empresa. Após identificar todos esses fatores, a análise pode ser concluída e as informações utilizadas.

Uma vez que os profissionais do RH tenham em mãos essa listagem, a etapa seguinte é começar a estruturação das estratégias. É importante entender que a análise não executa as melhorias, ela é apenas um processo que auxilia a empresa a identificar e listar os pontos citados anteriormente para que o planejamento de melhorias possa ser implementado.

 

Com a análise SWOT, o RH passa então, a ter uma visão mais ampla sobre as ligações existentes entre os itens internos e externos que podem influenciar diretamente o desempenho dos colaboradores e o sucesso da empresa. A partir dessas informações, é possível que esse departamento tenha total conhecimento sobre as forças que podem ser usadas para superar desafios e utilizá-las a favor dos negócios. Assim, aproveitar o potencial de toda a equipe para ajudar a empresa a atingir os seus objetivos.

Eai? Corra e esquematize a análise SWOT na sua empresa! Compartilhe os resultados com a Xerpa =)

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *