ações da vale

Ações da Vale: é hora de comprar ou vender?

Investir na Bolsa de Valores é a primeira opção que vem à cabeça de quem quer sair dos tradicionais investimentos de renda fixa. Comprar ações de empresa, como as ações da Vale, pode ser uma opção para obter um retorno maior em cima do valor investido.

Porém, é preciso cautela e conhecimento do mercado financeiro antes de começar a investir.

A modalidade investimento na bolsa, é tão atrativa, que segundo o portal Exame, em outubro de 2019, mais de 1,5 milhão de brasileiros já possuía pelo menos uma ação. Esse número representa o triplo de acionistas de 10 anos atrás.

Uma das mais cobiçadas do mercado financeiro são as ações da Vale, empresa brasileira que atua principalmente na produção de minério de ferro. O posicionamento da companhia deve-se especialmente pelo fato de que se trata da empresa líder mundial no seu setor.

Porém, antes de falarmos sobre quais os diferenciais das ações da Vale e como comprá-las, vamos entender como funciona a Bolsa de Valores.

O que são as ações na Bolsa de Valores?

As ações, também conhecidas como “papéis”, são frações do capital social de uma determinada companhia. Essas partes estão disponíveis para compra na Bolsa de Valores, que no Brasil se chama B3 e fica sediada em São Paulo.

Ao adquirir uma ação, qualquer cidadão pode se tornar um sócio da empresa, porém, não terá o poder de decisão sobre os passos da companhia. Entretanto, esse investidor ou acionista minoritário terá uma parcela nos lucros e, é importante ressaltar, também nos prejuízos.

Como funciona o processo de avaliação dos valores da ação?

Antes de se aventurar na Bolsa de Valores, é necessário entender que é um investimento de alto risco. As ações variam de acordo com a expectativa do mercado em relação à determinada empresa ou setor.

Por isso, fatores como cenário internacional e os resultados individuais de cada empresa fazem com o que o valor de uma ação suba, se o panorama for positivo, ou tenha queda, se negativo.

Um exemplo é a crise do coronavírus, que estamos enfrentando e, por sua vez,  tem derrubado bolsas ao redor do mundo.

Desta forma, caso tenha um perfil de investidor mais conservador, veja nesse artigo algumas opções de investimento de baixo risco.

Voltando ao tema principal desta publicação, dentro desse cenário maior, as ações da Vale no Brasil ficam atrás apenas da Petrobrás como preferida dos investidores. Por isso, vamos explicar o que você precisa saber antes de comprar ações da Vale:

  • O que é a Vale?;
  • Como funcionam as ações da Vale?;
  • Atualmente, o cenário é positivo para investir em ações da empresa?;
  • Como comprar ações da Vale?.

O que é a Vale?

A Vale, conhecida até 2007 como Vale do Rio Doce, nasceu como uma companhia estatal, fundada durante o governo de Getúlio Vargas. Atualmente, é uma empresa privada de capital aberto.

É uma das maiores mineradoras do mundo, sendo a maior produtora de ferro, além de produzir outros minérios como alumínio, potássio, cobre e manganês.

Como funcionam as ações da Vale?

A Vale (Vale3) é uma das empresas mais antigas da atual B3, bolsa de valores brasileira, que possui mais de 300 companhias cadastradas. A Vale3 aparece listada desde 1967 e sempre foi destaque como uma das que mais movimentam ações.

Assim como explicado acima, as ações da Vale variam de acordo com o cenário do mercado internacional e da positividade dos investidores. Por isso, certamente você precisa estar preparado para as oscilações da bolsa para saber quando comprar ou vender suas ações da Vale.

As ações da Vale estão disponíveis nas bolsas de valores do Brasil, Nova York, Madri e Paris.

O cenário é positivo para investir em ações da Vale?

As ações da Vale sempre estiveram entre as preferidas dos investidores. Porém, as recentes tragédias nas barragens de Mariana em 2015 e Brumadinho em 2019 abriram os olhos dos acionistas sobre os riscos operacionais da empresa brasileira.

Diante desses acontecimentos, no 4º trimestre de 2019, a Vale apresentou números não tão atrativos, como prejuízo líquido de R$ 6,4 bilhões e dívida bruta de US$ 13 bilhões.

Adicionalmente ao cenário exposto acima, é importante ressaltar que a China é uma das maiores consumidoras dos produtos da Vale e a instabilidade causada pelo coronavírus está impactando diretamente mercado internacional.

No dia 09 de março de 2020, o Índice Ibovespa viveu um dia histórico e fechamento da bolsa (circuit breaker). As ações da Vale fecharam o dia com queda de 15,24%. 

Entretanto, trata-se de uma das mais empresas mais consolidadas do Brasil e que produz commodities que cada vez mais serão requisitadas pelo mercado internacional.

Por isso, observar esses resultados e estudar sobre a perspectiva de aumento das ações e da alta da moeda americana, já que as ações da Vale também variam a partir dela, é essencial.

Apesar desse cenário negativo atual, certamente a Vale ainda figurará entre as companhias mais requisitadas na Bolsa de Valores. Porém, fique atento, caso já possua ações da Vale, não é o momento ideal para vendê-las.

Como comprar ações da Vale?

Antes de comprar uma das ações da Vale, é necessário abrir uma conta com uma corretora de valores. Importante ressaltar que algumas delas cobram taxas para fazer essa intermediação e outras não.

Uma vez essa conta aberta, você pode transferir o valor que pretende investir do seu banco tradicional para a conta na corretora de valores. Depois disso, você aciona o seu Home Broker, no site da bolsa de valores, e digitar o código da empresa “Vale3”.

Escolha a quantidade de ações que deseja adquirir (um mínimo de 100 ações no caso da Vale), especifique o valor. Após isso, a sua compra será executada e você passará a ser acionista minoritário da mineradora Vale.

 

Gostou desse tema? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão no post.

Comentários Facebook

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.