6 tendências do mercado financeiro brasileiro para ficar de olho

O desenvolvimento de novas tecnologias impacta todos os setores da economia. As tendências do mercado financeiro brasileiro demonstram que há a necessidade de inovar, reinventar processos, melhorar atividades e elaborar novas plataformas para atender o público-alvo.

O mercado financeiro vem estreitando seu relacionamento com os clientes por meio da tecnologia. Atualmente, são oferecidas mais possibilidades de transações e de coletas de dados, e as empresas criam estratégias para reforçar seu contato com o público digital.

Você sabe quais são essas tendências? É isso que vamos mostrar neste post. O objetivo é permitir que você desenvolva soluções práticas e personalizadas, que aumentem a carteira de clientes da empresa e tragam outros benefícios.

 

Veja, a seguir, 6 tendências às quais você deve estar atento em 2017!

1. Gestão da folha de pagamento

Os sistemas de gestão da folha de pagamento simplificam processos e possibilitam o aumento da rentabilidade, a redução de custos e a otimização do tempo.

Entre as vantagens proporcionadas por esses sistemas estão:

Integração entre módulos

Essa característica dispensa a criação de um arquivo para integrar a outro programa, o que reduz o retrabalho e aumenta a segurança das informações.

Processamento agrupado

O pagamento de diferentes empreendimentos é processado simultaneamente. Há possibilidade de fazer cálculos automáticos para folha e geração de Sistema de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP), Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) e Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF).

Isso eleva o controle fiscal da sua empresa.

Envio de relatórios por e-mail

O sistema permite acesso automático ao demonstrativo de pagamento e informes de rendimento dos colaboradores de maneira organizada e separada.

Controle de impostos

Os pagamentos de impostos devem ser registrados em um único local para que as informações sejam geradas automaticamente no sistema. Cada cliente também deve ser configurado de acordo com especificidades, região e atuação.

Fechamento mensal

O sistema de folha de pagamento aumenta o controle de rendimentos, pois impede a realização de alterações ou lançamentos em períodos anteriores. Esse recurso assegura que os resultados contábeis sejam apurados sem desvios.

Cálculo de férias coletivas

As férias coletivas são uma possibilidade para a sua empresa. Nesse caso, o sistema calcula os valores para cada colaborador e reúne automaticamente as informações de tempo de casa, férias proporcionais, entre outras. Ou seja, o processo é automatizado e simplificado.

Relatórios

O sistema ainda gera relatórios diversos, que podem ser relativos a custo de vale-refeição e/ou vale-transporte, eventos de determinado período, horas extras, reajustes salariais, exames médicos, contratos temporários, entre outros. Assim, você pode ter uma visão mais ampla dos gastos com colaboradores.

2. Computação cognitiva

Essa metodologia tem o objetivo de modificar o tratamento da informação. A promessa é fazer isso por meio dos computadores, que passam a processar informações e a aprender organicamente, ou seja, sem precisar ser programados para isso.

A ideia é utilizar a computação cognitiva no mercado financeiro para diferentes tarefas. Por exemplo: as informações podem ajudar os investidores indecisos a decidir sobre a melhor opção para o seu perfil.

Nesse caso, o computador analisa o perfil do indivíduo e indica as alternativas disponíveis, como Certificado de Depósito Bancário (CDB), ações da bolsa de valores ou Tesouro Direto. Ele ainda especifica as probabilidades de sucesso tomando como base projeções reais.

3. Blockchain

As moedas virtuais, como o Bitcoin, são o foco dessa tecnologia. O blockchain permite enviar esse dinheiro eletrônico e gera um registro — criptografado e distribuído — das operações. O resultado é uma transação mais barata, rápida, transparente e segura em comparação com os meios tradicionais.

Essas transações são da modalidade peer-to-peer e podem ser operações bastante comuns, como seguros, pagamentos e outras aplicações. Esse é um dos motivos pelos quais o mercado financeiro vem apostando no blockchain. Além da sua aplicabilidade em diferentes áreas do setor, esse modelo tem alto potencial para reduzir custos.

As características principais do blockchain são: maior precisão dos registros, simplificação de processos de Back Office e irrevogabilidade das transações. Há diferentes possibilidades de aplicação dessa tecnologia. Atualmente, ela é mais usada para pagamentos internacionais, pois permite transferir valores instantaneamente e sem intermediações.

4. Automação de processos

A automação de processos é uma tendência para qualquer segmento empresarial, mas são ainda mais importantes no mercado financeiro devido às fintechs. Com essa tecnologia é possível melhorar os recursos de Back Office e outros serviços, situações que impactam positivamente a experiência do usuário.

Outras vantagens são a redução de erros e de retrabalhos, a diminuição de custos e a execução mais rápida de processos. Esses benefícios ajudam a sua empresa a ganhar competitividade no mercado e a destacar-se da concorrência.

5. Fintechs

Esse termo é utilizado para designar negócios inovadores que apostam em tecnologias financeiras e entregam um serviço ou produto diferenciado ao cliente. As fintechs podem trabalhar na modalidade B2B ou B2C.

Os serviços ofertados são similares aos de um banco. Eles promovem a emissão de cartões, a autorização de empréstimos, a contratação de seguros e outros serviços. Outra possibilidade é a oferta de produtos complementares aos das instituições financeiras.

As fintechs são uma tendência porque estão transformando o mercado financeiro e exigem que as grandes organizações se adaptem ao novo cenário. Isso porque elas oferecem serviços mais tecnológicos e práticos para os clientes, sempre focando no público que busca praticidade, mobilidade e personalização.

6. Rede neural

Essa tecnologia até parece estar mais ligada à biologia do que ao mercado financeiro. A verdade é que a ideia surgiu do sistema nervoso humano e usa o conceito de inteligência artificial para processar dados de forma mais precisa e rápida.

O processo ocorre por meio de unidades que têm a capacidade de avaliar os dados de maneira interligada ou individual. Isso maximiza a eficiência e permite administrar melhor um volume grande de dados.

No mercado financeiro, essa tecnologia permite economizar tempo e reduzir custos. A rede neural pode ser utilizada em diversas aplicações, desde a análise de crédito até a avaliação dos riscos operacionais da instituição financeira.

Gostou de conhecer essas 6 tendências do mercado financeiro brasileiro? Algumas podem parecer muito diferentes, mas acredite: elas vão fazer a diferença no seu negócio. Para saber mais leia o post “8 razões pelas quais você deve automatizar a folha de pagamento”!

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *